AO VIVO
Poder Judiciário - 29 de janeiro de 2024
Foto:

Corregedor Jomar Fernandes assume a Presidência do CCOGE, fazendo história para o Amazonas

Em seu discurso, Fernandes falou sobre o papel social das Corregedorias brasileiras e a união de todos os corregedores em prol da prestação jurisdicional.

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Primeiro amazonense a assumir o principal cargo do Colégio Permanente de Corregedoras e Corregedores-Gerais dos Tribunais de Justiça do Brasil, o desembargador Jomar Fernandes, corregedor-geral de Justiça do Amazonas, tomou posse na manhã desta segunda-feira (29/1), em Brasília, como presidente do CCOGE falando em desafios e no papel social dos órgãos correcionais do Judiciário brasileiro.

A cerimônia, realizada na sala das Sessões Plenárias do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), na capital federal, com a presença de diversas autoridades, incluindo ministros, governador do Amazonas e magistrados de todo o País, marcou também a posse dos demais integrantes da Comissão Executiva do CCOGE para o exercício 2024: a desembargadora Ana Bernadete Leite de Carvalho Andrade, do Tribunal de Justiça de Sergipe (1.ª vice-presidente); e os desembargadores Marcus Henrique Pinto Basílio, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (2.º vice-presidente); Leandro Crispim, do Tribunal de Justiça de Goiás (1.º secretário); Hamilton Mussi Corrêa, do Tribunal de Justiça do Paraná (2.º secretário); J.J. Costa Carvalho, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (1.º tesoureiro); Samoel Martins Evangelista, do Tribunal de Justiça do Acre (2.º tesoureiro). Os membros da Comissão Executiva têm mandato de um ano, podendo haver recondução uma única vez e para igual período.

Em seu discurso, o novo presidente do CCOGE, desembargador Jomar Fernandes, parabenizou o desembargador José Edivaldo Rotondano, que esteve à frente do colegiado nacional no ano passado, destacando a sua gestão moderna e interativa, reforçando a crença de que o papel das Corregedorias dos Tribunais de Justiça vai muito além da atividade disciplinar.

Fernandes disse ainda que os maiores desafios das Corregedorias consistem em desenvolver estratégias, ações e projetos que possam contribuir de maneira mais efetiva com a gestão do Judiciário. E lembrou dos programas estabelecidos pela Corregedoria Nacional de Justiça que evidenciaram o “necessário enfoque das Corregedorias para o viés social e para o resgate da cidadania”.

“Projetos como o ‘Solo Seguro’ e o ‘Registre-se’, tão bem-sucedidos em 2023 merecem aplausos e nos posicionam como agentes protagonistas na defesa da cidadania e na disseminação dos valores da solidariedade e da justiça”, declarou Fernandes, durante seu discurso de posse.

E finalizou enfatizando: “somos muitos corregedores e corregedoras vindos de todas as regiões do País, oriundos de realidades por vezes muito distintas, porém imbuídos do mesmo propósito, que nos une, nos fortalece e nos leva adiante”, completou o novo presidente do CCOGE.

O corregedor nacional de Justiça, ministro Luis Felipe Salomão, enviou mensagem de vídeo aos novos integrantes da Comissão Executiva. “Fiz questão de mandar essa mensagem, pois não pude estar presencialmente, mas desejo uma gestão plena de êxito a todos que agora assumem esta importante tarefa que é conduzir os destinos das Corregedorias-Gerais de Justiça do país, uniformizando entendimentos e isso é um trabalho fundamental para o Judiciário brasileiro”, observou o ministro.

Salomão comentou que a nova gestão é uma diretoria de muito talento e que tem acompanhado o trabalho dedicado e harmônico realizado pelos corregedores. “A atuação das Corregedorias vai muito além do trabalho disciplinar que, por si só, é relevante e contribui para uma melhor aplicação da Justiça. Correger significa apoiar a gestão dos tribunais e, harmonicamente, colaborar para a melhoria da prestação judicial”, declarou o ministro, enfatizando que os Tribunais de Justiça respondem por quase 70% da movimentação jurisdicional no Brasil. Ainda no vídeo, o ministro falou sobre os projetos nacionais como o Registre-se (Semana Nacional do Registro Civil voltado à emissão da certidão de nascimento a grupos populacionais vulneráveis) e Solo Seguro (Semana Nacional de Regularização Fundiária, ação que incentiva a regularização de terras na Amazônia Legal).

Solenidade

A solenidade de posse da nova Comissão Executiva do colegiado nacional para o exercício 2024 foi bastante concorrida, com diversas autoridades do Executivo e Legislativo do Amazonas e do Judiciário estadual e nacional.

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Mauro Campbell Marques, que também é amazonense, manifestou sua satisfação em ter mais um conterrâneo em posição de destaque dentro do cenário nacional do Judiciário. “Ser corregedor é uma missão muito difícil e o desembargador Jomar desempenha sua tarefa com muito zelo e fidalguia e, certamente, liderar o Colégio de Corregedoras e Corregedores será mais uma missão que um amazonense de boa cepa vai levar a contento”, disse.

A presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargadora Nélia Caminha Jorge, desejou uma gestão profícua a todos os novos dirigentes da Comissão Executiva para o exercício 2024. “Mais uma vez, o Tribunal de Justiça do Amazonas, por meio do nosso corregedor-geral, o desembargador Jomar Fernandes, desponta no cenário nacional e isso é muito gratificante para nós. É um cargo de muita responsabilidade e o desembargador Jomar é um magistrado muito experiente e desejamos a todos uma gestão profícua”.

