AO VIVO
Legislativo - 27 de novembro de 2023
Foto:

Marina depõe na CPI das ONGS, se irrita com questionamentos e Plínio lembra:’Isso aqui não é a COP’

Durante todo o depoimento Marina colocou a defesa do clima acima de tudo, agiu em tom reativo e mostrou insensibilidade com o drama humano vivido por moradores da Reserva Extrativista Chico Mendes

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

BRASÍLIA | No depoimento á CPI das ONGs hoje, Marina Silva confirmou que acumula o cargo Ministra do Meio Ambiente com o de conselheira honorária da ONG IPAM, que recebeu recursos do Fundo Amazônia, criado pelo governo Lula na sua primeira passagem pela pasta, mas negou que o cargo de conselheira tenha influenciado na liberação dos recursos destinados em sua quase totalidade para pagar salários . Durante todo o depoimento Marina colocou a defesa do clima acima de tudo, agiu em tom reativo e mostrou insensibilidade com o drama humano vivido por moradores da Reserva Extrativista Chico Mendes, visitada pela CPI, e por moradores da Vila Renascer, na terra indígena Apytrewa, expulsos sem um plano de realocação pela Força Nacional sob o comando da Funai e Ibama.

Marina disse á comissão que quando era criança, trabalhava no seringal com o pai e mãe, carregando o saco de castanhas na cabeça, em regime de semiescravidão. O presidente da CPI, Plínio Valério então a convidou a visitar a reserva extrativista Chico Mendes, no Acre, para ver que o regime de escravidão continua

_ Infelizmente, naquela ápoca, no regime de semiescravidão, as crianças não conseguiam ser crianças. A gente trabalhava para poder sobreviver naquele regime de semiescravidão. Então, eu fiquei com três hérnias de disco muito precocemente _ contou Marina

_ E aquele cesto que a senhora carregava nas costas, com a mandioca para fazer farinha, eles estão carregando, os índios que a gente visita carregam ainda _ disse Plínio dizendo que as condições de vida na reserva Chico Mendes continuam muito ruins, só que o patrão hoje é o ICMbio, que administra a Resex.

_ A senhora falou que viveu num regime de semiescravidão no seringal. Perfeito, conseguiu sair disso e ser uma pessoa de sucesso que é hoje, mas esse pessoal está no regime de semiescravidão em 2023. O doente sai, ministra, em rede. Rede, como saía lá no seringal, quando a senhora era criança _ disse Plínio.

Mostrando irritação com os questionamentos de senadores da CPI que a acusaram de ter sua credibilidade internacional usada contra os interesses do Brasil, Marina avisou que as ações de comando e controle no País vão continuar enquanto houver ilegalidade. Sempre voltando em questões já tratadas com discursos repetidos, provocou a intervenção do presidente da Comissão, senador Plínio Valério para deixar claro que ela não estava discursando na COP do Clima em Dubai, para onde viaja essa semana.

_ Ministra desculpa. Isso aqui não é a COP. Isso aqui é a CPI das ONGs _ interveio Plinio.

Acompanhando o depoimento, o líder do governo, senador Jaques Wagner (PT-BA) defendeu um meio termo entre o radicalismo ambiental e o desenvolvimento da infraestrutura no País.

_ Há coisas que são intocáveis, essas são intocáveis, e há coisas que, ao invés de dizer, “não pode”, como acho que a própria Ministra falou aqui, é melhor dizer “como pode”. Eu fui Governador de Estado e não obstruí investimentos que chegaram lá. Eu fui o primeiro a fazer auto licenciamento _ defendeu Jaques Wagner.

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

29/01
12:18

ALERTA DE BOLSONARO

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro alertou sobre políticos que estariam considerando mudar para o PL visando vantagens nas eleições municipais, deixando claro que seu grupo político não os apoiará. Ele ressaltou a vigilância dos eleitores de direita, destacando que não serão facilmente enganados. Coronel Alfredo Menezes reforçou esse aviso, direcionando aos “espertinhos que se fingem de direita”. Ele enfatizou ainda mais a mensagem, acrescentando referência indireta ao prefeito de Manaus, David Almeida, chamando-o de “pintor melancia oportunista”.

29/01
11:18

REFERÊNCIA

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro se defendeu de acusações de operar um suposto sistema de inteligência paralelo. Ao esclarecer sua “inteligência paralela”, ele relevou sua comunicação direta com o Coronel Alfredo Menezes no Amazonas, especialmente em situações críticas, como os incêndios na Amazônia. “Quando falei sobre minha inteligência paralela, quem é essa inteligência paralela? Tem um problema, está pegando fogo lá no Amazonas. Eu ligo para o coronel Menezes, certo? Menezes, como está essa questão dos incêndios aí? Porque a imprensa não está divulgando. E o cara me fala.”, declarou.

Ver mais >>

Programas