AO VIVO
Executivo - 22 de novembro de 2023
Foto: Reprodução/Internet

PT e Ministério da Justiça ameaçam a democracia e a liberdade de imprensa

Ricardo Cappelli, secretário-executivo do Ministério da Justiça, e líderes do PT, incluindo Gleisi Hoffman, foram acusados de espalhar informações falsas sobre reportagem do “Estadão” que revelou presença da esposa de líder de facção criminosa no Ministério da Justiça

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Uma recente reportagem do jornal Estadão, que expôs a presença de Luciane Barbosa Farias, presidente de uma ONG vinculada ao Comando Vermelho do Amazonas, no Ministério da Justiça, desencadeou uma onda de críticas e ataques, não só contra os jornalistas responsáveis pela matéria, mas também envolvendo figuras políticas.

O secretário-executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli, e líderes do Partido dos Trabalhadores (PT), incluindo a deputada Gleisi Hoffman, presidente do partido, foram acusados de compartilhar informações falsas sobre a reportagem e de promover ofensas à jornalista Andreza Matais, editora-executiva de Política do Estadão, e aos repórteres André Shalders e Tácio Lorran, autores da matéria.

A Associação Nacional dos Jornais (ANJ) divulgou uma nota na segunda-feira, 20, condenando os ataques e considerando-os uma tentativa de intimidação contrária aos valores democráticos, característica de regimes autocráticos. A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) também se manifestou, condenando os ataques e destacando a importância de preservar o direito à crítica, mas repudiando a descredibilização da imprensa, especialmente quando promovida por autoridades.

A matéria do Estadão revelou a presença de Luciane Barbosa Farias, ligada ao Comando Vermelho do Amazonas, em uma posição de destaque no Ministério da Justiça, gerando preocupações sobre possíveis vínculos entre organizações criminosas e setores do governo. No entanto, ao invés de abordar as questões levantadas pela reportagem, o foco dos ataques se voltou contra os jornalistas responsáveis pela investigação.

O ex-ministro da Educação e deputado federal Mendonça Filho também se manifestou contra os ataques, criticando a postura do PT e de seus líderes diante da reportagem do Estadão.

O episódio levanta preocupações sobre a liberdade de imprensa e a integridade do jornalismo investigativo no Brasil. A Abraji reiterou seu compromisso de mais de duas décadas na defesa dos jornalistas contra qualquer forma de agressão, destacando a importância de um ambiente plural onde diversas vozes possam ser ouvidas.

A crise no Ministério da Justiça coloca em evidência não apenas a necessidade de investigações transparentes sobre possíveis conexões entre organizações criminosas e o governo, mas também a importância de preservar o papel fundamental da imprensa na fiscalização dos poderes públicos e na promoção da transparência.

#Ataques #Imprensa
#Informaçõesfalsas #MinistériodaJustiça #PT

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

29/01
12:18

ALERTA DE BOLSONARO

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro alertou sobre políticos que estariam considerando mudar para o PL visando vantagens nas eleições municipais, deixando claro que seu grupo político não os apoiará. Ele ressaltou a vigilância dos eleitores de direita, destacando que não serão facilmente enganados. Coronel Alfredo Menezes reforçou esse aviso, direcionando aos “espertinhos que se fingem de direita”. Ele enfatizou ainda mais a mensagem, acrescentando referência indireta ao prefeito de Manaus, David Almeida, chamando-o de “pintor melancia oportunista”.

29/01
11:18

REFERÊNCIA

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro se defendeu de acusações de operar um suposto sistema de inteligência paralelo. Ao esclarecer sua “inteligência paralela”, ele relevou sua comunicação direta com o Coronel Alfredo Menezes no Amazonas, especialmente em situações críticas, como os incêndios na Amazônia. “Quando falei sobre minha inteligência paralela, quem é essa inteligência paralela? Tem um problema, está pegando fogo lá no Amazonas. Eu ligo para o coronel Menezes, certo? Menezes, como está essa questão dos incêndios aí? Porque a imprensa não está divulgando. E o cara me fala.”, declarou.

Ver mais >>

Programas