AO VIVO
Poder Judiciário - 17 de setembro de 2021
Foto:

Ato de Amazonino Mendes vai acarretar na demissão de mais de 10 mil servidores, determina STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que os órgãos do Legislativo, Executivo e Judiciário exonerem servidores temporários que ganharam condição de estatutários há 20 anos, após autorização de Amazonino Mendes

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM

Um ato do ex-governador do Estado, Amazonino Mendes (sem partido), vai resultar na demissão de 10.046 servidores do Governo do Estado, da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALEAM), Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) e Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM).

Nesta quarta-feira (15), o Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que os órgãos do Legislativo, Executivo e Judiciário exonerem os servidores temporários que ganharam a condição de estatutários (efetivos) há 20 anos.

A ‘trapalhada’ de Amazonino Mendes ocorreu em dezembro de 2000, quando o ex-governador enviou uma lei para a ALEAM, que chegou a ser aprovada, porém, virou alvo de uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) movida, em 2006, pelo Ministério Público do Amazonas (MP-AM), que anulou a lei 2.624/2000.

No entanto, o Governo do Amazonas, por meio da Procuradoria Geral do Estado (PGE-AM) recorreu, e o caso foi parar no STF, onde em 2014, o ministro Celso de Mello julgou improcedente o pedido do Estado. Novamente a PGE-AM recorreu e o caso ficou engavetado esperando julgamento, até que 7 anos depois o ministro Nunes Marques manteve o mesmo entendimento da Justiça do Amazonas sobre a inconstitucionalidade resultando na demissão dos servidores.

Números

Dos 10.046 efetivados, 8.768 pertencem aos quadros da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e da Secretaria de Estado de Saúde (SES). O ex-governador efetivou 4.548 professores, assistentes administrativos, vigias e auxiliares de serviços gerais.

Na Susam, atualmente SES, Amazonino efetivou 4.220 funcionários. A medida beneficiou 226 temporários do TCE-AM e 76 da ALEAM. Na ‘onda’ de Amazonino, o ex-governador e atual senador Omar Aziz (PSD) efetivou 111 temporários da Secretaria de Estado de Habitação (Suhab) e o resto no TJAM.

Proposta

O deputado estadual Serafim Côrrea (PSB) propôs, nesta quinta-feira (16), que os órgãos e poderes atingidos pela medida, se reúnam para buscar uma solução única que não prejudique os servidores. “O STF está nos colocando numa sinuca de bico. Estão mandando cortar a cabeça dos funcionários”, disse ele.

“Entendo que o mínimo que a ALEAM, o TCE-AM, o TJAM e o Governo do Estado podem fazer é chamar o Amazonprev, reunir, e ver qual a solução a ser adotada. Tem que ser uma decisão negociada. Esses funcionários, e aqui falo especificamente do nosso caso, carregam a Assembleia nas costas, e merecem o mínimo do nosso respeito”, salientou.

COMENTÁRIOS:

G
Gênese Faustino Moraes
Serafim vai a merda porque vc não fez nada quando o governo Wilson Lima junto com Carlos Almeida, mandou pra rua quase 600 funcionários que já estavam trabalhando a quase 20 anos e agora vc vem com isso de negóciar é porque deve ter algum parente seu. Tem que mandar pra rua mesmo se não passou no concurso público.
S
Sonia
O erro foi passar funcionários temporários em estatutários sem concurso,mas já que fizeram a merda o funcionário não tem que pagar com o desemprego, o deputado Serafim Correia está correto. Ninguém tem que pagar pelo erro dos outros.
S
Silverado
O STF é o primeiro a descumprir a Constituição quando Xandão manda prender como xerife da Nação sem direito do Contraditório, agora tomam uma decisão que afetar mais de 10.000 famílias. Supremo tá na ora de vcs serem julgados pelo povo e terem o que merecem.
L
Lidia
Tem que mandar embora mesmo, e CHAMAR QUEM PASSOU NOS CONCURSOS!!! QUEM FEZ SEU PE DE MEIA, AMÉM, QUEM NÃO FEZ, SO LAMENTO!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

25/03
11:15

AFASTAMENTO DE SECRETÁRIO

O vereador Capitão Carpê utilizou a tribuna nesta segunda-feira (25) para solicitar ao prefeito David Almeida o afastamento do Secretário de Comunicação do município, Israel Conte. Carpê se baseia no fato de que o motorista do portal O Abutre confirmou à polícia o recebimento de dinheiro em espécie na prefeitura durante seu depoimento.

20/03
20:29

RAIFF NO UNIÃO

O vereador Raiff Matos (Democracia Cristã) deverá mudar de partido nos próximos dias. O parlamentar, que integra a base conservadora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), está prestes a se juntar às fileiras do União Brasil. A confirmação foi feita na manhã desta terça-feira (19) à reportagem do site O Poder.com pelo vereador Diego Afonso (UB), líder da bancada na Câmara Municipal.

20/03
11:45

FAUSTO JR. NA CMM

Na manhã desta terça-feira (19), o deputado federal licenciado e atual secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Fausto Júnior, esteve visitando a Câmara Municipal de Manaus, onde cumprimentou os vereadores. Após saudar os parlamentares, Fausto se reuniu a portas fechadas com o vereador Diego Afonso (UB). Questionado pela reportagem do site O Poder.com sobre a motivação da visita à câmara, o deputado afirmou que se tratava apenas de uma visita de “cortesia”.

13/03
11:21

BELÃO NO COMANDO

Cotado para concorrer à prefeitura de Fonte Boa nas Eleições de 2024, o ex-deputado estadual Belarmino Lins, mais conhecido como ‘Belão’, assumiu o comando do diretório do partido União Brasil naquele município. Belão, após 32 anos de vida pública e oito mandatos consecutivos na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), decidiu abandonar a política, mas agora almeja a prefeitura de Fonte Boa.

05/03
16:31

REPRESENTANDO A DIREITA

Depois que o prefeito David Almeida (Avante) afirmou que continuaria em seu partido e não ingressaria mais no Partido Liberal (PL), apesar das tentativas com os caciques regional e nacional da sigla, Alfredo Nascimento e Valdemar da Costa Neto, o pré-candidato do partido em Manaus, o deputado federal Capitão Alberto Neto, intensificou sua pré-campanha nas redes sociais. Um card com a imagem de Alberto Neto e do ex-presidente Jair Bolsonaro, acompanhado da mensagem “Estou preparado para Manaus”, passou a circular.

Ver mais >>

Programas