AO VIVO

Wilson Lima chama atenção quanto a ação do Governo Federal no Sul do Amazonas: ‘a punição não pode ser a regra, tem que ser exceção’

Na ocasião, Wilson Lima anunciou que viajaria nesta quarta-feira para Brasília (DF), para se reunir e tratar do assunto com o presidente do Ibama, Antônio Agostinho

Por: Thiago Gonçalves
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

O governador Wilson Lima (União Brasil) criticou, nesta quarta-feira (5), a forma de condução da ação do governo federal, por meio do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama), que mira áreas de rebanho em municípios do Sul do Amazonas e atinge inúmeros produtores rurais e pecuaristas. 

O chefe do Executivo Estadual defendeu a necessidade de diálogo e planejamento para evitar a possibilidade de um grande conflito na região. 

“A gente tem que encontrar um caminho de consenso e realizar algo planejado, isso tem quem ser articulado com os prefeitos desses municípios, tem que ser articulado com o governo do estado do Amazonas, para que a gente evite ao máximo possível, o conflito.”, declarou o governador. 

Para o governador, a repressão tem que ser uma exceção. 

“Não adianta simplesmente punir e não dar um caminho para que o cidadão possa se regularizar naquela região. A punição ela não pode ser a regra, ela tem que ser uma exceção. A punição entra em casos eventuais, e aí é importante a atuação do Ibama e da Polícia Federal.”, observou. 

Na ocasião, Wilson Lima anunciou que viajaria nesta quarta-feira para Brasília (DF), para se reunir e tratar do assunto com o presidente do Ibama, Antônio Agostinho, após conversa ao  telefone o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha. 

A ameaça é de confisco de cerca de 500 mil cabeças de gado em rebanhos de áreas embargadas nos municípios de Canutama, Apuí, Humaitá, Lábrea e Manicoré.

O governador disse que é preciso “separar o joio do trigo” nessa questão. 

“Precisamos entender, de fato, quais são as áreas que estão nessas condições de irregularidade, entendendo que não é possível logisticamente, economicamente e socialmente tirar essa quantidade de cabeças de gado que estavam propagando que seriam retiradas. Alí naquela região a gente tem algo em torno de 500 mil cabeças de gado.”, disse o governador.

Wilson Lima afirmou que o governo do estado se dispõe a colaborar no que for necessário e tem a preocupação de dar condições para os produtores rurais.  

“O nosso objetivo principal tem que ser dar as condições necessárias para quem esteja naquela região tenha um documento formal por parte do estado, que é a questão do Zoneamento Econômico Ecológico do Amazonas, tenha o cadastro ambiental rural e tenha definitivamente o documento da sua propriedade, que é a regularização fundiária, o título definitivo.”, finalizou. 

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

29/01
12:18

ALERTA DE BOLSONARO

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro alertou sobre políticos que estariam considerando mudar para o PL visando vantagens nas eleições municipais, deixando claro que seu grupo político não os apoiará. Ele ressaltou a vigilância dos eleitores de direita, destacando que não serão facilmente enganados. Coronel Alfredo Menezes reforçou esse aviso, direcionando aos “espertinhos que se fingem de direita”. Ele enfatizou ainda mais a mensagem, acrescentando referência indireta ao prefeito de Manaus, David Almeida, chamando-o de “pintor melancia oportunista”.

29/01
11:18

REFERÊNCIA

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro se defendeu de acusações de operar um suposto sistema de inteligência paralelo. Ao esclarecer sua “inteligência paralela”, ele relevou sua comunicação direta com o Coronel Alfredo Menezes no Amazonas, especialmente em situações críticas, como os incêndios na Amazônia. “Quando falei sobre minha inteligência paralela, quem é essa inteligência paralela? Tem um problema, está pegando fogo lá no Amazonas. Eu ligo para o coronel Menezes, certo? Menezes, como está essa questão dos incêndios aí? Porque a imprensa não está divulgando. E o cara me fala.”, declarou.

Ver mais >>

Programas