AO VIVO
Executivo - 22 de dezembro de 2021
Foto:

Wilson Lima e David Almeida assinam convênio que garante passe livre a estudantes no transporte coletivo

O benefício, assinado pelo governador Wilson Lima e pelo prefeito David Almeida, alcança alunos da rede pública de ensino e faz parte de pacote de investimentos anunciado pelo governador para Manaus

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

O governador Wilson Lima (PSC) e o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), assinaram um convênio inédito, nesta terça-feira (21), no valor de R$ 156 milhões, sendo R$ 120 milhões do Estado e R$ 36 milhões de contrapartida municipal, para a execução do Programa de Reestruturação e Qualificação do Transporte Público do Município de Manaus.

Um dos principais benefícios do programa é a gratuidade da passagem de ônibus a estudantes da rede pública do Ensino Fundamental e Médio em Manaus. Atualmente, a rede conta com 230 mil alunos de escolas estaduais e 240 mil de unidades municipais. O passe livre estudantil será possível graças ao subsídio do Estado e prefeitura para custeio do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), incidente sobre o combustível dos ônibus do sistema de transporte coletivo.

Também haverá o complemento do subsídio às demais gratuidades de interesse social, previstas na Lei Orgânica do Município de Manaus. A medida, também, evita que a tarifa do transporte coletivo sofra reajuste. De acordo com o governador Wilson Lima, o investimento do Estado para subsidiar o transporte coletivo amplia políticas de inclusão social, considerando que a tarifa tem um impacto significativo no orçamento das famílias com baixa renda.

“Isso vai nos garantir que os alunos da rede estadual e da rede municipal tenham a gratuidade do transporte público para ir e voltar da escola. Isso dá tranquilidade para que a gente continue com a meia passagem para os outros estudantes e, também, dá uma folga aqui para o David fazer os investimentos em mobilidade urbana, que são necessários para melhorar o fluxo na cidade de Manaus”, afirmou Lima, durante assinatura do convênio.

A medida beneficia, ainda, motoristas e cobradores. Com os investimentos, as empresas terão condições de honrar com os salários das categorias. “Hoje é um dia histórico: em meio a uma crise financeira, econômica e de saúde, a cidade de Manaus, em parceria com o Governo do Amazonas, anuncia a gratuidade do transporte coletivo para os alunos da rede municipal e estadual. Isso é o início de uma mudança que veio para ficar nessa cidade, graças a essa parceria desprovida de egos e vaidades, porém comprometida com o bem-estar de toda a população”, declarou o prefeito.

Na esfera estadual, a Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) será responsável pela execução do convênio. Para o coordenador executivo do órgão, Marcellus Campêlo, a parceria tem como finalidade melhorar os serviços à população, garantindo sustentabilidade, equilíbrio econômico-financeiro do sistema e, consequentemente, a reestruturação e requalificação do transporte coletivo de Manaus. “Tudo isso para proporcionar transporte seguro e acessível para todos”, ressaltou.

Conforme o cronograma de desembolso, os repasses serão feitos em seis parcelas de R$ 26 milhões – R$ 20 milhões do Estado e R$ 6 milhões do Município –, entre dezembro de 2021 e dezembro de 2022. O investimento em mobilidade urbana, assim como o incentivo ao sistema de transporte público acessível e de qualidade contribui para reduzir o tempo de chegada ao trabalho, aumenta a produtividade e impulsiona a economia, além de contribuir com o meio ambiente, reduzindo a circulação de veículos e a emissão de gases na atmosfera.

Pacote para Manaus

O Programa de Reestruturação e Qualificação do Transporte Público de Manaus faz parte de um pacote de investimentos da ordem de R$ 580 milhões do Governo do Estado para a capital, anunciado pelo governador Wilson Lima durante as comemorações do aniversário de Manaus, em outubro deste ano. O programa prevê, para uma outra etapa, a inserção de ônibus elétrico e outras tecnologias para ajudar na melhoria da mobilidade dos estudantes.

Do volume total previsto no pacote de investimentos para Manaus, o Governo do Estado já firmou convênios com a Prefeitura de Manaus da ordem de R$ 155 milhões, para recapeamento e asfaltamento de ruas de todas as zonas da capital e em apoio à agricultura familiar; e de R$ 30,3 milhões para reforma de 29 feiras de diversos bairros e obras de contenção de erosões e construção de praças em dois pontos da zona norte da cidade.

