AO VIVO

‘Escândalo’, ‘agressão’; Em Manaus, monumento histórico de Tenreiro Aranha é pintado de dourado e caso revolta sociedade

A restauração do monumento histórico feito em homenagem ao primeiro governador da província do Amazonas, João Baptista de Figueiredo Tenreiro Aranha, em Manaus, causou revolta de parte da sociedade e membros da classe artística e historiadora da cidade, que chamaram o trabalho como descaso e agressão. Instalada na Praça da Saudade, no Centro da capital, […]

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

A restauração do monumento histórico feito em homenagem ao primeiro governador da província do Amazonas, João Baptista de Figueiredo Tenreiro Aranha, em Manaus, causou revolta de parte da sociedade e membros da classe artística e historiadora da cidade, que chamaram o trabalho como descaso e agressão. Instalada na Praça da Saudade, no Centro da capital, a estátua tinha o bronze como cor original e ganhou pintura dourada.

O restauro recebeu o trabalho da artista Rosa dos Anjos, mas a iniciativa ocorreu sem a autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), segundo informou o órgão. Além disso, especialistas no assunto se pronunciaram sobre o caso. Para o historiador e escritor Otoni Mesquita, a iniciativa de reparo foi realizada de forma equivocada e é necessário que haja uma cartilha normativa de conservação de monumentos.

“É uma escultura em bronze do ateliê (do escultor italiano Enrico) Quattrini, do começo do século XX, e é uma obra histórica e artística, portanto, deve ser e é protegida pelo Iphan. Nesse sentido, acho que já passa da hora para o órgão produzir uma cartilha normativa para a administração municipal e estadual. Esse problema, sobretudo, acontece na administração municipal e é reincidente, e é importante que se tenha a informação sobre a conservação desses monumentos históricos nesse material como um bronze”, frisou o historiador ao O PODER.

O historiador Otoni Mesquita continuou: “É fundamental, também, que esse trabalho seja realizado por restauradores e conservadores, pessoas que tenham um conhecimento técnico aprofundado. Não é uma questão estética, mas da preservação do monumento histórico e artístico que, mesmo que fosse a restauração de uma obra de arte, ela precisaria manter as suas características originais”.

Para o historiador Fábio Augusto, era necessário um estudo técnico para realização do reparo. Já a escritora, jornalista e ilustradora Leyla Martins Leong classificou a revitalização como um prejuízo monetário e cultural. Nas redes sociais, Leyla chamou o episódio de escandaloso e cafona, além de uma agressão, e criticou o trabalho da artista Rosa dos Anjos.

“Ainda estou com a vista afetada pelo dourado escandaloso que transformou a estátua de Tenreiro Aranha, na Praça da Saudade, no monumento mais cafona do mundo”, comentou.

Outro lado

Rosa dos Anjos, por outro lado, defendeu o trabalho e explicou que a ação foi realizada de forma cuidadosa para manutenção da obra. Segundo ela, a pintura é temporária e tem o objetivo de proteger a estátua da sujeita que estava cobrindo o monumento.

“Eu fiz um polimento na escultura para saber a cor original e trabalhar com ela. Um monumento tão importante precisava ter uma limpeza primeiro. Nós vimos uma camada de fezes de pombo e sujeira, depois tivemos que pintar para proteger dos insetos que estavam cobrindo a escultura. Daqui algum tempo a gente remove a tinta para deixar na cor original polida”, explicou Rosa à prefeitura.

Apesar disso, o Iphan afirmou que está preparando um relatório para avaliar se a pintura causou impactos na escultura. A decisão foi tomada nessa quinta-feira, 12, após uma reunião entre o Iphan e representantes da prefeitura de Manaus responsáveis ações de revitalização e manutenção de praças da cidade.

O caso já estava sendo apurado pelo Iphan, que chegou a afirmar que a Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp) poderia sofrer com sanções, já que a pasta esteve à frente da ação de restauro. O órgão tem como secretário o ex-deputado estadual Sabbá Reis.

“Ressaltamos que a intervenção na estátua e a revitalização da praça não possuem autorização do Iphan, estando a Semulsp sob pena das sanções que dispõe sobre os procedimentos para apuração de infrações administrativas por condutas e atividades lesivas ao patrimônio cultural”, informou o Iphan, em nota.

estátua monumento Tenreiro Aranha Manaus

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

25/03
11:15

AFASTAMENTO DE SECRETÁRIO

O vereador Capitão Carpê utilizou a tribuna nesta segunda-feira (25) para solicitar ao prefeito David Almeida o afastamento do Secretário de Comunicação do município, Israel Conte. Carpê se baseia no fato de que o motorista do portal O Abutre confirmou à polícia o recebimento de dinheiro em espécie na prefeitura durante seu depoimento.

20/03
20:29

RAIFF NO UNIÃO

O vereador Raiff Matos (Democracia Cristã) deverá mudar de partido nos próximos dias. O parlamentar, que integra a base conservadora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), está prestes a se juntar às fileiras do União Brasil. A confirmação foi feita na manhã desta terça-feira (19) à reportagem do site O Poder.com pelo vereador Diego Afonso (UB), líder da bancada na Câmara Municipal.

20/03
11:45

FAUSTO JR. NA CMM

Na manhã desta terça-feira (19), o deputado federal licenciado e atual secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Fausto Júnior, esteve visitando a Câmara Municipal de Manaus, onde cumprimentou os vereadores. Após saudar os parlamentares, Fausto se reuniu a portas fechadas com o vereador Diego Afonso (UB). Questionado pela reportagem do site O Poder.com sobre a motivação da visita à câmara, o deputado afirmou que se tratava apenas de uma visita de “cortesia”.

13/03
11:21

BELÃO NO COMANDO

Cotado para concorrer à prefeitura de Fonte Boa nas Eleições de 2024, o ex-deputado estadual Belarmino Lins, mais conhecido como ‘Belão’, assumiu o comando do diretório do partido União Brasil naquele município. Belão, após 32 anos de vida pública e oito mandatos consecutivos na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), decidiu abandonar a política, mas agora almeja a prefeitura de Fonte Boa.

05/03
16:31

REPRESENTANDO A DIREITA

Depois que o prefeito David Almeida (Avante) afirmou que continuaria em seu partido e não ingressaria mais no Partido Liberal (PL), apesar das tentativas com os caciques regional e nacional da sigla, Alfredo Nascimento e Valdemar da Costa Neto, o pré-candidato do partido em Manaus, o deputado federal Capitão Alberto Neto, intensificou sua pré-campanha nas redes sociais. Um card com a imagem de Alberto Neto e do ex-presidente Jair Bolsonaro, acompanhado da mensagem “Estou preparado para Manaus”, passou a circular.

Ver mais >>

Programas