AO VIVO
Executivo - 18 de dezembro de 2023
Foto: Reprodução

Adail Pinheiro intensifica contato com eleitores em Coari (AM)

Apesar de envolvido em polêmicas e condenações judiciais, Pinheiro parece manter uma base de apoio significativa no município; neste fim de semana ele celebrou o aniversário entre apoiadores

Por: Leon Furtado
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

O ex-prefeito de Coari (AM), Adail Pinheiro, retornou ao município neste fim de semana e foi recebido por apoiadores no aeroporto local. Pinheiro chegou de jato particular sob chuva intensa e desembarcou ao lado dos filhos do político, o deputado federal Adail Filho (Republicanos) e a deputada estadual Mayara Pinheiro (Republicanos). Também estavam presentes o atual prefeito Keitton Pinheiro (PP) e servidores públicos. A visita, que coincidiu com a celebração do aniversário de Pinheiro celebrado em 9 de dezembro, incluiu comemorações em um ginásio adornado com um palco e um bolo de quatro andares.

Eleições 2024

A expectativa de que Adail Pinheiro tente retornar ao executivo municipal de Coari em 2024. Keitton Pinheiro, que é sobrinho de Adail, anunciou que não concorrerá à reeleição para permitir o retorno do ex-prefeito. Ele declarou que o grupo político da família já tem conhecimento do retorno de Adail Pinheiro na disputa eleitoral, enfatizando que Adail é o pré-candidato do município para as eleições de 2024. Ele descreveu isso como uma “questão de honra” para a família Pinheiro trazer Adail de volta ao comando da prefeitura de Coari a partir de 2025​​​​.

Apesar de envolvido em polêmicas e condenações judiciais, Adail Pinheiro parece manter uma base de apoio significativa no município. Pesquisas iniciais para as eleições de 2024 mostram que ele está em posição competitiva, embora atrás de outro candidato, Harben Avelar, nas intenções de voto. Adail aparece como a primeira opção de 30,7% dos entrevistados e a segunda opção de 3,5%, totalizando um potencial de intenções de voto de 34,3%. Este cenário sugere que, apesar dos escândalos passados, Adail Pinheiro ainda é uma figura influente na política local e tem chances consideráveis na eleição municipal de 2024​​.

Trajetória polêmica

Manuel Adail Amaral Pinheiro, mais conhecido como Adail Pinheiro, é um empresário e político brasileiro nascido em Coari, Amazonas, em 1962. Sua carreira política é marcada por altos e baixos, tendo sido prefeito do município de Coari por dois mandatos consecutivos, de 2001 a 2008. Apesar de ter sido eleito para um terceiro mandato, sua trajetória foi interrompida por controvérsias e condenações judiciais. Pinheiro enfrentou acusações variadas, incluindo irregularidades na aplicação de verbas do Sistema Único de Saúde (SUS) e problemas com o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas. Ele foi considerado inelegível antes do pleito de 2012 devido a essas condenações, mas conseguiu disputar a eleição por decisão judicial e venceu o pleito​​.

O ex-prefeito também se envolveu em casos mais graves. Durante as investigações da Operação Vorax, surgiram indícios de seu envolvimento em uma rede de exploração sexual de crianças e adolescentes. Em 2014, após denúncias na imprensa nacional, o Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas decretou sua prisão preventiva. Posteriormente, em 2018, ele foi condenado a 57 anos e 5 meses de prisão por fraudes comprovadas na “Operação Vorax”. Além disso, em outro processo, ele foi condenado a 11 anos por estelionato e corrupção ativa, segundo o Ministério Público Federal do Amazonas (MPF-AM)​​​​​​.

eleições 2024 Adail Pinheiro

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

18/07
14:40

CUSTA PROCESSUAIS

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) fixou uma tese em um Incidente de Resolução de Demandas Repetitivas (IRDR) sobre o recolhimento de custas processuais para citação em processos judiciais. A tese estabelece que a falta de pagamento das custas necessárias à citação configura ausência de pressuposto para o desenvolvimento regular do processo, permitindo sua extinção caso não haja regularização dentro do prazo estabelecido, sem necessidade de prévia intimação pessoal do autor. A decisão visa uniformizar o entendimento e garantir a segurança jurídica no TJAM.

18/07
14:38

PROJETO DE DÉBORA

A deputada estadual Débora Menezes apresentou o Projeto de Lei 372/2024 para fixar o critério do sexo biológico em testes físicos ou práticos de concursos públicos no Amazonas, visando garantir o princípio da isonomia. Segundo a proposta, os candidatos competiriam apenas com pessoas do mesmo sexo biológico nessas etapas, mantendo a concorrência justa sem interferir nas provas teóricas. Débora argumenta que isso preservaria a integridade das competições e evitaria desigualdades decorrentes de diferenças fisiológicas entre homens e mulheres.

18/07
14:37

“ESCOLA DA FLORESTA”

Nesta terça-feira, o governador Wilson Lima inaugurou a primeira Escola da Floresta do Brasil na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã, no interior do estado. A escola adota um conceito de sustentabilidade integral e um currículo inovador focado em educação ambiental. Lima enfatizou a importância de cuidar das comunidades locais para proteger a Amazônia, destacando a iniciativa como um modelo inspirador de desenvolvimento sustentável e educação integrada à conservação ambiental.

18/07
14:36

AUXÍLIO DO GOVERNO

O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou nesta terça-feira, o valor de R$ 30 mil como auxílio para reposição de moradias de cada uma das 18 famílias afetadas por um incêndio de grandes proporções no município de Nhamundá, no interior do estado. O sinistro, ocorrido na madrugada de segunda-feira, atingiu 14 residências e deixou 69 pessoas desabrigadas. O auxílio será pago por meio do programa Amazonas Meu Lar.

17/07
13:33

FOMENTO

O governador Wilson Lima assinou um protocolo de intenções com o Banco da Amazônia para impulsionar o setor primário e o empreendedorismo no Amazonas, com investimentos previstos de R$ 1,4 bilhão do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO). A iniciativa reforça o compromisso do governo com o desenvolvimento sustentável do estado, focando no apoio à agricultura familiar e outros setores produtivos.

Ver mais >>

Programas