AO VIVO
Executivo - 14 de dezembro de 2023
Foto:

Congresso dos EUA abre processo de impeachment do presidente Biden

Congresso dos EUA abre processo de impeachment do presidente Biden

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

O Congresso dos Estados Unidos votou nesta quarta-feira (13), pela abertura de um processo de impeachment do presidente Joe Biden. Os republicanos, que são maioria na Câmara dos Deputados, acusam Biden de usar influência enquanto vice-presidente de Barack Obama (2009-2017) para permitir que seu filho tivesse negócios obscuros na China e na Ucrânia.

O chefe da comissão de investigação, senador James Comer, acusou Biden, no plenário da Câmara, de mentir.  “Joe Biden mentiu repetidamente para o povo americano”

O presidente, seu filho, Hunter Biden, e o Partido Democrata negam as alegações.

“Em vez de fazer seu trabalho, eles preferem desperdiçar seu tempo com essa chicana política sem fundamento que até mesmo os republicanos no Congresso reconhecem que não é apoiada por fatos”, reagiu Joe Biden em uma declaração minutos após a votação.

Hunter, de 50 anos, reconheceu diante do Congresso ter cometido “erros” em sua vida, marcada por um passado de vícios e acusações em dois processos judiciais. No entanto, acusou “os trumpistas” de tentar “desumaniza-lo” para “prejudicar” seu pai, e se recusou a participar de uma audiência a portas fechadas organizada pelos republicanos, que o convocaram ao Capitólio nesta quarta-feira.

“Meu pai nunca esteve envolvido financeiramente em meus negócios”, disse Hunter Biden em uma entrevista coletiva.

‘Traição, suborno ou outro crimes graves’

A Constituição dos EUA estabelece que o Congresso pode destituir o presidente do cargo em casos de “traição, suborno ou outros crimes graves e contravenções“. O procedimento é feito em duas etapas. A Câmara dos Deputados investiga e, por maioria simples, vota nas acusações contra o presidente: isso é chamado de impeachment.

Se a Câmara dos Deputados aprovar as acusações por maioria simples, o Senado instaura o processo de impeachment e condena o presidente. Nesse caso, ele provavelmente será absolvido porque o Senado é controlado pelos democratas.

Três ex-presidentes já foram indiciados: Andrew Johnson em 1868, Bill Clinton em 1998 e Trump em 2019 e 2021. Todos foram inocentados no processo. Richard Nixon optou por renunciar em 1974 para evitar a possibilidade de impeachment após o escândalo de Watergate. Nenhum presidente dos EUA jamais foi destituído.

*Diário do Poder

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

29/01
12:18

ALERTA DE BOLSONARO

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro alertou sobre políticos que estariam considerando mudar para o PL visando vantagens nas eleições municipais, deixando claro que seu grupo político não os apoiará. Ele ressaltou a vigilância dos eleitores de direita, destacando que não serão facilmente enganados. Coronel Alfredo Menezes reforçou esse aviso, direcionando aos “espertinhos que se fingem de direita”. Ele enfatizou ainda mais a mensagem, acrescentando referência indireta ao prefeito de Manaus, David Almeida, chamando-o de “pintor melancia oportunista”.

29/01
11:18

REFERÊNCIA

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro se defendeu de acusações de operar um suposto sistema de inteligência paralelo. Ao esclarecer sua “inteligência paralela”, ele relevou sua comunicação direta com o Coronel Alfredo Menezes no Amazonas, especialmente em situações críticas, como os incêndios na Amazônia. “Quando falei sobre minha inteligência paralela, quem é essa inteligência paralela? Tem um problema, está pegando fogo lá no Amazonas. Eu ligo para o coronel Menezes, certo? Menezes, como está essa questão dos incêndios aí? Porque a imprensa não está divulgando. E o cara me fala.”, declarou.

Ver mais >>

Programas