AO VIVO

Justiça atende MPAM e obriga Hapvida a compensar falta de acessibilidade em suas clínicas

Atendendo a uma Ação Civil Pública (ACP) movida pelo Ministério Público do Amazonas (MPAM) em março deste ano, a Justiça determinou, no último dia (16), que a empresa HapVida faça adaptações nos prédios de suas clínicas para dotá-los de acessibilidade. Após denúncia de falta de acessibilidade nos edifícios da empresa na capital amazonense, o MPAM […]

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Atendendo a uma Ação Civil Pública (ACP) movida pelo Ministério Público do Amazonas (MPAM) em março deste ano, a Justiça determinou, no último dia (16), que a empresa HapVida faça adaptações nos prédios de suas clínicas para dotá-los de acessibilidade. Após denúncia de falta de acessibilidade nos edifícios da empresa na capital amazonense, o MPAM constatou a prática pela clínica de condutas que dificultavam o acesso de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida às consultas marcadas.

“Esse é um típico caso de acessibilidade apenas no papel. A clínica tinha, em tese, todas as medidas de acessibilidade para quem quisesse ser atendido, inclusive rampas e consultórios no andar térreo. No entanto, na prática, isso não acontecia plenamente. Temos o depoimento de duas testemunhas que compareceram à clínica e, mesmo com mobilidade reduzida, foram obrigadas a serem atendidas em andar superior com a necessidade de subir escadas. Como a consulta era de telemedicina, os equipamentos eletrônicos só se encontravam no andar superior e, na prática, a acessibilidade simplesmente não existia para esses pacientes”, disse o Promotor de Justiça Vitor Fonseca, titular da 42ª Promotoria de Justiça dos Direitos Humanos, Pessoa Idosa e Pessoa com Deficiência (42ª PRODHID).

Em resposta à ACP, a Justiça determinou que a Hapvida providencie a instalação de salas equipadas para consultas médicas por telemedicina em pavimentos térreos ou, como alternativa, que instale elevadores e/ou rampas de acesso nos edifícios comerciais no prazo máximo de 30 dias. Caso não seja viável em 30 dias, a clínica deve apresentar um projeto de engenharia/arquitetura em conformidade com as normas de acessibilidade, em especial a NBR 9050, que traz critérios e parâmetros para instalação de equipamentos e adaptação de espaços, tornando acessíveis para todas as pessoas. O não cumprimento resultará em multa diária de 10 mil reais, limitada a 30 dias/multa, bem como a possibilidade de responsabilização por crime de desobediência.

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

25/03
11:15

AFASTAMENTO DE SECRETÁRIO

O vereador Capitão Carpê utilizou a tribuna nesta segunda-feira (25) para solicitar ao prefeito David Almeida o afastamento do Secretário de Comunicação do município, Israel Conte. Carpê se baseia no fato de que o motorista do portal O Abutre confirmou à polícia o recebimento de dinheiro em espécie na prefeitura durante seu depoimento.

20/03
20:29

RAIFF NO UNIÃO

O vereador Raiff Matos (Democracia Cristã) deverá mudar de partido nos próximos dias. O parlamentar, que integra a base conservadora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), está prestes a se juntar às fileiras do União Brasil. A confirmação foi feita na manhã desta terça-feira (19) à reportagem do site O Poder.com pelo vereador Diego Afonso (UB), líder da bancada na Câmara Municipal.

20/03
11:45

FAUSTO JR. NA CMM

Na manhã desta terça-feira (19), o deputado federal licenciado e atual secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Fausto Júnior, esteve visitando a Câmara Municipal de Manaus, onde cumprimentou os vereadores. Após saudar os parlamentares, Fausto se reuniu a portas fechadas com o vereador Diego Afonso (UB). Questionado pela reportagem do site O Poder.com sobre a motivação da visita à câmara, o deputado afirmou que se tratava apenas de uma visita de “cortesia”.

13/03
11:21

BELÃO NO COMANDO

Cotado para concorrer à prefeitura de Fonte Boa nas Eleições de 2024, o ex-deputado estadual Belarmino Lins, mais conhecido como ‘Belão’, assumiu o comando do diretório do partido União Brasil naquele município. Belão, após 32 anos de vida pública e oito mandatos consecutivos na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), decidiu abandonar a política, mas agora almeja a prefeitura de Fonte Boa.

05/03
16:31

REPRESENTANDO A DIREITA

Depois que o prefeito David Almeida (Avante) afirmou que continuaria em seu partido e não ingressaria mais no Partido Liberal (PL), apesar das tentativas com os caciques regional e nacional da sigla, Alfredo Nascimento e Valdemar da Costa Neto, o pré-candidato do partido em Manaus, o deputado federal Capitão Alberto Neto, intensificou sua pré-campanha nas redes sociais. Um card com a imagem de Alberto Neto e do ex-presidente Jair Bolsonaro, acompanhado da mensagem “Estou preparado para Manaus”, passou a circular.

Ver mais >>

Programas