AO VIVO
Legislativo - 15 de dezembro de 2021
Foto:

Sem pedir desculpas, Eduardo Braga classifica episódio com ministra como ‘mal entendido’

Após pressão, o senador Eduardo Braga resolveu se manifestar sobre o fato, alegando que sua atitude truculenta contra a ministra chefe da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, foi em defesa dos “interesses do Amazonas e dos amazonenses”

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM

Após repercussão nacional do episódio envolvendo o senador Eduardo Braga (MDB) e a ministra chefe da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, o parlamentar decidiu se pronunciar nesta terça-feira (14), por meio de sua conta no Twitter. Sem pedir desculpas, Braga descreveu os gritos e palavrões desferidos contra a ministra como “mal entendido”, e alegou que sua atitude truculenta era em defesa dos “interesses do Amazonas e dos amazonenses”.

“É lamentável a exploração que tem sido feita de uma conversa política que tive na última quinta-feira com a ministra Flávia Arruda, da Secretaria de Governo”, escreveu Braga. “Uma conversa dura, é verdade, mas uma conversa republicana, em que defendi com firmeza os interesses do Amazonas e dos amazonenses, como é minha obrigação como representante do Estado”, continuou.

De acordo com o jornalista Lauro Jardim, d’O Globo’, na última quinta-feira (9), teria perdido a compostura com Flávia Arruda, “por causa de emendas parlamentares que, segundo ele, o Palácio do Planalto lhe prometera liberar” e não o fez. Ainda conforme Jardim, a ministra foi “atacada com berros e palavrões pelo senador Eduardo Braga que, possesso, gritou e ofendeu por causa de emendas parlamentares”.

Ainda conforme o senador, não houve da parte dele, “nem poderia haver, qualquer grosseria para com a ministra, pela qual sempre tive o maior respeito”. “Vale reforçar, inclusive, a importância de uma relação equilibrada, democrática e transparente entre Executivo e Legislativo. Lamento se houve algum mal entendido por parte da ministra Flávia Arruda, ou se houve algum excesso de minha parte. Nesse caso, gostaria de deixar claro que, em momento algum, tive a intenção de ofendê-la”, finalizou.

Repúdio

Nesta segunda-feira (13), a Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados emitiu nota de repúdio contra as declarações desrespeitosas do parlamentar que, aos gritos e palavrões de cunho machista, agrediu a ministra. De acordo com a secretaria, “o caso (…) demonstra que, infelizmente, mulheres de todas as classes e condições sociais estão sujeitas à violência de gênero, seja doméstica, física, psicológica ou política”. Além disso, na nota, as deputadas manifestam apoio à ministra.

Ainda de acordo com a secretaria, o episódio também demonstra que o machismo ainda persiste em relação às mulheres que assumem posições relevantes na política brasileira, e afirma que houve flagrante quebra de decoro, e que “de forma vil, usou palavras inapropriadas para com uma autoridade do mais alto escalão do Poder Executivo”.

“A Bancada Feminina da Câmara dos Deputados, juntamente com todas as mulheres que ocupam cargos de relevante serviço público, continuará sua interlocução com todas as esferas do Poder, seja no âmbito Legislativo, Executivo ou Judiciário, se manifestando contra quaisquer posturas desqualificadas, com diálogo, serenidade e a transparência necessárias, mas sem se deixar amedrontar por palavras de linguajar vulgar e machista contra as mulheres”, discorreu.

Solidariedade

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), se manifestou neste domingo (12), por meio de suas redes sociais, sobre o comportamento do senador Eduardo Braga. “Minha solidariedade à ministra-chefe da Secretaria de Governo do Brasil, @FlaviaArrudaDF, que foi agredida por um senador conhecido por sua arrogância e brutalidade. Como lhe disse pelo telefone, o povo do AM repudia esse tipo de comportamento. Aqui, esse tempo acabou!”, escreveu Lima.

Em artigo batizado de ‘Senador que gritou com a ministra Flávia ficou pianinho diante de Ciro Nogueira e Rogério Marinho’, o jornalista Lauro Jardim conta que Braga teria perdido a compostura com a ministra chefe da Secretaria de Governo, mas que ficou ‘pianinho’ com os ministros Ciro Nogueira e Rogério Marinho.

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

25/03
11:15

AFASTAMENTO DE SECRETÁRIO

O vereador Capitão Carpê utilizou a tribuna nesta segunda-feira (25) para solicitar ao prefeito David Almeida o afastamento do Secretário de Comunicação do município, Israel Conte. Carpê se baseia no fato de que o motorista do portal O Abutre confirmou à polícia o recebimento de dinheiro em espécie na prefeitura durante seu depoimento.

20/03
20:29

RAIFF NO UNIÃO

O vereador Raiff Matos (Democracia Cristã) deverá mudar de partido nos próximos dias. O parlamentar, que integra a base conservadora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), está prestes a se juntar às fileiras do União Brasil. A confirmação foi feita na manhã desta terça-feira (19) à reportagem do site O Poder.com pelo vereador Diego Afonso (UB), líder da bancada na Câmara Municipal.

20/03
11:45

FAUSTO JR. NA CMM

Na manhã desta terça-feira (19), o deputado federal licenciado e atual secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Fausto Júnior, esteve visitando a Câmara Municipal de Manaus, onde cumprimentou os vereadores. Após saudar os parlamentares, Fausto se reuniu a portas fechadas com o vereador Diego Afonso (UB). Questionado pela reportagem do site O Poder.com sobre a motivação da visita à câmara, o deputado afirmou que se tratava apenas de uma visita de “cortesia”.

13/03
11:21

BELÃO NO COMANDO

Cotado para concorrer à prefeitura de Fonte Boa nas Eleições de 2024, o ex-deputado estadual Belarmino Lins, mais conhecido como ‘Belão’, assumiu o comando do diretório do partido União Brasil naquele município. Belão, após 32 anos de vida pública e oito mandatos consecutivos na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), decidiu abandonar a política, mas agora almeja a prefeitura de Fonte Boa.

05/03
16:31

REPRESENTANDO A DIREITA

Depois que o prefeito David Almeida (Avante) afirmou que continuaria em seu partido e não ingressaria mais no Partido Liberal (PL), apesar das tentativas com os caciques regional e nacional da sigla, Alfredo Nascimento e Valdemar da Costa Neto, o pré-candidato do partido em Manaus, o deputado federal Capitão Alberto Neto, intensificou sua pré-campanha nas redes sociais. Um card com a imagem de Alberto Neto e do ex-presidente Jair Bolsonaro, acompanhado da mensagem “Estou preparado para Manaus”, passou a circular.

Ver mais >>

Programas