Subsídio

As equipes técnicas da Prefeitura e da UGPE trabalharam na elaboração do convênio com base em diagnósticos que mostram que o sistema de transporte coletivo de Manaus, que já vinha apresentando ao longo dos anos problemas estruturais históricos, foi bastante impactado nos últimos dois anos, por conta da restrição de circulação de pessoas, imposta pela pandemia de Covid-19. Com isso, torna-se essencial o incentivo público, por meio do subsídio para a busca do reequilíbrio do sistema.

Além do ineditismo na concessão da gratuidade, o convênio marca o retorno da participação do Governo do Amazonas no custeio do subsídio do sistema de transporte público de Manaus, de modo a manter a tarifa em patamar inclusivo, a partir da gratuidade aos estudantes em ano de pandemia. O subsídio do Estado ao diesel foi interrompido em 2017, assim como o subsídio direto à passagem, que teve seu último repasse feito pelo governo em 2016.

Conforme a Prefeitura de Manaus, o número de passageiros, incluindo os que pagam tarifa cheia e com benefícios de desconto ou gratuidade, apresentou uma queda de aproximadamente 22% nos anos de 2020 e 2021, quando comparados a 2019. Também houve queda de 66,5% no uso da meia passagem pelos estudantes, entre 2019 e 2021. A receita do sistema caiu na mesma proporção, visto que a tarifa não sofre aumento desde 2017, mas as despesas aumentaram, sobretudo os custos de combustíveis em 2021.

Ainda segundo a prefeitura, o déficit previsto no sistema para 2021 é de aproximadamente R$ 277 milhões. Entre janeiro e outubro, o município subsidiou cerca de R$ 199,7 milhões, o equivalente a 45,47% dos custos do transporte coletivo. Nesse período, a receita foi de R$ 278.391.109,50, insuficiente para cobrir a despesa apurada no mesmo período, que totalizou R$ 510.544.635,50.

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

25/03
11:15

AFASTAMENTO DE SECRETÁRIO

O vereador Capitão Carpê utilizou a tribuna nesta segunda-feira (25) para solicitar ao prefeito David Almeida o afastamento do Secretário de Comunicação do município, Israel Conte. Carpê se baseia no fato de que o motorista do portal O Abutre confirmou à polícia o recebimento de dinheiro em espécie na prefeitura durante seu depoimento.

20/03
20:29

RAIFF NO UNIÃO

O vereador Raiff Matos (Democracia Cristã) deverá mudar de partido nos próximos dias. O parlamentar, que integra a base conservadora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), está prestes a se juntar às fileiras do União Brasil. A confirmação foi feita na manhã desta terça-feira (19) à reportagem do site O Poder.com pelo vereador Diego Afonso (UB), líder da bancada na Câmara Municipal.

20/03
11:45

FAUSTO JR. NA CMM

Na manhã desta terça-feira (19), o deputado federal licenciado e atual secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Fausto Júnior, esteve visitando a Câmara Municipal de Manaus, onde cumprimentou os vereadores. Após saudar os parlamentares, Fausto se reuniu a portas fechadas com o vereador Diego Afonso (UB). Questionado pela reportagem do site O Poder.com sobre a motivação da visita à câmara, o deputado afirmou que se tratava apenas de uma visita de “cortesia”.

13/03
11:21

BELÃO NO COMANDO

Cotado para concorrer à prefeitura de Fonte Boa nas Eleições de 2024, o ex-deputado estadual Belarmino Lins, mais conhecido como ‘Belão’, assumiu o comando do diretório do partido União Brasil naquele município. Belão, após 32 anos de vida pública e oito mandatos consecutivos na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), decidiu abandonar a política, mas agora almeja a prefeitura de Fonte Boa.

05/03
16:31

REPRESENTANDO A DIREITA

Depois que o prefeito David Almeida (Avante) afirmou que continuaria em seu partido e não ingressaria mais no Partido Liberal (PL), apesar das tentativas com os caciques regional e nacional da sigla, Alfredo Nascimento e Valdemar da Costa Neto, o pré-candidato do partido em Manaus, o deputado federal Capitão Alberto Neto, intensificou sua pré-campanha nas redes sociais. Um card com a imagem de Alberto Neto e do ex-presidente Jair Bolsonaro, acompanhado da mensagem “Estou preparado para Manaus”, passou a circular.

Ver mais >>

Programas