AO VIVO

Após governo Lula deixar BR-319 fora do novo PAC, Wilson Lima reage

Segundo o governador é necessário que o Governo Federal apresente uma sinalização para a recuperação da via e que cabe ao Amazonas buscar outros caminhos além do diálogo caso a vontade política do governo Lula não seja manifestada

Por: Alvaro Corado
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

O governador do Amazonas Wilson Lima (União Brasil) durante vistoria ao segundo conjunto habitacional do Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+) nesta segunda-feira (14), falou sobre buscar outros meios para garantir a trafegabilidade da BR-319, rodovia esta que não foi incluída no pacote de obras do Programa de Aceleração do Crescimento 3 (PAC 3) do Governo Federal. No entanto, havia uma expectativa de que isso ocorresse.

Wilson Lima esteve presente no lançamento do PAC 3, que trouxe investimento para diversas frentes de obras no Amazonas como a BR-174 e a Manaus Moderna, mas não para a BR-319.

Segundo o governador,  é necessário que o Governo Federal apresente uma sinalização para a recuperação da via e que cabe ao Amazonas buscar outros caminhos além do diálogo caso a vontade política do governo Lula não seja manifestada.

“A gente não está falando da abertura de uma estrada, a gente está falando da manutenção de uma estrada que já existe há pelo menos 40 anos. Então é preciso que haja essa decisão do Governo Federal porque se não houve esse entendimento, essa disposição, a gente precisa procurar outros caminhos, seja judiciais, enfim.”, disse Wilson Lima.

BR-319 é prioridade para o Governo do Amazonas

Wilson Lima ainda falou que esteve presente em reuniões com o Governo Federal e disse que a BR-319 é prioridade.

“A gente teve algumas reuniões com a Casa Civil do Governo Federal, colocando aquilo que era prioridade aqui no estado do Amazonas e eu destaquei que a prioridade número um aqui que era a BR-319.  E o que acontece especificamente com a questão da BR-319? Ela, de acordo com o Governo Federal, vai ser discutida em outro âmbito, que é com algumas questões ambientais que precisam ser levadas em consideração, mas aí o quê que eu falei pro Governo Federal, para o presidente, e também para a ministra Miriam Belchior? Tem que haver uma decisão do Governo Federal.”, disse o governador.

“A questão ambiental a gente supera e agente entrega todas as condicionantes ambientais necessárias para que efetivamente a rodovia saia. O que eles querem? Querem que criem reservas ao longo da BR-319, que estabeleça governança, que estabeleça critérios, de conservação, de preservação, querem transformar a BR-319 numa estrada-parque com um limite por exemplo de tonelagem de pesos de caminhões que passam por ali? Não tem problema. O estado do Amazonas está disposto, o povo também está disposto a firmar esse compromisso. Agora, a gente não poder continuar tendo tolhidoo direito que é básico do cidadão, que é o direito de ir e vir.”, acrescentou Lima.

Impasse

Inaugurada em 1976, a BR-319 interliga o Amazonas a Rondônia e a outras via para o restante do Brasil. A rodovia federal que corta a Amazônia há algum tempo possui diversos problemas de trafegabilidade, sendo inviável para muitos motoristas.

A parte mais crítica da rodovia fica entre os quilômetros 250 e 655, conhecida como “trecho do meio”. O local é famoso pelos atoleiros, buracos, pontes quebradas e falta de sinalização.

rodovia br 319 777x437

Foto: Divulgação

Em julho de 2022, uma licença prévia para pavimentação foi concedida no governo do ex-presidente Jair Bolsonaro, mas ainda depende de estudos do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).  

 

 

#Wilson Lima #BR-319

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

28/02
17:10

DAVID E VALDEMAR?

Esta semana, cresceram as especulações de que o prefeito David Almeida se encontraria com o presidente nacional do PL para supostamente tratar do seu ingresso à legenda de Bolsonaro. Nem ontem nem hoje aconteceu encontro algum, de acordo com a agenda de Valdemar da Costa Neto até esta quarta-feira (28). Fala-se até em uma chapa encabeçada por David, com o deputado Alberto Neto como vice; no entanto, Neto afirmou em entrevista nesta terça-feira (27) que é o pré-candidato da direita em Manaus e conta com o apoio do ex-presidente.

23/02
15:04

“FORA DA CURVA”

“Amom é um político ‘fora da curva’, diferenciado e um grande fenômeno no estado do Amazonas. Agregar apoio político e popular aos 23 anos de idade é algo que ocorre de tempos em tempos.” O comentário foi feito na manhã desta sexta-feira (23), no evento de lançamento da pré-candidatura do deputado federal Amom Mandel (Cidadania) a prefeito de Manaus, à reportagem do site O Poder.com pelo experiente político e membro do PSDB-AM, Humberto Michiles.

23/02
14:46

VICE DE AMOM?

O pré-candidato oficial da Federação PSDB-Cidadania, deputado federal Amom Mandel, tem a liberdade de escolher quem será seu vice na chapa à prefeitura de Manaus, sem nenhuma intervenção dos partidos e apoiadores de sua campanha. A afirmação foi feita pelo senador Plínio Valério, presidente da federação, em entrevista ao site OPoder.com. Amom afirmou que as conversas estão avançadas, mas ainda não há um nome definido.

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

Ver mais >>

Programas