AO VIVO
Executivo - 02 de janeiro de 2024
Foto: REUTERS/Ibraheem Abu Mustafa

Milhares de doses de vacinas para crianças entram em Gaza

Na última semana de dezembro, território recebeu mais de 960 mil doses

Por: Agência Brasil
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Começaram a entrar esta semana na Faixa de Gaza milhares de doses de vacinas contra doenças infantis, como a poliomielite e o sarampo, confirmou o Ministério da Saúde palestino. As vacinas entraram no enclave pela fronteira de Rafah, com a ajuda de instalações de armazenamento do governo egípcio.

A ofensiva terrestre de Israel interrompeu os serviços de saúde em Gaza, principalmente a vacinação contra doenças infantis altamente contagiosas que, ao longo das últimas décadas, tinham sido controladas por meio de programas de imunização em massa.

Com as vacinações de rotina e os sistemas de vigilância de doenças funcionando de forma precária, aumentou o risco de surtos de doenças mortais mas evitáveis, como o sarampo e a poliomielite.

Para tentar gerir a crescente emergência sanitária no território, Israel anunciou na sexta-feira (29) que facilitaria a entrada de vacinas para ajudar a prevenir a propagação de doenças.

O Ministério da Saúde palestino confirma que milhares de doses já entraram em Gaza por meio da fronteira de Rafah e que as instalações frigoríficas de armazenamento do governo egípcio foram essenciais para o reabastecimento de vacinas. As autoridades de saúde em Gaza acreditam que os imunizantes deverão ser suficientes para cobrir a vacinação de bebês entre oito e 14 meses.

O trabalho, porém, poderá tornar-se difícil devido ao enorme número de famílias deslocadas e em fuga, com centenas de milhares de pessoas em tendas ou outras acomodações temporárias.

Yasser Bouzia, chefe de relações internacionais do Ministério da Saúde em Ramallah, estima que haja cerca de 60 mil recém-nascidos em Gaza. Citado pela Reuters, Bouzia afirma que essas crianças estão privadas de serviços médicos, especialmente a vacinação.

Unicef

De acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), estima-se que 16.854 crianças perderam a possibilidade de serem vacinadas, comprometendo sua imunidade, num momento de vulnerabilidade significativa que têm sido os quase três meses de guerra.

Segundo o Unicef, são  “muitos casos de meningite, erupções cutâneas, varicela e outras doenças, com taxas particularmente alarmantes de infecções respiratórias e diarreia em crianças menores de cinco anos”.

Faten, mãe de uma criança de um ano e meio, partilhou suas preocupações. Ela disse que durante estes tempos difíceis as doenças estão se espalhando rapidamente.

“É realmente assustador não poder vacinar a minha filha de um ano. Estou preocupada com o fato de ela poder pegar doenças, por isso tenho mantido longe das pessoas”, afirmou.

O Unicef e os parceiros lançaram uma resposta rápida para entregar cerca de 962.550 doses de vacinas essenciais, que poderão proteger as crianças contra doenças como o sarampo, a pneumonia e a poliomielite. “Na última semana de dezembro, mais de 600 mil doses de vacinas chegaram à Faixa de Gaza”, informou a organização.

A ação traz esperança para Faten que reitera: “As vacinas devem continuar a chegar para proteger essas crianças vulneráveis ​​de doenças comuns”.

#SaúdeEmGaza #CampanhaDeVacinação #RespostaEmergencial #UNICEF #SaúdePública #CriseEmGaza #ImpactoDaGuerra #AcessoÀSaúde #AjudaGlobal #EsforçosHumanitários #CriançasNaPalestina

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

22/07
12:28

INVESTIMENTO MORADIAS

O governador Wilson Lima pagou cinco milhões e quinhentos mil reais para cento e setenta e oito famílias das comunidades Sharp e Manaus 2000, no Programa Amazonas Meu Lar, na última quinta-feira (18). O pagamento inclui bônus de sessenta mil reais, auxílio de seis mil e seiscentos reais e bolsa moradia de três mil e trezentos reais. A ação faz parte do Prosamin+, que já reassentou mais de mil e trezentas famílias e investiu cento e vinte e dois milhões de reais desde 2022. A próxima fase do programa, iniciada em 15 de julho de 2024, oferece subsídios para entrada em imóveis financiados com FGTS.

22/07
12:22

PROPOSTA DE CIDADE

Projeto de Lei nº 014/2024, do deputado Roberto Cidade (União Brasil), propõe criar as Comunidades Turísticas Sustentáveis (CTS) e o Selo Amazonense de Turismo Sustentável na Assembleia Legislativa do Amazonas. O objetivo é promover o turismo sustentável e apoiar as comunidades locais, oferecendo benefícios como linhas de crédito e capacitação técnica. O selo terá validade determinada pelo Executivo e precisará ser renovado periodicamente.

22/07
12:22

GASTO NO CAREIRO

A Prefeitura de Careiro da Várzea destinou quase R$ 250 mil para a reforma da Unidade Básica de Saúde Lucilene Batista do Vale, contratando a empresa P.R. Serviços de Reformas Prediais Ltda. O contrato foi assinado pelo prefeito Pedro Duarte Guedes em 8 de julho de 2024. A empresa tem capital social de R$ 10,5 mil e está localizada em Manaus, atuando na reforma predial. O contrato inclui a emissão da nota de empenho pela Secretaria Municipal de Finanças e a publicação dos documentos necessários no Diário Oficial e no Portal Nacional de Contratações Públicas (PNCP).

22/07
12:20

MULHERES NO PARLAMENTO

Beruri, no Amazonas, é uma das 45 cidades brasileiras com maioria feminina no parlamento municipal em 2020, sendo a única do estado com essa característica. Das 5,5 mil cidades do país, menos de 1% têm maioria feminina nas câmaras municipais. A Câmara de Beruri conta com 9 parlamentares, dos quais 5 são mulheres. Apesar das mulheres serem maioria no eleitorado e em cargos de mesários, a representatividade feminina na política é limitada.

22/07
12:19

APAGÃO VIRTUAL

Nesta sexta-feira (19), um apagão cibernético global, causado por um problema com a empresa de segurança cibernética CrowdStrike, afetou empresas e serviços em vários países, incluindo o Brasil. No país, os problemas começaram a ser reportados às 8h, impactando serviços da Microsoft e sistemas de bancos como Bradesco, Banco do Brasil, Neon, Next e Banco Pan. A Azul Linhas Aéreas também informou possíveis atrasos em voos devido a falhas no sistema de reservas.

Ver mais >>

Programas