AO VIVO
Executivo - 15 de janeiro de 2024
Foto:

David é a primeira vítima de deepfake contra governante brasileiro em ano eleitoral

Manchete do Jornal O Globo deste domingo destaca o episódio que ocorre às vésperas de um processo eleitoral e revela uma nova modalidade de desinformação, dificilmente identificável

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

No que marca um ponto de virada na era digital, o prefeito de Manaus, David Almeida, tornou-se a primeira vítima registrada de um ataque de deepfake contra um governante no Brasil. A manchete do Jornal O Globo deste domingo destaca o episódio que ocorre às vésperas de um processo eleitoral e revela uma nova modalidade de desinformação, dificilmente identificável. O ataque, baseado em Inteligência Artificial (IA), é objeto de investigação da Polícia Federal do Amazonas.

Foram citados três casos de fake news envolvendo políticos, com destaque ao prefeito da capital amazonense.

Em reportagem especial, o veículo de comunicação nacional destaca que a temporada de notícias falsas em ano eleitoral já começou, mas com uma modalidade de conteúdo ainda mais difícil de ser identificada.

Por intermédio de áudio contendo informações caluniosas, a deepfake contra David Almeida foi disparada virtualmente, em grupos de WhatsApp, no último mês de dezembro, com montagens e simulações de ataques aos profissionais da educação. O caso foi imediatamente denunciado pelo prefeito à PF, que conduz as investigações.

Em entrevista ao Jornal O Globo, David Almeida afirmou que não há anonimato na internet, destacando a responsabilização dos envolvidos na produção de fake news. Ele enfatizou que o áudio, classificado como falso, visa criar indisposição com os professores, categoria pela qual ele expressa grande respeito. O prefeito considera o caso uma tentativa de retaliação da oposição local em ano eleitoral.

“Esse caso é uma tentativa de retaliação da oposição na cidade e que visa o processo eleitoral deste ano. Não existe anonimato na internet e quem produz e distribui fake news pode ser responsabilizado. Esse caso deve servir de parâmetro para o restante do Brasil. O áudio é falso e tem o objetivo de criar indisposição com a categoria (dos professores), pela qual tenho muito respeito e admiração, em ano eleitoral”, afirmou David Almeida ao jornal O Globo.

A perícia inicial da Polícia Federal revelou que o áudio é uma montagem, possivelmente utilizando recursos de Inteligência Artificial, incluindo fragmentos de outros tipos de áudios. Desde o início das investigações, iniciadas em 22 de dezembro, suspeitos já foram ouvidos.

O superintendente da PF no Amazonas, Umberto Ramos, afirmou que a investigação visa identificar e punir todos os envolvidos no crime. A matéria do Jornal O Globo explora a técnica da deepfake, ressaltando como essa forma avançada de manipulação utiliza a IA para simular realisticamente tons, timbres e formas de falar. Este caso inédito serve como alerta para os desafios da desinformação digital em um cenário eleitoral complexo.

 

#DeepfakeManaus #DesinformacaoEleitoral #FakeNewsBrasil #DavidAlmeida #PolíciaFederal #TecnologiaeEleições #DesafiosDigitais #InteligênciaArtificial #FakeNewsEmergentes

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

29/01
12:18

ALERTA DE BOLSONARO

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro alertou sobre políticos que estariam considerando mudar para o PL visando vantagens nas eleições municipais, deixando claro que seu grupo político não os apoiará. Ele ressaltou a vigilância dos eleitores de direita, destacando que não serão facilmente enganados. Coronel Alfredo Menezes reforçou esse aviso, direcionando aos “espertinhos que se fingem de direita”. Ele enfatizou ainda mais a mensagem, acrescentando referência indireta ao prefeito de Manaus, David Almeida, chamando-o de “pintor melancia oportunista”.

29/01
11:18

REFERÊNCIA

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro se defendeu de acusações de operar um suposto sistema de inteligência paralelo. Ao esclarecer sua “inteligência paralela”, ele relevou sua comunicação direta com o Coronel Alfredo Menezes no Amazonas, especialmente em situações críticas, como os incêndios na Amazônia. “Quando falei sobre minha inteligência paralela, quem é essa inteligência paralela? Tem um problema, está pegando fogo lá no Amazonas. Eu ligo para o coronel Menezes, certo? Menezes, como está essa questão dos incêndios aí? Porque a imprensa não está divulgando. E o cara me fala.”, declarou.

Ver mais >>

Programas