AO VIVO
Executivo - 14 de maio de 2021
Foto:

Sem pesquisa científica e baseado em seu ‘instinto’, Arthur Neto anuncia nova onda de Covid

Arthur Neto foi criticado por ter fechado o hospital de campanha em meio a primeira onda da pandemia do novo coronavírus (Covid-19)

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM

Após fechar um hospital de campanha em meio a primeira onda da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), e deixar o sistema de saúde municipal sucateado, o ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), resolveu anunciar, nesta quinta-feira (13), sem comprovação científica e com base em seus instintos, uma nova onda do vírus, no Amazonas

Arthur, que busca não cair no ostracismo político, fez o anúncio durante evento virtual promovido pelo Centro Preparatório Jurídico (Cpjur), e também aproveitou para tecer críticas ao presidente da República, Jair Bolsonaro.

“Tenho um instinto muito forte de que teremos a 3ª onda da Covid-19. E, certamente, a começar por Manaus e pelo Amazonas. Lamentavelmente, não temos liderança nacional e a vacina não avança. Estamos à míngua”, escreveu ele em uma de suas redes sociais.

Ao fazer o comentário, o ex-prefeito de Manaus foi duramente criticado pelo deputado federal Capitão Alberto Neto (Republicanos), que ironizou o comentário de Arthur. “Engraçado que o senhor, ex-prefeito de Manaus, fechou o hospital de campanha no meio da pandemia. Tem que usar muito óleo de peroba para escrever isso”, afirmou o parlamentar federal.

Outro que ‘bateu de frente’ com Arthur, foi o vereador Caio André (PSC). Ele também criticou que faltou cuidado com as questões de saúde básica da capital do Amazonas, como manutenção e a reativação das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) nos bairros.

“É lamentável ver que faltou cuidado com com questões de saúde básica como a manutenção e reativação de UBSs nos bairros de Manaus. Hoje o Estado, com a ajuda da Prefeitura, tem se preparado e trabalhado para o combate da pandemia e de uma possível terceira onda”, disse.

Investigações

O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) investiga a construção e inauguração do Velódromo Professora Alzira Campos, na gestão de Arthur Neto. Um inquérito no MP foi aberto por conta de eventuais irregularidades na construção de um espaço que descumpre normas técnicas e de segurança, o que segundo a Justiça, pode ter gerado um desperdício de R$ 2,6 milhões aos cofres públicos municipais.

Athur também é investigado pelo MP-AM por ações supostamente inadequadas durante campanha de vacinação contra Influenza. Segundo o deputado federal Sidney Leite, responsável pela denúncia, o ex-prefeito anunciou que os idosos acima de 60 anos receberiam a vacina em casa. Com isso, o público alvo que não fosse acompanhado pela Estratégia Saúde da Família (EFS) deveria realizar um cadastro no site da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Porém, o deputado alega que a EFS atendia apenas 32% da população manauara de forma efetiva, e mais cerca de 20% de forma parcial. Logo, a maioria dos idosos precisariam recorrer ao cadastro no site.

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

29/01
12:18

ALERTA DE BOLSONARO

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro alertou sobre políticos que estariam considerando mudar para o PL visando vantagens nas eleições municipais, deixando claro que seu grupo político não os apoiará. Ele ressaltou a vigilância dos eleitores de direita, destacando que não serão facilmente enganados. Coronel Alfredo Menezes reforçou esse aviso, direcionando aos “espertinhos que se fingem de direita”. Ele enfatizou ainda mais a mensagem, acrescentando referência indireta ao prefeito de Manaus, David Almeida, chamando-o de “pintor melancia oportunista”.

29/01
11:18

REFERÊNCIA

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro se defendeu de acusações de operar um suposto sistema de inteligência paralelo. Ao esclarecer sua “inteligência paralela”, ele relevou sua comunicação direta com o Coronel Alfredo Menezes no Amazonas, especialmente em situações críticas, como os incêndios na Amazônia. “Quando falei sobre minha inteligência paralela, quem é essa inteligência paralela? Tem um problema, está pegando fogo lá no Amazonas. Eu ligo para o coronel Menezes, certo? Menezes, como está essa questão dos incêndios aí? Porque a imprensa não está divulgando. E o cara me fala.”, declarou.

Ver mais >>

Programas