AO VIVO
Executivo - 18 de dezembro de 2023
Foto: Reprodução

Adail Pinheiro intensifica contato com eleitores em Coari (AM)

Apesar de envolvido em polêmicas e condenações judiciais, Pinheiro parece manter uma base de apoio significativa no município; neste fim de semana ele celebrou o aniversário entre apoiadores

Por: Leon Furtado
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

O ex-prefeito de Coari (AM), Adail Pinheiro, retornou ao município neste fim de semana e foi recebido por apoiadores no aeroporto local. Pinheiro chegou de jato particular sob chuva intensa e desembarcou ao lado dos filhos do político, o deputado federal Adail Filho (Republicanos) e a deputada estadual Mayara Pinheiro (Republicanos). Também estavam presentes o atual prefeito Keitton Pinheiro (PP) e servidores públicos. A visita, que coincidiu com a celebração do aniversário de Pinheiro celebrado em 9 de dezembro, incluiu comemorações em um ginásio adornado com um palco e um bolo de quatro andares.

Eleições 2024

A expectativa de que Adail Pinheiro tente retornar ao executivo municipal de Coari em 2024. Keitton Pinheiro, que é sobrinho de Adail, anunciou que não concorrerá à reeleição para permitir o retorno do ex-prefeito. Ele declarou que o grupo político da família já tem conhecimento do retorno de Adail Pinheiro na disputa eleitoral, enfatizando que Adail é o pré-candidato do município para as eleições de 2024. Ele descreveu isso como uma “questão de honra” para a família Pinheiro trazer Adail de volta ao comando da prefeitura de Coari a partir de 2025​​​​.

Apesar de envolvido em polêmicas e condenações judiciais, Adail Pinheiro parece manter uma base de apoio significativa no município. Pesquisas iniciais para as eleições de 2024 mostram que ele está em posição competitiva, embora atrás de outro candidato, Harben Avelar, nas intenções de voto. Adail aparece como a primeira opção de 30,7% dos entrevistados e a segunda opção de 3,5%, totalizando um potencial de intenções de voto de 34,3%. Este cenário sugere que, apesar dos escândalos passados, Adail Pinheiro ainda é uma figura influente na política local e tem chances consideráveis na eleição municipal de 2024​​.

Trajetória polêmica

Manuel Adail Amaral Pinheiro, mais conhecido como Adail Pinheiro, é um empresário e político brasileiro nascido em Coari, Amazonas, em 1962. Sua carreira política é marcada por altos e baixos, tendo sido prefeito do município de Coari por dois mandatos consecutivos, de 2001 a 2008. Apesar de ter sido eleito para um terceiro mandato, sua trajetória foi interrompida por controvérsias e condenações judiciais. Pinheiro enfrentou acusações variadas, incluindo irregularidades na aplicação de verbas do Sistema Único de Saúde (SUS) e problemas com o Tribunal de Contas do Estado do Amazonas. Ele foi considerado inelegível antes do pleito de 2012 devido a essas condenações, mas conseguiu disputar a eleição por decisão judicial e venceu o pleito​​.

O ex-prefeito também se envolveu em casos mais graves. Durante as investigações da Operação Vorax, surgiram indícios de seu envolvimento em uma rede de exploração sexual de crianças e adolescentes. Em 2014, após denúncias na imprensa nacional, o Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas decretou sua prisão preventiva. Posteriormente, em 2018, ele foi condenado a 57 anos e 5 meses de prisão por fraudes comprovadas na “Operação Vorax”. Além disso, em outro processo, ele foi condenado a 11 anos por estelionato e corrupção ativa, segundo o Ministério Público Federal do Amazonas (MPF-AM)​​​​​​.

eleições 2024 Adail Pinheiro

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

29/01
12:18

ALERTA DE BOLSONARO

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro alertou sobre políticos que estariam considerando mudar para o PL visando vantagens nas eleições municipais, deixando claro que seu grupo político não os apoiará. Ele ressaltou a vigilância dos eleitores de direita, destacando que não serão facilmente enganados. Coronel Alfredo Menezes reforçou esse aviso, direcionando aos “espertinhos que se fingem de direita”. Ele enfatizou ainda mais a mensagem, acrescentando referência indireta ao prefeito de Manaus, David Almeida, chamando-o de “pintor melancia oportunista”.

29/01
11:18

REFERÊNCIA

Em live neste domingo (28), o ex-presidente Jair Bolsonaro se defendeu de acusações de operar um suposto sistema de inteligência paralelo. Ao esclarecer sua “inteligência paralela”, ele relevou sua comunicação direta com o Coronel Alfredo Menezes no Amazonas, especialmente em situações críticas, como os incêndios na Amazônia. “Quando falei sobre minha inteligência paralela, quem é essa inteligência paralela? Tem um problema, está pegando fogo lá no Amazonas. Eu ligo para o coronel Menezes, certo? Menezes, como está essa questão dos incêndios aí? Porque a imprensa não está divulgando. E o cara me fala.”, declarou.

Ver mais >>

Programas