AO VIVO
Executivo - 05 de dezembro de 2021
Foto:

Coronéis aposentados ligados a Amazonino querem suspender benefícios dados à tropa da PM-AM

Como os oficiais aposentados não foram contemplados com o aumento do Governo do Amazonas, eles discutem ir à Justiça para impedir que o pagamento seja feito para os quase 10 mil policiais e bombeiros

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM

Doze coronéis da reserva da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM) ensaiam se ‘rebelar’ contra os benefícios anunciados pelo Governo do Estado para os quase 10 mil policiais militares da ativa. A informação vem de uma fonte do site O PODER que participou da reunião realizada pelo grupo, na manhã do último sábado (4).

Ainda segundo a fonte, a ideia discutida no encontro é de fomentar uma espécie de ‘motim’ entre os insatisfeitos, para pressionar tanto o comando da PM-AM quanto o Governo do Amazonas, a conceder benefícios também para os coronéis da reserva.

amazonino e walter cruz 777x437

O ex-governador Amazonino Mendes com o coronel da PM-AM, Walter Cruz

As vantagens anunciadas pelo governador Wilson Lima (PSC) que deverão ser implementadas já em janeiro de 2022 com o pagamento da data-base de 2020, alcançam 10 mil policiais entre militares e bombeiros, entretanto, o grupo de coronéis aposentados teria ficado de fora, o que seria, em tese, o motivo da revolta.

Também de acordo com a fonte, os oficiais estão dispostos a fazer o que for necessário e avaliam usar como principal arma, uma ação judicial para impedir, inclusive, que o aumento e as melhorias nas gratificações já anunciados sejam pagos aos PMs da ativa em janeiro.

“Até que o grupo de oficiais aposentados seja também contemplado, eles estão dispostos a prejudicar as quase 10 mil famílias de PMs e bombeiros em atividade”, revelou a fonte, que também descreveu estar preocupada com o cunho político e eleitoral do movimento.

promoção capitães 3 484x500

O ex-governador Amazonino Mendes com o coronel da PM-AM, Amadeu Soares

Politicagem

O pleito do grupo de oficiais aposentados, a priori, parece legítimo, não fosse o contexto político que se desenha à medida que se aproximam as Eleições de 2022. Conforme a fonte d’O PODER, toda a organização do protesto está sob o comando de dois oficiais da reserva com larga participação na política partidária e que trabalham diretamente com o ex-governador e atual pré-candidato ao governo do Amazonas, Amazonino Mendes (sem partido): o coronel Walter Cruz e coronel Amadeu Soares.

Tanto Cruz quanto Amadeu ocuparam repetidas vezes cargos de confiança em governos de Amazonino, em um passado recente. A fonte da equipe de reportagem sentiu, em determinado momento da reunião, que o pedido do grupo vai além dos benefícios salariais. “Você via claramente que eles veem nisso uma possibilidade de atrapalhar o atual governo. Se a tropa não receber o aumento em janeiro, o Wilson (Lima) fica mal com a gente e é ganho político para eles”, explicou.

Benefícios

Em outubro, o governador Wilson Lima anunciou o pagamento da data-base de 2020, no percentual de 3,30%, para servidores da ativa da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. Na última sexta-feira (3), ele encaminhou outras duas mensagens que vão possibilitar aumento no salário dos PMs.

A primeira aumenta o valor da hora extra, que hoje rende ao policial, em média, R$ 800 por mês e com a mudança poderá chegar a ganhos em torno de R$ 1,9 mil, mais que o dobro do que se paga atualmente.

A segunda cria a gratificação de curso para policiais militares e bombeiros do Estado, que segundo a proposta já encaminhada à Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) vai variar entre 25% a 35% do salário do policial, de acordo com a titulação. Ou seja, um soldado, poderá acrescentar ao salário R$ 1.207,86, caso faça especialização, e um coronel, o valor de R$ 7.792,61, ao concluir o doutorado.

