AO VIVO
Executivo - 28 de dezembro de 2023
Foto: Reprodução

Saiba quem é Adail Pinheiro, o ex-prefeito condenado por corrupção e abuso sexual infantil

Nesta semana, Pinheiro se reuniu com moradores, fez discursos, e prometeu cartões de natal aos moradores

Por: Leon Furtado
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

O ex-prefeito de Coari (AM), Adail Pinheiro, se reuniu com moradores do município na semana de Natal e fez discursos políticos, mesmo após condenação por exploração sexual de menores e corrupção. Em um vídeo que circulou nas redes sociais, Pinheiro faz declarações, entre elas de que  “não adianta tentar deturpar as coisas, confundir a cabeça da população. Esse aqui é Adail Pinheiro que voltou, que gosta do povo”,  e ainda prometeu um cartão de Natal aos moradores.

Em novembro de 2014, Adail Pinheiro foi condenado pela Justiça do Amazonas a uma pena de 11 anos e dez meses de prisão por crimes relacionados à prostituição e exploração sexual de menores. Em janeiro de 2017, ele recebeu um indulto presidencial, estabelecido durante o governo de Michel Temer, o que resultou na extinção de sua pena. O indulto foi concedido pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam) com apoio do Ministério Público do Amazonas (MPAM).

Posteriormente, em setembro de 2021, o Tjam rejeitou um pedido de Adail para anular sua condenação. Ele argumentava que o juiz Rafael Romano, que o havia condenado, não era imparcial devido à sua própria condenação por crimes sexuais. No entanto, os magistrados, liderados pelo desembargador Abraham Peixoto Campos Filho, consideraram o pedido de Adail improcedente.

Investigações e relatos, incluindo uma série de reportagens do programa Fantástico, da TV Globo, revelaram o envolvimento de Adail em um esquema de exploração sexual de menores. A Operação Vorax da Polícia Federal, iniciada em 2008, também apontou Adail e seus aliados políticos como participantes em um esquema de desvio de mais de R$ 46 milhões da Prefeitura de Coari.

Além disso, Adail foi condenado pela Justiça Federal em 2010 a mais de 57 anos de prisão por uma série de crimes, incluindo desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro. Ele e outros 28 acusados foram identificados como parte de um esquema de fraude em licitações e desvio de recursos na Prefeitura de Coari.

Adail também enfrenta condenações no Tribunal de Contas da União por irregularidades em prestações de contas, inclusive na educação. Em maio de 2022, ele foi condenado a devolver fundos ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação devido a irregularidades no Programa Nacional de Transporte Escolar. Em 2014, o Tribunal Superior Eleitoral cassou seus direitos políticos, e um pedido para a recuperação desses direitos foi negado em junho do mesmo ano.

Adail Pinheiro Operação Vorax Fantástico TV Globo Abuso infantil Investigação Corrupção

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

23/02
15:04

“FORA DA CURVA”

“Amom é um político ‘fora da curva’, diferenciado e um grande fenômeno no estado do Amazonas. Agregar apoio político e popular aos 23 anos de idade é algo que ocorre de tempos em tempos.” O comentário foi feito na manhã desta sexta-feira (23), no evento de lançamento da pré-candidatura do deputado federal Amom Mandel (Cidadania) a prefeito de Manaus, à reportagem do site O Poder.com pelo experiente político e membro do PSDB-AM, Humberto Michiles.

23/02
14:46

VICE DE AMOM?

O pré-candidato oficial da Federação PSDB-Cidadania, deputado federal Amom Mandel, tem a liberdade de escolher quem será seu vice na chapa à prefeitura de Manaus, sem nenhuma intervenção dos partidos e apoiadores de sua campanha. A afirmação foi feita pelo senador Plínio Valério, presidente da federação, em entrevista ao site OPoder.com. Amom afirmou que as conversas estão avançadas, mas ainda não há um nome definido.

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

Ver mais >>

Programas