AO VIVO

Deputados batem boca na Aleam sobre caso de envolvimento do prefeito de Manaus com facções

O possível envolvimento do prefeito David Almeida foi divulgado no passado, em um relatório veiculado em reportagem no site Metrópoles

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

MANAUS | AM

Os deputados estaduais Wilker Barreto (Cidadania) e Daniel Almeida (Avante) protagonizaram uma discussão acalorada, nesta quinta-feira (16), sobre o caso que apontou, em 2022, a existência de uma aliança entre o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), e a facção criminosa Comando Vermelho (CV).

O possível envolvimento do gestor foi divulgado no passado, em um relatório veiculado em reportagem no site Metrópoles, que sugere que a campanha do político, em 2020, tenha destinado cerca de R$ 70 mil aos integrantes da facção. A denúncia foi levada para debate na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), nesta quinta-feira, pelo deputado Wilker Barreto, que cobra investigações.

Entenda

O possível envolvimento do prefeito de Manaus com a facção ganhou repercussão nacional em outubro do ano passado. Segundo reportagem do site Metrópoles, a denúncia está contida em relatório de inteligência elaborado pela Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência da Secretaria de Estado de Segurança Pública de Manaus, obtido com exclusividade pela coluna Na Mira.

A reportagem mostra que a possível existência de um elo entre os então candidatos a prefeito e vice-prefeito, David Almeida e Marcos Rotta e os narcotraficantes aparece em uma gravação obtida por quebra telemática em um aparelho apreendido. No áudio registrado em outubro de 2020, segundo o site, um servidor da prefeitura fala supostamente com um assessor de David Almeida e Marcos Rotta, a fim de marcar reunião no sentido de acertar valores para compra de votos, conforme sugere a apuração.

Em sessão na Aleam nesta quinta, Barreto mostrou o título da reportagem do Metrópoles e questionou a falta de apuração sobre o caso. “Eu não estou adentrando se o relatório tem ou não veracidade. Estou querendo entender o porque que o relatório de uma inteligência concluso no dia 4 de novembro de 2020, ou seja, em pleno período eleitoral, não foi encaminhado ao Ministério Público Eleitoral ? Por que esse relatório só foi encaminhado em junho de 2021 ao órgão ministerial? Quem prevaricou? Se vai apontar veracidade ou não, precisa de investigação. O que estou querendo cobrar é em que pé se encontra a investigação”, declarou.

whatsapp image 2023 02 16 at 15.27.20

Em seguida, durante grande expediente, o parlamentar também fez críticas ao programa ‘Asfalta Manaus’, criado na atual gestão da Prefeitura de Manaus. Para o deputado, a iniciativa não possui transparência e tem serviço de péssima qualidade. Wilker Barreto chega convocar Daniel Almeida, dando espaço para o colega “apartear” as falas, se este quisesse.

Em um primeiro momento, Daniel Almeida afirma: “não vou apartear, não quero discussão. Esta casa não é para isso”. Wilker, por outro lado, insiste: “Se vossa excelência não quer debater comigo, eu é que não sou plateia. O momento é agora, porque este deputado aqui está acusando formalmente a prefeitura de Manaus de estar lesando o contribuinte e estou trazendo as provas”.

Já durante tempo de fala do Avante, Daniel Almeida decide responder Wilker Barreto e ironiza o deputado, citando que o colega de parlamento tem diversos processos na Justiça, inclusive, por calúnia. O irmão do prefeito chamou Barreto do Cidadania de “Leão de chácara”, quando Wilker Barreto atuava na gestão do ex-prefeito Arthur Virgílio Neto (PSDB).

“O ‘leão de chácara’ que a gente vê aqui era um ‘gatinho’. Quando é com os amigos dele, ele se cala. E agora, com o período eleitoral, que está se aproximando, por motivos eleitoreiros vem caluniar o prefeito que mais trabalhou nessa cidade. Mas é assim mesmo, a gente já conhece seu modus operante, seu Wilker. Vou usar as suas frases para entrar com um processo administrativo contra o senhor na Comissão de Ética, porque não é a primeira vez que o sr. ofende pessoas por motivos eleitoreiros”, rebateu.

O bate boca dura praticamente durante todo o tempo de pronunciamento dos deputados no grande expediente, que tem 20 minutos. Daniel, apesar de reforçar que a Aleam não é “lugar de intrigas e sim para tratar de assuntos destinados à melhorias” do Amazonas, conclui sua declaração pedindo para que Wilker Barreto “vire homem”.

“Diante da grave denúncia que fez ao meu irmão, prefeito dessa cidade, de querer falar que nós temos envolvimento com o tráfico de drogas, você passou dos limites e isso não se faz com famílias, isso não se faz com pessoas! Se o senhor quiser ser prefeito dessa cidade, se candidate. Se o povo votar, o senhor vai ser prefeito. O sr. não precisa atacar famílias, não precisa mexer nem caluniar famílias. Seja homem, sejam homem, deputado. Honre a sua mãe!”, conclui Almeida.

Lá e cá

Em seguida, a discussão é interrompida pelo presidente em exercício da sessão, o deputado Delegado Pablo (União Brasil). “Eu peço aos nobres colegas que mantenham um debate saudável e respeitoso entre vocês dois”.

Wilker Barreto, no entanto, volta a entrar no assunto: “O que eu faço aqui, vossa excelência não tem coragem de fazer. Eu não caluniei seu irmão. Se a verdade dói, paciência. Se não quiser debater comigo, denuncie”.

“O que este deputado está cobrando aqui investigação. Agora, se vossa excelência quer gastar o papel e mandar para Comissão de Ética, pode ficar à vontade”, continou

Ao final, Wilker acusa Daniel Almeida de atuar na Aleam à mando do irmão: “Se vossa excelência não tiver tamanho para debater, eu não perco meu tempo. Estou aqui para debater! Não nego que fui líder do Amazonino, que fui líder do Arthur [Virgílio Neto] e que também já briguei com os dois; porque na minha mão ninguém pega. O meu [mandato], deputado, é do povo. O seu pertence ao seu irmão, que usou uma máquina de prefeitura para lhe colocar aqui”, disparou.

 

#Deputados discussão #Amazonas #aleam

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

29/01
12:18

ALERTA DE BOLSONARO

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro alertou sobre políticos que estariam considerando mudar para o PL visando vantagens nas eleições municipais, deixando claro que seu grupo político não os apoiará. Ele ressaltou a vigilância dos eleitores de direita, destacando que não serão facilmente enganados. Coronel Alfredo Menezes reforçou esse aviso, direcionando aos “espertinhos que se fingem de direita”. Ele enfatizou ainda mais a mensagem, acrescentando referência indireta ao prefeito de Manaus, David Almeida, chamando-o de “pintor melancia oportunista”.

29/01
11:18

REFERÊNCIA

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro se defendeu de acusações de operar um suposto sistema de inteligência paralelo. Ao esclarecer sua “inteligência paralela”, ele relevou sua comunicação direta com o Coronel Alfredo Menezes no Amazonas, especialmente em situações críticas, como os incêndios na Amazônia. “Quando falei sobre minha inteligência paralela, quem é essa inteligência paralela? Tem um problema, está pegando fogo lá no Amazonas. Eu ligo para o coronel Menezes, certo? Menezes, como está essa questão dos incêndios aí? Porque a imprensa não está divulgando. E o cara me fala.”, declarou.

Ver mais >>

Programas