AO VIVO

Débora Menezes repudia expulsão de Coronel Menezes do PL em Manaus: ‘processo obscuro’

A parlamentar, que é presidente do PL Mulher Manaus, denunciou o processo estabelecido contra o coronel da reserva do Exército e a sua expulsão, que teria sido permeada por uma vontade pessoal do parlamentar do deputado federal, Capitão Alberto Neto (PL)

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Na manhã desta quinta-feira (24) na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), a deputada Débora Menezes (PL) repudiou a expulsão do vice-presidente estadual do PL no Amazonas, coronel Alfredo Menezes, dos quadros do partido no estado.

A parlamentar, que é presidente do PL Mulher Manaus, denunciou o processo estabelecido contra o coronel da reserva do Exército e a sua expulsão, que teria sido interposta por uma vontade pessoal do deputado federal, Capitão Alberto Neto (PL).

“Eu repudio totalmente o processo, como foi conduzido, um processo totalmente obscuro, um processo sem direito ao contraditório, sem direito a ampla defesa. Nós, como parlamentares, não podemos aceitar uma expulsão vinda de um processo conduzido como esse, porque isso não representa nem a democracia e muito menos a direita.”, disse a deputada.

A parlamentar observou que o Coronel Alfredo Menezes obteve 737 mil votos quando concorreu ao Senado Federal em 2022, e que a decisão com suposto vícios fere também a democracia. Ela também diz que o fato ocorre em um momento em que a direita é extremamente atacada e precisa de união. Para ela, Alberto Neto persegue o próprio colega de partido e principal liderança do ex-presidente Jair Bolsonaro no Amazonas.

“O capitão Alberto Neto não pode ignorar mais de setecentos e trinta e sete mil votos obtidos em todo o Amazonas pelo coronel Menezes. E é nesse momento onde a direita mais vem sendo atacada, que tem parlamentares estaduais, parlamentares federais, senadores, sendo cassados, né? Sendo presos e sendo perseguidos politicamente. A gente tem uma decisão vindo da caneta de uma pessoa que se diz de direita, de dentro do PL, perseguindo o principal aliado político e o principal representante do presidente Bolsonaro aqui no Amazonas.”

Débora Menezes continuou o seu raciocínio. Disse que se questiona a quem de fato interessa tal decisão e quem se importa com a direita. A parlamentar ainda observou o fato de Alberto Neto ser um dos deputados federais que votaram a favor da aprovação do projeto do novo arcabouço fiscal, que substituirá o atual teto de gastos do governo, contrariando a direita em relação à referida pauta.

“Porque eu já achava estranho o fato do capitão Alberto Neto financiar alguns blogues de esquerda, blogues comunistas que todos os dias batem no (ex-) presidente Bolsonaro, e agora um dia depois da votação do arcabouço fiscal no qual ele votou favorável, que era uma pauta inegociável para a direita, eles deram um cheque em branco para o Governo Federal pra gastar muito mais do que arrecada, vem uma decisão como essa por um motivo ínfimo que seria a liberdade de expressão.”, concluiu.

Menezes vai recorrer da decisão

Após ser expulso do Partido Liberal em Manaus, o coronel Alfredo Menezes, classificou a decisão como esdrúxula, absurda e descontextualizada.

Ele observou que a decisão do Diretório Municipal do PL, comandado pelo deputado federal Capitão Alberto Neto, “já era esperada e não causou nenhuma surpresa. Permeada por uma vontade pessoal do parlamentar.”, declarou. “Vamos buscar as instânciais superiores do partido para reverter essa decisão.”, acrescentou.

Principal liderança do ex-presidente Jair Bolsonaro no Amazonas, Coronel Menezes é pré-candidato à prefeitura de Manaus em 2024. O coronel da reserva do Exército Brasileiro inclusive já conta com o apoio de Bolsonaro. Alberto Neto também é apontado como pré-candidato a prefeito da capital. Portanto, uma clara disputa interna do partido.

Veja também:

 

É proibida a reprodução destes conteúdos.

 

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

22/07
12:28

INVESTIMENTO MORADIAS

O governador Wilson Lima pagou cinco milhões e quinhentos mil reais para cento e setenta e oito famílias das comunidades Sharp e Manaus 2000, no Programa Amazonas Meu Lar, na última quinta-feira (18). O pagamento inclui bônus de sessenta mil reais, auxílio de seis mil e seiscentos reais e bolsa moradia de três mil e trezentos reais. A ação faz parte do Prosamin+, que já reassentou mais de mil e trezentas famílias e investiu cento e vinte e dois milhões de reais desde 2022. A próxima fase do programa, iniciada em 15 de julho de 2024, oferece subsídios para entrada em imóveis financiados com FGTS.

22/07
12:22

PROPOSTA DE CIDADE

Projeto de Lei nº 014/2024, do deputado Roberto Cidade (União Brasil), propõe criar as Comunidades Turísticas Sustentáveis (CTS) e o Selo Amazonense de Turismo Sustentável na Assembleia Legislativa do Amazonas. O objetivo é promover o turismo sustentável e apoiar as comunidades locais, oferecendo benefícios como linhas de crédito e capacitação técnica. O selo terá validade determinada pelo Executivo e precisará ser renovado periodicamente.

22/07
12:22

GASTO NO CAREIRO

A Prefeitura de Careiro da Várzea destinou quase R$ 250 mil para a reforma da Unidade Básica de Saúde Lucilene Batista do Vale, contratando a empresa P.R. Serviços de Reformas Prediais Ltda. O contrato foi assinado pelo prefeito Pedro Duarte Guedes em 8 de julho de 2024. A empresa tem capital social de R$ 10,5 mil e está localizada em Manaus, atuando na reforma predial. O contrato inclui a emissão da nota de empenho pela Secretaria Municipal de Finanças e a publicação dos documentos necessários no Diário Oficial e no Portal Nacional de Contratações Públicas (PNCP).

22/07
12:20

MULHERES NO PARLAMENTO

Beruri, no Amazonas, é uma das 45 cidades brasileiras com maioria feminina no parlamento municipal em 2020, sendo a única do estado com essa característica. Das 5,5 mil cidades do país, menos de 1% têm maioria feminina nas câmaras municipais. A Câmara de Beruri conta com 9 parlamentares, dos quais 5 são mulheres. Apesar das mulheres serem maioria no eleitorado e em cargos de mesários, a representatividade feminina na política é limitada.

22/07
12:19

APAGÃO VIRTUAL

Nesta sexta-feira (19), um apagão cibernético global, causado por um problema com a empresa de segurança cibernética CrowdStrike, afetou empresas e serviços em vários países, incluindo o Brasil. No país, os problemas começaram a ser reportados às 8h, impactando serviços da Microsoft e sistemas de bancos como Bradesco, Banco do Brasil, Neon, Next e Banco Pan. A Azul Linhas Aéreas também informou possíveis atrasos em voos devido a falhas no sistema de reservas.

Ver mais >>

Programas