AO VIVO

Ganhador do Nobel, economista considera moeda comum uma ‘ideia terrível’

Paul Krugman disse que proposta de Brasil e Argentina não tem como dar certo

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

NEGÓCIOS | 

Ganhador do prêmio Nobel de Economia em 2008, o economista Paul Krugman criticou a ideia dos presidentes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e da Argentina, Alberto Fernández, de criar uma moeda comum entre os dois países, anunciada em um comunicado conjunto, em 21 de janeiro, um dia antes de Lula embarcar para o país vizinho.

Em uma postagem no Twitter no domingo 29, Krugman escreveu que se trata de uma “ideia terrível”. “Não sei quem teve essa ideia, mas certamente não foi alguém que soubesse alguma coisa sobre economia monetária internacional.”

Ele escreveu, ainda, que uma moeda compartilhada pode fazer sentido entre economias que são os principais parceiros comerciais um do outro e são semelhantes o suficiente para que não enfrentem grandes ‘choques assimétricos’ — o que claramente não é o caso dos vizinhos sul-americanos.

O economista destacou que o Brasil destina apenas 4,2% de suas exportações para a Argentina, e esta, por sua vez, destina ao Brasil apenas 15%. “E a estrutura de exportação dos dois países é muito diferente”, analisou Krugman. De acordo com dados de 2021, 31% das exportações brasileiras são para a China; 13% para União Europeia; 11% para os Estados Unidos; 4,2% para Argentina; 2,5% para o Chile; e 37% vão para outros países.

O economista também ressaltou que, enquanto a Argentina exporta principalmente produtos agrícolas, mais da metade dos embarques do Brasil são combustíveis e produtos manufaturados. “Portanto, choques na economia mundial provavelmente causarão grandes mudanças na taxa de câmbio real de equilíbrio”, explicou. 

A criação da moeda comum não foi detalhada pelos governos da Argentina ou do Brasil. Os ministros da Fazenda do Brasil, Fernando Haddad, e da Argentina, Sergio Massa, disseram apenas que não se trata de moeda única, mas de uma moeda comum, que seria utilizada por empresas e não substituiria o peso nem o real. A ideia seria diminuir a dependência do dólar norte-americano e fortalecer o comércio regional, disseram.

Desde que Fernández e Lula anunciaram a intenção de criação da moeda comum, que se chamaria sur (sul, em espanhol), dezenas de políticos, empresários e economistas criticaram a ideia. Uma das críticas é que a economia argentina, com inflação perto dos 100% (enquanto o Brasil fechou 2022 com inflação anual de 5,79%) e acumulando dívidas, vai mal e acarretaria sérios problemas ao Brasil.

Com informações de Revista Oeste*
Foto: Divulgação

Brasil Argentina moeda nova

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

23/02
15:04

“FORA DA CURVA”

“Amom é um político ‘fora da curva’, diferenciado e um grande fenômeno no estado do Amazonas. Agregar apoio político e popular aos 23 anos de idade é algo que ocorre de tempos em tempos.” O comentário foi feito na manhã desta sexta-feira (23), no evento de lançamento da pré-candidatura do deputado federal Amom Mandel (Cidadania) a prefeito de Manaus, à reportagem do site O Poder.com pelo experiente político e membro do PSDB-AM, Humberto Michiles.

23/02
14:46

VICE DE AMOM?

O pré-candidato oficial da Federação PSDB-Cidadania, deputado federal Amom Mandel, tem a liberdade de escolher quem será seu vice na chapa à prefeitura de Manaus, sem nenhuma intervenção dos partidos e apoiadores de sua campanha. A afirmação foi feita pelo senador Plínio Valério, presidente da federação, em entrevista ao site OPoder.com. Amom afirmou que as conversas estão avançadas, mas ainda não há um nome definido.

08/02
14:52

FINANCIAMENTO PÚBLICO X PRIVADO

O deputado Adjuto Afonso (UB) comentou nesta quinta-feira, 08/02, durante o lançamento do programa de financiamento + Créditos Amazonas da AFEAM, que o governo tem facilitado muito para o microempreendedor do interior através do programa. Para o deputado, não foi surpresa o anúncio da agência ser a primeira do país em financiamento público para microempreendedores. Oriundo da calha do rio Purus, ele fala com propriedade.

01/02
11:45

VAI DE PDT

O vereador de Itacoatiara, Arnoud Lucas, que é pré-candidato à prefeitura daquele município, revelou ao site O Poder que aguardará o período da janela partidária (7 de março a 5 de abril) para sair do atual partido em que está filiado, o Partido Verde (PV), e mudar para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Ele afirmou que já recebeu o aval do presidente estadual da legenda no Amazonas, o ex-deputado estadual Luiz Castro, e acredita que terá no PDT-AM o suporte necessário para viabilizar o seu projeto de candidatura à prefeitura de Itacoatiara.

30/01
12:16

DISCORDÂNCIAS DE DESTERRO

Na 2ª sessão ordinária do TCE-AM em 30/01/2024, o conselheiro Érico Desterro expressou descontentamento com a mudança de postura do tribunal em relação aos pedidos de vista, lamentando a proibição de vistas para ausentes na sessão, embora tenha usado esse recurso. Apesar de concordar com a nova decisão, pediu sua aplicação uniforme. Surpreendido com a publicação de uma resolução sobre mudanças nas datas das câmaras, alegou falta de aprovação pelo pleno, solicitando revisão do procedimento. Apesar da derrota nesse tema, comprometeu-se a manter as sessões às segundas-feiras até a alteração no Regimento Interno.

Ver mais >>

Programas