AO VIVO

Potencial bioeconômico da Amazônia pode atrair investimentos de empresas japonesas

Representantes da Japan External Trade Organization (Jetro) reuniram com o Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), no fim de janeiro, para prospectar o mercado de inovação em bioeconomia. 

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

NEGÓCIOS |

A bioeconomia amazônica tem obtido cada vez mais reconhecimento mundial e gerado diversas demandas nacionais e internacionais devido ao diferencial que a região oferece, tanto em diversidade de insumos quanto nas propriedades únicas que estes bens naturais locais podem proporcionar para vários segmentos produtivos. Por entender que há diversas oportunidades para ampliar atividades conjuntas que tenham por base este setor econômico, representantes da Japan External Trade Organization (Jetro) reuniram com o Centro de Biotecnologia da Amazônia (CBA), no fim de janeiro, para prospectar o mercado de inovação em bioeconomia. 

A Jetro é uma organização oficial de Comércio Exterior e Investimentos do Japão, vinculado ao Ministério da Economia, Comércio e Indústria japonês. Os representantes da instituição, cujo escritório no Brasil fica sediado em São Paulo, buscam informações de setores de atividade econômica intensivas em bioeconomia que devem ser priorizados para prospecção de atividades comerciais para a Amazônia, complementando a matriz econômica vigente. 

Assim, o diretor-presidente da entidade, Hiroshi Hara, o diretor do Departamento de Comércio Exterior, Hiroyuki Saito, e a analista de Comércio Exterior, Elina Kawaguchi, reuniram com o gestor do CBA, Fábio Calderaro, para entender sobre as atividades do Centro no fomento ao empreendedorismo biotecnológico local e os avanços obtidos pela instituição e seu corpo científico nos diversos processos desenvolvidos no CBA, em Manaus. 

Potencialidades locais

O detalhamento do ecossistema de bioeconomia local, das atividades em prática e os avanços obtidos possibilitaram aos representantes da Jetro uma visão mais clara de como a biotecnologia promovida pelo Centro e seus diversos parceiros permite que este vetor econômico complemente as atividades da Zona Franca de Manaus (ZFM) e possibilite que o desenvolvimento socioeconômico possa alcançar comunidades regionais longe do grande centro produtivo, centrado na capital do Amazonas devido aos avanços do Polo Industrial de Manaus (PIM).

E é justamente devido às indústrias instaladas no PIM que a bioeconomia pode, e deve, ser alavancada, “uma vez que a indústria deve ser o motor que impulsiona essa atividades. Afinal, as demandas industriais permitem a atração de investimentos necessários ao fomento da biotecnologia e a integração das cadeias produtivas locais, estimulando o desenvolvimento que beneficie tanto quem está na base desta cadeia quanto o consumidor final”, destacou o gestor do CBA.

Investimentos internacionais

O diretor-presidente da Jetro afirmou que, historicamente, as empresas nipônicas investem no Brasil e no Amazonas e muitas outras demonstram o mesmo interesse. Após visita aos laboratórios do Centro, Hara afirmou que “empresas de base tecnológica japonesas, as startups, têm projetos que estão relacionados à biotecnologia. Pelos projetos em desenvolvimento no CBA, vemos a vasta oportunidade existente, informação que será passada às empresas japonesas, as quais incentivaremos a atuar em conjunto com as instituições da região”.

Na ocasião, os representantes da Jetro puderam reunir, também, com o analista de Comércio Exterior da Suframa, Arthur Lisboa, que apresentou um pouco da estrutura da Zona Franca de Manaus quanto à legislação, logística, diferenciais e oportunidades, dirimindo eventuais dúvidas dos visitantes.

Ao final da agenda, as instituições ratificaram o compromisso de expandir o contato para ampliar o debate sobre biotecnologia na Amazônia, com a possibilidade de realizar atividades, inclusive híbridas, que cheguem aos potenciais investidores internacionais que buscam contribuir para que a bioeconomia local alcance índices ainda melhores e gerem oportunidades para a sociedade local e mundial.

Com informações de Assessoria*
Fotos: Divulgação/CBA

CBA bioeconomia Jetro

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

23/02
15:04

“FORA DA CURVA”

“Amom é um político ‘fora da curva’, diferenciado e um grande fenômeno no estado do Amazonas. Agregar apoio político e popular aos 23 anos de idade é algo que ocorre de tempos em tempos.” O comentário foi feito na manhã desta sexta-feira (23), no evento de lançamento da pré-candidatura do deputado federal Amom Mandel (Cidadania) a prefeito de Manaus, à reportagem do site O Poder.com pelo experiente político e membro do PSDB-AM, Humberto Michiles.

23/02
14:46

VICE DE AMOM?

O pré-candidato oficial da Federação PSDB-Cidadania, deputado federal Amom Mandel, tem a liberdade de escolher quem será seu vice na chapa à prefeitura de Manaus, sem nenhuma intervenção dos partidos e apoiadores de sua campanha. A afirmação foi feita pelo senador Plínio Valério, presidente da federação, em entrevista ao site OPoder.com. Amom afirmou que as conversas estão avançadas, mas ainda não há um nome definido.

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

Ver mais >>

Programas