AO VIVO
Poder Judiciário - 18 de junho de 2021
Foto:

Justiça determina suspensão imediata do retorno às aulas em três escolas de Maués (AM)

Manaus-AM- Liminar concedida pela 1.ª Vara da Comarca de Maués determina que o Estado do Amazonas suspenda imediatamente o retorno às aulas presenciais em três escolas no Município, a pedido da Promotoria, que constatou que as medidas previstas no protocolo para evitar o contágio pela covid-19 não vinham sendo cumpridas. A decisão foi prolatada em […]

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus-AM- Liminar concedida pela 1.ª Vara da Comarca de Maués determina que o Estado do Amazonas suspenda imediatamente o retorno às aulas presenciais em três escolas no Município, a pedido da Promotoria, que constatou que as medidas previstas no protocolo para evitar o contágio pela covid-19 não vinham sendo cumpridas.

A decisão foi prolatada em 16 de junho, pelo juiz Lucas Couto Bezerra, na Ação Civil Pública n.º 0600571-62.2021.8.04.5800, de autoria do Ministério Público do Amazonas, que informou o descumprimento do protocolo “Normas e Recomendações para o Retorno Gradual das Atividades Educacionais”, da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM).

Pela liminar, o Estado deve suspender o retorno às aulas presenciais nas seguintes unidades: Escola Estadual Clóvis Prado de Negreiros; Escola Estadual Professora Maria das Graças Nogueira e Escola Estadual Professora Santina Felizola.

Ao conceder o pedido, o juiz observou que “a situação demonstrada no Relatório de Visita apresentada pelo Ministério Público indica a probabilidade do direito alegado, qual seja a submissão de alunos, professores, trabalhadores e familiares de alunos a um maior risco de contágio pelo vírus sars-cov-2 em razão da má execução da política pública de retorno gradual das atividades educacionais pelo Governo do Estado do Amazonas no Município de Maués, especificamente nas escolas estaduais Clóvis Prado de Negreiros, Prof.ª Maria das Graças Nogueira e Prof.ª Santina Felizola”.

No prazo de 15 dias, o Estado deverá comprovar a implantação do aparato e de rotinas necessárias ao cumprimento das medidas de retorno seguro às aulas da rede estadual de ensino público, conforme protocolo elaborado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM).

Entre essas medidas, estão: presença de dispensadores de álcool em gel a 70% para higienização das mãos; limpeza diária com uso de solução desinfetante; higienização diária dos filtros de ar-condicionado; tapetes apropriados para desinfecção dos calçados; lixeiras exclusivas e identificadas para o descarte de máscaras e outros materiais potencialmente infectados; instalação de equipamentos que garantam a circulação de ar nas salas de aula tornando o ambiente arejado entre 200 C e 230 C.

Em caso de descumprimento da liminar, o juiz fixou multa diária de R$ 20 mil, com o aviso de que o descumprimento das determinações poderá ocasionar em fixação de multa pessoal ao governador, “por ato atentatório à dignidade da justiça, com fundamento no art. 77, IV, do CPC, em virtude dos prejuízos graves à vida e à saúde dos professores, colaboradores, alunos e seus familiares do município de Maués-AM”.

No processo, foi designada audiência de conciliação para o próximo dia 29 de junho, às 14h, sem prejuízo de as partes proporem acordo para antecipar à audiência, a fim de evitar mais danos aos direitos tutelados na ação, informou o magistrado.

 

*Site TJ-AM

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

18/07
14:40

CUSTA PROCESSUAIS

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) fixou uma tese em um Incidente de Resolução de Demandas Repetitivas (IRDR) sobre o recolhimento de custas processuais para citação em processos judiciais. A tese estabelece que a falta de pagamento das custas necessárias à citação configura ausência de pressuposto para o desenvolvimento regular do processo, permitindo sua extinção caso não haja regularização dentro do prazo estabelecido, sem necessidade de prévia intimação pessoal do autor. A decisão visa uniformizar o entendimento e garantir a segurança jurídica no TJAM.

18/07
14:38

PROJETO DE DÉBORA

A deputada estadual Débora Menezes apresentou o Projeto de Lei 372/2024 para fixar o critério do sexo biológico em testes físicos ou práticos de concursos públicos no Amazonas, visando garantir o princípio da isonomia. Segundo a proposta, os candidatos competiriam apenas com pessoas do mesmo sexo biológico nessas etapas, mantendo a concorrência justa sem interferir nas provas teóricas. Débora argumenta que isso preservaria a integridade das competições e evitaria desigualdades decorrentes de diferenças fisiológicas entre homens e mulheres.

18/07
14:37

“ESCOLA DA FLORESTA”

Nesta terça-feira, o governador Wilson Lima inaugurou a primeira Escola da Floresta do Brasil na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã, no interior do estado. A escola adota um conceito de sustentabilidade integral e um currículo inovador focado em educação ambiental. Lima enfatizou a importância de cuidar das comunidades locais para proteger a Amazônia, destacando a iniciativa como um modelo inspirador de desenvolvimento sustentável e educação integrada à conservação ambiental.

18/07
14:36

AUXÍLIO DO GOVERNO

O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou nesta terça-feira, o valor de R$ 30 mil como auxílio para reposição de moradias de cada uma das 18 famílias afetadas por um incêndio de grandes proporções no município de Nhamundá, no interior do estado. O sinistro, ocorrido na madrugada de segunda-feira, atingiu 14 residências e deixou 69 pessoas desabrigadas. O auxílio será pago por meio do programa Amazonas Meu Lar.

17/07
13:33

FOMENTO

O governador Wilson Lima assinou um protocolo de intenções com o Banco da Amazônia para impulsionar o setor primário e o empreendedorismo no Amazonas, com investimentos previstos de R$ 1,4 bilhão do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO). A iniciativa reforça o compromisso do governo com o desenvolvimento sustentável do estado, focando no apoio à agricultura familiar e outros setores produtivos.

Ver mais >>

Programas