AO VIVO
Executivo - 08 de novembro de 2021
Foto:

Em entrevista, José Melo afirma ter sido alvo de perseguição por parte de Eduardo Braga

O ex-governador José Melo esteve nesta segunda-feira (8), no programa de Ronaldo Tiradentes, onde falou sobre inúmeros assuntos, dentre eles sua relação com o senador Eduardo Braga

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM

O ex-governador do Amazonas, José Melo (Pros), afirmou nesta segunda-feira (8), durante entrevista ao apresentador Ronaldo Tiradentes, no programa ‘Manhã de Notícias’, de que foi alvo de perseguição por parte do senador Eduardo Braga (MDB), e que ele é um traidor. Além disso, Melo falou sobre sua cassação, prisão e que pretende concorrer ao cargo de deputado estadual, em 2022.

De forma cronológica, Tiradentes pediu para que Melo contasse quais os motivos que o levaram a ser cassado. O ex-governador lembrou de como entrou no processo político até a chegar ao cargo de governador. Foi nesse momento que ele revelou que quando foi secretário de Educação no governo de Amazonino Mendes, participou de uma reunião com Eduardo Braga, oportunidade em que foi chamado para ser, na época, uma espécie de ‘primeiro-ministro’ do governo Braga.

“Fui em uma reunião com o Eduardo Braga. Ele pediu que eu o ajudasse a se torna governador. O acordo era que futuramente ele me apoiaria na minha candidatura, mas não foi o aconteceu”, disse Melo. Tiradentes então questionou se, na política, “palavra empenhada, não é palavra dada”. Melo respondeu que “pelo menos para o Eduardo Braga, não”.

Eleições de 2014

O ex-governador lembrou, também, do momento em que contou para Braga que iria disputar o pleito de 2014 contra ele.  “Eduardo deu um sorriso meio maroto e disse: tu achas que eu vou perder eleição para um professorzinho do interior?”. “Ganhei do Eduardo no primeiro e segundo turno, e ganhamos no segundo com uma diferença de 173  mil votos”, completou.

Ronaldo Tiradentes então lembrou de uma entrevista que o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu quando foi presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Nela, o ministro declarou que não aguentava mais o senador Eduardo Braga ir ao TSE, todos os dias, fazer pressão para que o processo de Melo fosse julgado.

“Se o Eduardo Braga fosse um vírus, ele seria o Covid -19. Ele ficava em todos os ministérios, em todos os cantos me prejudicando. Não consegui governar porque ele não deixava. Ele boicotou totalmente meu governo. Se eu me considero uma vitima? Sim, Me considero”, falou o ex-governador.

“Primeiro que me dediquei feito um desgraçado para eleger ele governador contra o Amazonino. Segundo que ele tinha um compromisso formal comigo, que ele iria me apoiar. Terceiro que essa história da Nair Blair, isso foi armação total”, completou.

Ainda durante a entrevista, o ex-governador disse que pretende se candidatar para ser deputado estadual pelo Pros. E lagrimando, contou que foi Ronaldo Tiradentes que contratou um advogado para ajudá-lo na saída da prisão. “Já fui secretário oito vezes, deputado federal duas, deputado estadual uma, governador, vice-governador, e eu não tinha R$ 200 mil para pagar minha fiança e não tinha dinheiro para contratar um advogado em Brasília”, finalizou.

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

25/03
11:15

AFASTAMENTO DE SECRETÁRIO

O vereador Capitão Carpê utilizou a tribuna nesta segunda-feira (25) para solicitar ao prefeito David Almeida o afastamento do Secretário de Comunicação do município, Israel Conte. Carpê se baseia no fato de que o motorista do portal O Abutre confirmou à polícia o recebimento de dinheiro em espécie na prefeitura durante seu depoimento.

20/03
20:29

RAIFF NO UNIÃO

O vereador Raiff Matos (Democracia Cristã) deverá mudar de partido nos próximos dias. O parlamentar, que integra a base conservadora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), está prestes a se juntar às fileiras do União Brasil. A confirmação foi feita na manhã desta terça-feira (19) à reportagem do site O Poder.com pelo vereador Diego Afonso (UB), líder da bancada na Câmara Municipal.

20/03
11:45

FAUSTO JR. NA CMM

Na manhã desta terça-feira (19), o deputado federal licenciado e atual secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Fausto Júnior, esteve visitando a Câmara Municipal de Manaus, onde cumprimentou os vereadores. Após saudar os parlamentares, Fausto se reuniu a portas fechadas com o vereador Diego Afonso (UB). Questionado pela reportagem do site O Poder.com sobre a motivação da visita à câmara, o deputado afirmou que se tratava apenas de uma visita de “cortesia”.

13/03
11:21

BELÃO NO COMANDO

Cotado para concorrer à prefeitura de Fonte Boa nas Eleições de 2024, o ex-deputado estadual Belarmino Lins, mais conhecido como ‘Belão’, assumiu o comando do diretório do partido União Brasil naquele município. Belão, após 32 anos de vida pública e oito mandatos consecutivos na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), decidiu abandonar a política, mas agora almeja a prefeitura de Fonte Boa.

05/03
16:31

REPRESENTANDO A DIREITA

Depois que o prefeito David Almeida (Avante) afirmou que continuaria em seu partido e não ingressaria mais no Partido Liberal (PL), apesar das tentativas com os caciques regional e nacional da sigla, Alfredo Nascimento e Valdemar da Costa Neto, o pré-candidato do partido em Manaus, o deputado federal Capitão Alberto Neto, intensificou sua pré-campanha nas redes sociais. Um card com a imagem de Alberto Neto e do ex-presidente Jair Bolsonaro, acompanhado da mensagem “Estou preparado para Manaus”, passou a circular.

Ver mais >>

Programas