AO VIVO
Legislativo - 03 de dezembro de 2023
Foto: Déborah Arruda/ Assessoria de imprensa

Amom denúncia má qualidade do ar na Amazônia e omissão de governos

O parlamentar destacou a negligência do Estado Brasileiro diante da crise, anunciando a entrega do relatório à ONU para medidas urgentes

Por: Leon Furtado
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

O deputado federal Amom Mandel (Cidadania) apresentou, neste domingo (03), durante a 28ª Conferência das Partes preocupações significativas sobre a postura negligente do Estado Brasileiro frente à crise na qualidade do ar na Amazônia, no lançamento da campanha “Bancada pelo Planeta”. O parlamentar planeja entregar o relatório resultante dessa denúncia às principais autoridades internacionais das Nações Unidas. A iniciativa “Bancada pelo Planeta”, liderada pela Frente Parlamentar dos Direitos Indígenas e Ambientalistas do Brasil, busca abrir diálogo no parlamento sobre a contribuição efetiva no enfrentamento das mudanças climáticas e avaliar os possíveis resultados da COP para a preservação da Amazônia.

Mandel destacou a importância da observância dos direitos humanos universais e a necessidade de cooperação internacional. No discurso, o deputado ressaltou que o relatório não procura apontar responsáveis individuais, reconhecendo a complexidade do problema, mas visa unir esforços de países e indivíduos preocupados com a pauta, para evitar violações dos direitos humanos frequentemente debatidos nas conferências da ONU. Ele expressou a esperança de que tais direitos deixem de ser meras palavras escritas para se tornarem ações concretas.

O parlamentar ainda enfatizou no documento que há falhas de todas as esferas de governo, evidenciando omissões na proteção ambiental e combate ao ar tóxico na região amazônica, especialmente nos Estados do Amazonas e Pará nos últimos meses. Ele relacionou esse quadro à ausência do Estado Brasileiro na Amazônia, resultando em queimadas e incêndios florestais conduzidos por organizações criminosas, que levaram à contaminação do ar na maior cidade amazônica.

No âmbito das ações propostas, Mandel defendeu medidas imediatas, como a formal solicitação de apoio internacional pelo Governo Federal e investimentos urgentes dos governos estaduais do Amazonas e Pará em ações preventivas e estratégias de adaptação às mudanças climáticas.

Sobre a Bancada do Planeta

Além de Amom e da deputada federal Célia Xacriabá (Psol-MG), a Bancada é formada pela deputada alemã Kathrin Henneberger (Aliação 90/Os Verdes), pelos deputados federais Guilherme Boulos (Psol-SP), Camila Jara (PT-MS), Nilto Tatto (PT-SP), Flávia Morais (PDT-GO), Carol Dartora (PT-PR), Duda Salabert (PDT-MG), Airton Faleiro (PT-PA), Elcione Barbalho (MDB-PA), Marcon (PT-RS), Socorro Neri (PP-AC) e os senadores Leila Barros (PDT-DF), Augusta Brito (PT-CE), Alessandro Vieira (MDB-SE) e Eliziane Gama (PSD-MA).

A agenda da Bancada tem como principal objetivo apoiar as campanhas dos parlamentares e das redes globais existentes. Isso será feito através da divulgação de iniciativas bem-sucedidas e do estímulo à apresentação de novos projetos. O objetivo final é pressionar para que as metas estabelecidas pelos governos nos próximos dois anos sejam transformadas em leis.

Além disso, a Bancada buscará fortalecer projetos e propostas para a COP 30, em parceria com a sociedade civil. O objetivo é ampliar sua capacidade de influência nos processos de organização e nas negociações da conferência em Belém. Através dessa parceria, a Bancada pretende ter um papel mais ativo na definição das políticas e ações relacionadas às mudanças climáticas.

Bancada Planeta COP28 Nações Unidas Amazônia Climática #Amom Mandel Fumaça Desmatamento onu crise

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

23/02
15:04

“FORA DA CURVA”

“Amom é um político ‘fora da curva’, diferenciado e um grande fenômeno no estado do Amazonas. Agregar apoio político e popular aos 23 anos de idade é algo que ocorre de tempos em tempos.” O comentário foi feito na manhã desta sexta-feira (23), no evento de lançamento da pré-candidatura do deputado federal Amom Mandel (Cidadania) a prefeito de Manaus, à reportagem do site O Poder.com pelo experiente político e membro do PSDB-AM, Humberto Michiles.

23/02
14:46

VICE DE AMOM?

O pré-candidato oficial da Federação PSDB-Cidadania, deputado federal Amom Mandel, tem a liberdade de escolher quem será seu vice na chapa à prefeitura de Manaus, sem nenhuma intervenção dos partidos e apoiadores de sua campanha. A afirmação foi feita pelo senador Plínio Valério, presidente da federação, em entrevista ao site OPoder.com. Amom afirmou que as conversas estão avançadas, mas ainda não há um nome definido.

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

Ver mais >>

Programas