AO VIVO
Legislativo - 04 de agosto de 2021
Foto:

Bancada do Amazonas, em Brasília, diverge sobre a votação da PEC do voto impresso auditável

Marcelo Ramos (PL), Bosco Saraiva (Solidariedade) , Capitão Alberto Neto (Republicanos) e Sidney Leite (PSD), integrantes da bancada do Amazonas, em Brasília, falam sobre voto impresso auditável

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM

Às vésperas da votação do texto do relator, deputado Filipe Barros (PSL-PR), sobre a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do voto impresso auditável, que ocorre nesta quinta-feira (5), em Brasília, os deputados federais do Amazonas Capitão Alberto Neto (Republicanos), Sidney Leite (PSD), Bosco Saraiva (Solidariedade) e Marcelo Ramos (PL) divergem sobre a possível mudança.

Marcelo Ramos, que é vice-presidente da Câmara Federal, classifica Bolsonaro como “fanfarrão”, principalmente, em relação a atitude de dizer que não ocorrerão eleições em 2022, caso a PEC do voto impresso auditável não passe pelo Poder Legislativo. “Teremos eleição e o eleito será empossado. Não é a vontade do presidente que diz como será a eleição, é a Constituição. Só o Legislativo pode decidir isso e decidirá amanhã (quinta-feira), mantendo o atual sistema de votação”, afirmou Ramos.

Para o deputado Bosco Saraiva, “quem define as eleições no Brasil é Constituição Federal e o resto é fofoca”. A resposta dele vai de encontro com a fala de Bolsonaro, que afirma que não acontecerá o pleito no ano que vem se a proposta do voto auditável não passar pela Câmara.

O deputado federal Sidney Leite destacou, por meio da assessoria de imprensa, que é a favor do voto auditável, mas sobre o voto impresso têm ressalvas. Segundo o parlamentar, o Brasil já viu que o voto impresso era a pior coisa que o País tinha relacionado à corrupção.

“Sou a favor de tudo aquilo que a gente possa inibir a corrupção. Temos histórias de candidato que dormiu eleito e acordou derrotado, faltando pouca coisa para ser apurado. Isso é inaceitável. Nós não podemos retroceder. Ainda mais em um momento como esse em que muito se fala de fraude, mas sem nenhuma comprovação”, disse Leite.

Ainda de acordo com Leite, a urna eletrônica dá transparência e segurança. “Se nós pudermos melhorar, se tivermos instrumento nessa direção de aperfeiçoamento, que façamos. Mas, voto impresso, não. Isso é uma coisa muito temerária, muito perigosa. Precisamos buscar outras soluções para melhorar o sistema, garantir a transparência e, se for o caso, auditar. Sou contra esta proposta de voto impresso, sou a favor da lisura e da transparência do voto. Dizer que o voto impresso vai garantir a auditoria do voto é um erro. Pelo contrário, o voto impresso abriria mais brechas para a corrupção eleitoral”, frisou o parlamentar.

Proteção e fortalecimento

Segundo o parlamentar Capitão Alberto Neto, a PEC do voto impresso auditável não é um ataque a democracia, muito pelo contrário é uma proteção e fortalecimento dela. “Você ter a contra-prova, ter o poder de auditar publicamente os votos, a população ter a certeza de que o mais votado vai vencer a eleição e vai governar o nosso País, vai virar senador, deputado, isso é importante. Nós sabemos que os meios eletrônicos tem suas falhas e precisamos aperfeiçoar”, informou o deputado federal.

Alberto Neto ressalta que o Judiciário tem que se ater ao que o Congresso votar, e não ficar fazendo militância política. O deputado federal explica que o embate entre o Judiciário e o Poder Executivo, e até mesmo com o Legislativo, não é bom para a democracia brasileira. “Nós precisamos parar com isso. É muito ruim o ministro Roberto Barroso abrir um inquérito contra o presidente e tornar o nosso presidente inelegível, enquanto, um corrupto que foi condenado em segunda instância, o ex-presidente (Lula), o Supremo o tornou elegível”, disse.

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

25/03
11:15

AFASTAMENTO DE SECRETÁRIO

O vereador Capitão Carpê utilizou a tribuna nesta segunda-feira (25) para solicitar ao prefeito David Almeida o afastamento do Secretário de Comunicação do município, Israel Conte. Carpê se baseia no fato de que o motorista do portal O Abutre confirmou à polícia o recebimento de dinheiro em espécie na prefeitura durante seu depoimento.

20/03
20:29

RAIFF NO UNIÃO

O vereador Raiff Matos (Democracia Cristã) deverá mudar de partido nos próximos dias. O parlamentar, que integra a base conservadora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), está prestes a se juntar às fileiras do União Brasil. A confirmação foi feita na manhã desta terça-feira (19) à reportagem do site O Poder.com pelo vereador Diego Afonso (UB), líder da bancada na Câmara Municipal.

20/03
11:45

FAUSTO JR. NA CMM

Na manhã desta terça-feira (19), o deputado federal licenciado e atual secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Fausto Júnior, esteve visitando a Câmara Municipal de Manaus, onde cumprimentou os vereadores. Após saudar os parlamentares, Fausto se reuniu a portas fechadas com o vereador Diego Afonso (UB). Questionado pela reportagem do site O Poder.com sobre a motivação da visita à câmara, o deputado afirmou que se tratava apenas de uma visita de “cortesia”.

13/03
11:21

BELÃO NO COMANDO

Cotado para concorrer à prefeitura de Fonte Boa nas Eleições de 2024, o ex-deputado estadual Belarmino Lins, mais conhecido como ‘Belão’, assumiu o comando do diretório do partido União Brasil naquele município. Belão, após 32 anos de vida pública e oito mandatos consecutivos na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), decidiu abandonar a política, mas agora almeja a prefeitura de Fonte Boa.

05/03
16:31

REPRESENTANDO A DIREITA

Depois que o prefeito David Almeida (Avante) afirmou que continuaria em seu partido e não ingressaria mais no Partido Liberal (PL), apesar das tentativas com os caciques regional e nacional da sigla, Alfredo Nascimento e Valdemar da Costa Neto, o pré-candidato do partido em Manaus, o deputado federal Capitão Alberto Neto, intensificou sua pré-campanha nas redes sociais. Um card com a imagem de Alberto Neto e do ex-presidente Jair Bolsonaro, acompanhado da mensagem “Estou preparado para Manaus”, passou a circular.

Ver mais >>

Programas