A equipe do site O PODER entrou o contato com os coronéis da reserva da PM-AM, Walter Cruz e Amadeu. Cruz afirmou que “de forma alguma querem suspender benefícios” e que a reunião não teve cunho político, mas sim legal.

“A Constituição Federal nos ampara na questão da paridade e integralidade. E o sistema de proteção militar instituído pelo presidente (Jair Bolsonaro), no ano passado, tem uma lei que também fala da paridade e integralidade”, finalizou.

*Matéria atualizada às 17h20 para acréscimo de informações

COMENTÁRIOS:

D
Deivison
Essa mudança é aumento do serviço extra vai é prejudicar os policiais militares, pois, ela vai diminuir as vagas de 3.500 para 1.600 , a intenção do governo é descobrir um santo para cobrir outro, 6 por meia dúzia.
P
PAULO RODRIGUES DE VASCONCELOS
Não se trata de motim, e não foram apenas os coronéis que ficaram de fora, pois não é só coronel que se aposenta, mas uma classe que são esquecidos pelo poder público, que são soldados, cabos, sargentos e oficiais da reserva que esperam sempre um benefício, e são esquecidos pelo governo...
J
Jefferson
Os coronéis vivem como marajás, quando estão na ativa, carro para levar os filhos esposa, parente etc. Sempre tendo vantagens em tudo e nem trabalham, foram as GAMES que recebem, isso e uma vergonha e totalmente político.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

25/03
11:15

AFASTAMENTO DE SECRETÁRIO

O vereador Capitão Carpê utilizou a tribuna nesta segunda-feira (25) para solicitar ao prefeito David Almeida o afastamento do Secretário de Comunicação do município, Israel Conte. Carpê se baseia no fato de que o motorista do portal O Abutre confirmou à polícia o recebimento de dinheiro em espécie na prefeitura durante seu depoimento.

20/03
20:29

RAIFF NO UNIÃO

O vereador Raiff Matos (Democracia Cristã) deverá mudar de partido nos próximos dias. O parlamentar, que integra a base conservadora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), está prestes a se juntar às fileiras do União Brasil. A confirmação foi feita na manhã desta terça-feira (19) à reportagem do site O Poder.com pelo vereador Diego Afonso (UB), líder da bancada na Câmara Municipal.

20/03
11:45

FAUSTO JR. NA CMM

Na manhã desta terça-feira (19), o deputado federal licenciado e atual secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Fausto Júnior, esteve visitando a Câmara Municipal de Manaus, onde cumprimentou os vereadores. Após saudar os parlamentares, Fausto se reuniu a portas fechadas com o vereador Diego Afonso (UB). Questionado pela reportagem do site O Poder.com sobre a motivação da visita à câmara, o deputado afirmou que se tratava apenas de uma visita de “cortesia”.

13/03
11:21

BELÃO NO COMANDO

Cotado para concorrer à prefeitura de Fonte Boa nas Eleições de 2024, o ex-deputado estadual Belarmino Lins, mais conhecido como ‘Belão’, assumiu o comando do diretório do partido União Brasil naquele município. Belão, após 32 anos de vida pública e oito mandatos consecutivos na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), decidiu abandonar a política, mas agora almeja a prefeitura de Fonte Boa.

05/03
16:31

REPRESENTANDO A DIREITA

Depois que o prefeito David Almeida (Avante) afirmou que continuaria em seu partido e não ingressaria mais no Partido Liberal (PL), apesar das tentativas com os caciques regional e nacional da sigla, Alfredo Nascimento e Valdemar da Costa Neto, o pré-candidato do partido em Manaus, o deputado federal Capitão Alberto Neto, intensificou sua pré-campanha nas redes sociais. Um card com a imagem de Alberto Neto e do ex-presidente Jair Bolsonaro, acompanhado da mensagem “Estou preparado para Manaus”, passou a circular.

Ver mais >>

Programas