AO VIVO
Executivo - 30 de outubro de 2023
Foto: Secom/AM

Muro para conter ‘terras caídas’ vai custar R$16,3 milhões aos cofres de Tefé (AM)

População enfrenta escassez de água potável, carência de alimentos essenciais e isolamento

Por: Leon Furtado
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

O prefeito de Tefé (AM), Nicson Marreira (PTB), homologou um contrato no valor de R$16.330.303,08 (dezesseis milhões, trezentos e trinta mil, trezentos e três reais e oito centavos) para a construção de um muro de contenção e combater a erosão fluvial. O desbarrancamento das margens dos rios é um fenômeno natural e pode ser desencadeado por agentes erosivos. No Amazonas, essa ocorrência é popularmente conhecida como ‘terras caídas’ modifica as paisagens no Estado. A licitação foi publicada no Diário Oficial dos Municípios do Amazonas, do dia 27 de outubro, e a empresa Antonelly Construções e Serviços Eireli foi a vencedora do processo licitatório e deverá executar a obra.

Terras caídas

No período de 2005 a 2017, pelo menos 19 municípios do Amazonas relataram ter sofrido erosões fluviais, o que afetou um total de 36.602 pessoas, de acordo com dados da Defesa Civil do Estado. O número real pode ser ainda maior. Os registros indicam que em Iranduba, nenhum residente foi desabrigado ou desalojado, apesar de 541 pessoas terem sido afetadas. No entanto, em Catalão, várias famílias perderam suas casas devido a esses eventos.

De acordo com uma pesquisa do Instituto Igarapé, desde o ano 2000, aproximadamente 6,4 milhões de pessoas foram obrigadas a abandonar suas casas ou ficaram desalojadas devido a desastres que envolveram desbarrancamentos. Isso equivale a uma pessoa a cada dois minutos. Os Estados mais gravemente afetados são o Amazonas e Santa Catarina.

Um relatório do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), divulgado em maio deste ano, apontou que 29 mil habitantes residem em regiões de risco no Amazonas, entre elas áreas de erosões fluviais.

Emergência devido estiagem

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no censo 2021, residem no município e distritos 73.600 pessoas, divididas entre 70 comunidades. A estiagem severa deste ano levou à emergência, na qual a cidade permanece. Além do isolamento, falta de abastecimento de alimentos essenciais e água potável, o local também sofre os efeitos na produção rural, meio de sustento da maioria das famílias que residem na região.

Empresa

Em consulta ao site da Receita Federal, a empresa Antonelly Construções e Serviços Eireli, se encontra registrada sob o CNPJ n° 04.178.687/0001-56, com sede no Conjunto Shangrilá, bairro Parque 10, em Manaus, e tem como societários Wilson Batista de Campos, e Andrey Humberto Froz de Borba. O capital social é de R$12.410.861,45 (Doze milhões, quatrocentos e dez mil e oitocentos e sessenta e um reais e quarenta e cinco centavos).

Confira a licitação na íntegra

Desbarrancamento Nicson Marreira tefé Amazonas Terras caídas Erosão

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

23/02
15:04

“FORA DA CURVA”

“Amom é um político ‘fora da curva’, diferenciado e um grande fenômeno no estado do Amazonas. Agregar apoio político e popular aos 23 anos de idade é algo que ocorre de tempos em tempos.” O comentário foi feito na manhã desta sexta-feira (23), no evento de lançamento da pré-candidatura do deputado federal Amom Mandel (Cidadania) a prefeito de Manaus, à reportagem do site O Poder.com pelo experiente político e membro do PSDB-AM, Humberto Michiles.

23/02
14:46

VICE DE AMOM?

O pré-candidato oficial da Federação PSDB-Cidadania, deputado federal Amom Mandel, tem a liberdade de escolher quem será seu vice na chapa à prefeitura de Manaus, sem nenhuma intervenção dos partidos e apoiadores de sua campanha. A afirmação foi feita pelo senador Plínio Valério, presidente da federação, em entrevista ao site OPoder.com. Amom afirmou que as conversas estão avançadas, mas ainda não há um nome definido.

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

Ver mais >>

Programas