O governador do Amazonas, Wilson Lima, enfatizou a experiência do amazonense Jomar Fernandes para o Colégio Permanente de Corregedoras e Corregedores-Gerais dos Tribunais de Justiça do Brasil. “A posse do desembargador Jomar Fernandes tem uma significância regional muito grande porque o colegiado nacional passa a ter um magistrado que vivencia a realidade amazônida, que conhece as nossas caraterísticas. Quem vive na nossa região sabe quais as dificuldades, os desafios que o nosso estado possui, especialmente para se fazer a Justiça chegar às pessoas que mais necessitam. Temos certeza que o desembargador Jomar Fernandes vai levar para o cenário nacional essa visão do nosso Estado, da dinâmica da Amazônia”.

Entre as autoridades presentes na cerimônia de posse, em Brasília, também estavam o ministro Reynaldo Fonseca, do Superior Tribunal de Justiça (STJ); ministro Augusto César Leite de Carvalho, do Tribunal Superior do Trabalho (TST); desembargador Cruz Macedo, presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios; os deputados federais Amon Mandel, Silas Câmara, Fausto Vieira dos Santos Júnior, Paudeney Avelino, Átila Lins – este representando a Bancada do Amazonas no Congresso Nacional, e Zeca Dirceu; os desembargadores Jorge Lins e Carla Reis, presidente e vice-presente do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE/AM), respectivamente; a juíza Rebeca de Mendonça Lima, magistrada auxiliar da Presidência do Conselho Nacional de Justiça (CNJ); a juíza Renata Gil, magistrada auxiliar da Corregedoria do CNJ; desembargador Flávio Dutra, do TJRJ, representando o Instituto IMB; além da vice-presidente do TJAM, desembargadora Joana dos Santos Meirelles; as desembargadoras Graça Figueiredo e Mirza Telma Cunha; os desembargadores Flávio Pascarelli, Cezar Bandiera, Délcio Santo e Abraham Peixoto; os juízes auxiliares da Corregedoria-Geral de Justiça do Amazonas Julião Sobral Júnior, Rafael Cró e Áldrin Henrique Rodrigues.

Também participaram da solenidade o presidente do Tribunal Regional do Trabalho – 11.ª Região (TRT11), desembargador do Trabalho Adaliphal Hildebrando da Silva; o defensor público-geral do Amazonas, Ricardo Paiva; a presidente do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE/AM), conselheira Yara Lins; o superintendente da Polícia Federal no Amazonas, Umberto Ramos; o presidente da Associação dos Magistrados do Amazonas (Amazon), Gildo Alves de Carvalho; o chefe da Casa Civil do Estado do Amazonas, Flávio Cordeiro Antony Filho; o controlador-geral do Amazonas, Jeibson Justiniano; Bosco Saraiva, superintende da Suframa; Ralph Assayag, da Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Amazonas (OAB-AM), Jean Cleuter Mendonça; o presidente da Associação dos Notários e Registradores do Estado do Amazonas (Anoreg-Am), David Gomes David, dentre outras autoridades.

Foto: Chico Batata

Com informações TJAM

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

25/03
11:15

AFASTAMENTO DE SECRETÁRIO

O vereador Capitão Carpê utilizou a tribuna nesta segunda-feira (25) para solicitar ao prefeito David Almeida o afastamento do Secretário de Comunicação do município, Israel Conte. Carpê se baseia no fato de que o motorista do portal O Abutre confirmou à polícia o recebimento de dinheiro em espécie na prefeitura durante seu depoimento.

20/03
20:29

RAIFF NO UNIÃO

O vereador Raiff Matos (Democracia Cristã) deverá mudar de partido nos próximos dias. O parlamentar, que integra a base conservadora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), está prestes a se juntar às fileiras do União Brasil. A confirmação foi feita na manhã desta terça-feira (19) à reportagem do site O Poder.com pelo vereador Diego Afonso (UB), líder da bancada na Câmara Municipal.

20/03
11:45

FAUSTO JR. NA CMM

Na manhã desta terça-feira (19), o deputado federal licenciado e atual secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Fausto Júnior, esteve visitando a Câmara Municipal de Manaus, onde cumprimentou os vereadores. Após saudar os parlamentares, Fausto se reuniu a portas fechadas com o vereador Diego Afonso (UB). Questionado pela reportagem do site O Poder.com sobre a motivação da visita à câmara, o deputado afirmou que se tratava apenas de uma visita de “cortesia”.

13/03
11:21

BELÃO NO COMANDO

Cotado para concorrer à prefeitura de Fonte Boa nas Eleições de 2024, o ex-deputado estadual Belarmino Lins, mais conhecido como ‘Belão’, assumiu o comando do diretório do partido União Brasil naquele município. Belão, após 32 anos de vida pública e oito mandatos consecutivos na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), decidiu abandonar a política, mas agora almeja a prefeitura de Fonte Boa.

05/03
16:31

REPRESENTANDO A DIREITA

Depois que o prefeito David Almeida (Avante) afirmou que continuaria em seu partido e não ingressaria mais no Partido Liberal (PL), apesar das tentativas com os caciques regional e nacional da sigla, Alfredo Nascimento e Valdemar da Costa Neto, o pré-candidato do partido em Manaus, o deputado federal Capitão Alberto Neto, intensificou sua pré-campanha nas redes sociais. Um card com a imagem de Alberto Neto e do ex-presidente Jair Bolsonaro, acompanhado da mensagem “Estou preparado para Manaus”, passou a circular.

Ver mais >>

Programas