AO VIVO

Deputados federais se unem para suspender decreto de Lula que barra direito de uso de armas esportivas

‘Bancada da Bala’ organiza contra-ataque para reverter prejuízos ao tiro esportivo

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

PAÍS

Deputados federais que integram a “Bancada da Bala” reuniram-se na manhã desta quarta-feira (8) para organizar um contra-ataque aos decretos do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que barraram as regras de acesso a armas e novos registros para caçadores, atiradores e colecionadores (CACs), instituídos por seu antecessor, Jair Bolsonaro (PL).

O encontro aconteceu na casa do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e contou com a presença de parlamentares do PL, entre eles Eduardo Bolsonaro, André Fernandes, Nikolas Ferreira e Paulo Bylinskyj, além do Coronel Assis (União Brasil) e do Sargento Fahur (PSD).

“Vamos tratar de armas de fogo, PDL [projeto de lei] e suspensão do decreto de Lula. Só pau na esquerda”, disse Bylinskyj em vídeo nas redes sociais. “Essa é uma luta nossa. Todo brasileiro tem direito a autodefesa, para defender a família, o patrimônio e a vida do cidadão”, complementou Assis.

Em um dos registros, Eduardo Bolsonaro aparece apresentando as questões a Lira, como um porta-voz do grupo, que deve traçar estratégias e buscar soluções e ações para o tema.

Prejuízos ao esporte

As restrições impostas para o acesso a armamentos e munições no Brasil, após o Decreto 11.366/2023, assinado por Lula, trouxeram impactos aos praticantes de tiro esportivo. Logo que assumiu o mandato, o pestista revogou total ou parcialmente sete decretos do governo Bolsonaro, além de ter baixado novas diretrizes gerais sobre a política de acesso a armas e munições.

A modalidade foi a primeira a garantir ao País uma medalha de ouro na história dos Jogos Olímpicos, mas para os atletas e entidades representativas, a nova regulamentação demonstra preconceito e falta de reconhecimento com o esporte. “Somos favoráveis à regulamentação, desde que não haja prejuízo ao esporte”, afirmou, à época, o presidente da Confederação Brasileira de Tiro Esportivo (CBTE), Jodson Edington.

Conforme explicou Edington, a suspensão da emissão de novos Certificados de Registro (CR) prejudica o início no esporte por novos atletas. Já sobre os atletas veteranos, a nova regulamentação reduziu de 5.000 para 600 o número de munições que podem ser adquiridas por ano, mas há modalidades em que essa quantidade é utilizada em apenas uma única etapa.

“Houve também uma redução drástica na quantidade mensal de munições que possam ser repassadas para os atletas pelos clubes [50 unidades], para utilização exclusiva nas etapas, uma vez que a quantidade necessária não pode ser transportada de avião. E o deslocamento por carro na maioria das vezes é impossível em razão da distância”, acrescentou o presidente da CBTE.

Além disso, outras duas mudanças que impactaram diretamente os atiradores esportivos: a proibição da aquisição de insumos para recarga de munições; e a proibição de armas com calibre restrito, necessárias para algumas modalidades.

Foto: Reprodução/Redes sociais

 

 

 

 

#Deputados bancada da bala decretos de armas #Lula

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

28/02
17:10

DAVID E VALDEMAR?

Esta semana, cresceram as especulações de que o prefeito David Almeida se encontraria com o presidente nacional do PL para supostamente tratar do seu ingresso à legenda de Bolsonaro. Nem ontem nem hoje aconteceu encontro algum, de acordo com a agenda de Valdemar da Costa Neto até esta quarta-feira (28). Fala-se até em uma chapa encabeçada por David, com o deputado Alberto Neto como vice; no entanto, Neto afirmou em entrevista nesta terça-feira (27) que é o pré-candidato da direita em Manaus e conta com o apoio do ex-presidente.

23/02
15:04

“FORA DA CURVA”

“Amom é um político ‘fora da curva’, diferenciado e um grande fenômeno no estado do Amazonas. Agregar apoio político e popular aos 23 anos de idade é algo que ocorre de tempos em tempos.” O comentário foi feito na manhã desta sexta-feira (23), no evento de lançamento da pré-candidatura do deputado federal Amom Mandel (Cidadania) a prefeito de Manaus, à reportagem do site O Poder.com pelo experiente político e membro do PSDB-AM, Humberto Michiles.

23/02
14:46

VICE DE AMOM?

O pré-candidato oficial da Federação PSDB-Cidadania, deputado federal Amom Mandel, tem a liberdade de escolher quem será seu vice na chapa à prefeitura de Manaus, sem nenhuma intervenção dos partidos e apoiadores de sua campanha. A afirmação foi feita pelo senador Plínio Valério, presidente da federação, em entrevista ao site OPoder.com. Amom afirmou que as conversas estão avançadas, mas ainda não há um nome definido.

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

Ver mais >>

Programas