AO VIVO

Troca de comando do Exército decorreu de ‘fratura de confiança’ após atos no DF, diz Ministro da Defesa

José Múcio Monteiro confirmou neste sábado (21) as motivações que ocasionaram a exoneração do general Júlio César de Arruda

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

PAÍS

Na noite deste sábado (21), o ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, confirmou, em pronunciamento no Palácio do Planalto, a troca no comando do Exército. Ele afirmou que a troca decorreu da “fratura de confiança” após os atos de depredação contra os Três Poderes que ocorreram em 8 de janeiro.

“Estamos investindo na aproximação das Forças Armadas com o governo do presidente Lula. Evidentemente que depois desses episódios, dos acampamentos e os episódios de 8 de janeiro, as relações com o comando do Exército sofreram uma fratura no nível de confiança. E nós achávamos que precisávamos estancar isso logo de início para que pudéssemos superar esse episódio”, disse o ministro da Defesa.

O general Júlio César de Arruda será substituído pelo comandante militar do Sudeste, general Tomás Miguel Ribeiro Paiva.

Segundo Múcio, houve uma conversa no período da manhã com o general Arruda para que ele fosse comunicado da exoneração. O ministro ainda declarou que Paiva participou de várias tratativas e se reuniu com o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na noite deste sábado.

Na sexta-feira (20), Paiva defendeu o processo eleitoral do país e disse que o resultado das urnas deve ser respeitado. O general fez a primeira manifestação pública desde os atos de 8 de janeiro. Ele era apontado como o favorito para assumir o comando do Exército desde a transição, sendo apontando pelo próprio PT, além de ser ligado aos tucanos.

“Vamos continuar garantindo a nossa democracia, porque a democracia pressupõe liberdade e garantias individuais e públicas. E é o regime do povo, de alternância de poder. É o voto. E, quando a gente vota, tem de respeitar o resultado da urna”, disse Paiva, na ocasião.

Nas duas últimas semanas, cresceu o mal-estar entre Lula e Júlio César de Arruda, após o general impedir a entrada de policiais militares do Distrito Federal no acampamento montado em frente ao Quartel General do Exército, depois dos atos de vandalismo na Praça dos Três Poderes.

Lula já vinha demonstrando irritação com Arruda, devido a esse posicionamento. Havia dúvidas dentro da cúpula do PT, no entanto, sobre os desdobramentos que uma eventual demissão do comandante poderia causar, com riscos de ampliar a crise com os militares.

Arruda era visto dentro do Exército como alguém mais fechado e ligado à direta. Ele acabou por assumir o comando da Força porque era o mais antigo nas fileiras militares.

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Com informações do Pleno News*

#Lula exercito General demitido

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

23/02
15:04

“FORA DA CURVA”

“Amom é um político ‘fora da curva’, diferenciado e um grande fenômeno no estado do Amazonas. Agregar apoio político e popular aos 23 anos de idade é algo que ocorre de tempos em tempos.” O comentário foi feito na manhã desta sexta-feira (23), no evento de lançamento da pré-candidatura do deputado federal Amom Mandel (Cidadania) a prefeito de Manaus, à reportagem do site O Poder.com pelo experiente político e membro do PSDB-AM, Humberto Michiles.

23/02
14:46

VICE DE AMOM?

O pré-candidato oficial da Federação PSDB-Cidadania, deputado federal Amom Mandel, tem a liberdade de escolher quem será seu vice na chapa à prefeitura de Manaus, sem nenhuma intervenção dos partidos e apoiadores de sua campanha. A afirmação foi feita pelo senador Plínio Valério, presidente da federação, em entrevista ao site OPoder.com. Amom afirmou que as conversas estão avançadas, mas ainda não há um nome definido.

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

Ver mais >>

Programas