AO VIVO

Deputado federal apresenta projeto que barra normativa do INSS sobre empréstimo consignado

Aproximadamente 8 milhões de aposentados serão diretamente prejudicados por estes novos critérios estabelecidos pelo INSS.

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

LEGISLATIVO |

Nesta quinta-feira, 16, o deputado federal, Capitão Alberto Neto (PL/AM), apresentou projeto que susta os efeitos da Instrução Normativa nº 144, do Instituto Nacional do Seguro Social, publicada no dia 15 de março, que estabelece critérios e procedimentos operacionais relativos à consignação de descontos para pagamento de crédito consignado contraídos nos benefícios pagos pelo INSS.

De acordo com o parlamentar a medida visa diminuir, artificialmente, os juros nas operações de crédito consignado para 1,70%, e isso compromete a linha de crédito até mesmo em bancos públicos, pois não corresponde a um cálculo real de valores e prejudica a viabilidade de oferta do crédito, principalmente para os correspondentes bancários que praticam juros mais acessíveis para aposentados e pensionistas.

“O empréstimo consignado é um produto oferecido em praticamente todos os bancos brasileiros, incluindo as cooperativas de crédito. Com ele o aposentado, pensionista, ou servidor público tem a chance de conseguir crédito barato no mercado, e pagar por meio de desconto direto no seu salário, esse é o grande benefício para o cidadão”, explicou.

Atualmente o Brasil possui cerca de 1.7 milhões de correspondentes bancários e aproximadamente 8 milhões de aposentados, que serão diretamente prejudicados por estes novos critérios estabelecidos pelo INSS.

“É uma escalada do governo contra o aposentado e o trabalhador. O fim do saque de aniversário do FGTS, a extinção do crédito do BPC, e agora o fim do crédito barato em nosso país, esses absurdos precisam ser combatidos pois tiram a oportunidade das pessoas de saírem de uma situação difícil e comprometem a qualidade de vida de centenas de famílias brasileiras”, enfatizou Alberto Neto.

Rede de apoio

Nas últimas semanas o parlamentar vem articulando em Brasília uma rede de cooperação para assegurar o direito ao crédito consignado com juros mais acessíveis e ainda a continuidade do trabalho quase dois milhões de correspondentes bancários em todo Brasil, visto que ambos vem sendo ameaçados com as recentes medidas econômicas tomadas pelo governo federal.

Na quarta-feira (15) Capitão Alberto Neto, com o apoio deputado federal, Vander Loubet (PT/MS), se reuniu com Ministro de Estado da Previdência Social Carlos Lupi, e apresentou a preocupação com as questões relacionadas à proposta de redução da taxa de juros “artificial”, eminente desemprego dos correspondentes bancários e oferta de crédito com juros muito altos para os aposentados.

“Conseguimos levar para o ministro a demanda do correspondente bancário, do aposentado, do risco que é baixar a taxa de juros sem a redução da Selic. O Ministro expôs motivos legítimos e esperamos que haja um entendimento para que o crédito continue sendo oferecido de forma justa para todos os aposentados e pensionistas”, destacou.

Alberto Neto, reforçou a importância do trabalho dos correspondentes para o acesso ao crédito, pois estão presentes em lugares onde os bancos já estiveram e nos locais onde nunca estiveram. Isso tudo a um custo infinitamente menor do que os bancos seriam capazes de operar, considerando toda a carga de custos de uma agência bancária.

“Com o custo de um bancário, o banco tem através do correspondente, entre 5 e 6 agentes. Os correspondentes não são intermediários e não encarecem a distribuição de produtos financeiros, muito pelo contrário, o fazem de maneira mais econômica e social para todos os consumidores. Graças a essa imensa rede em todo o território nacional, mais de 50% dos aposentados são atendidos em suas necessidades”, disse.

Com informações de assessoria*
Foto: Divulgação

deputado federal projeto INSS barrar

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

23/02
15:04

“FORA DA CURVA”

“Amom é um político ‘fora da curva’, diferenciado e um grande fenômeno no estado do Amazonas. Agregar apoio político e popular aos 23 anos de idade é algo que ocorre de tempos em tempos.” O comentário foi feito na manhã desta sexta-feira (23), no evento de lançamento da pré-candidatura do deputado federal Amom Mandel (Cidadania) a prefeito de Manaus, à reportagem do site O Poder.com pelo experiente político e membro do PSDB-AM, Humberto Michiles.

23/02
14:46

VICE DE AMOM?

O pré-candidato oficial da Federação PSDB-Cidadania, deputado federal Amom Mandel, tem a liberdade de escolher quem será seu vice na chapa à prefeitura de Manaus, sem nenhuma intervenção dos partidos e apoiadores de sua campanha. A afirmação foi feita pelo senador Plínio Valério, presidente da federação, em entrevista ao site OPoder.com. Amom afirmou que as conversas estão avançadas, mas ainda não há um nome definido.

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

Ver mais >>

Programas