AO VIVO

Amazonas defende descentralizar execução de projetos do Fundo Amazônia

Proposta foi defendida durante reunião do Comitê Orientador do Fundo, na sede do BNDES, na quarta-feira (15/02)

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

NEGÓCIOS |

O Governo do Amazonas defendeu uma série de oportunidades para melhorar a aplicabilidade de recursos e a execução de projetos provenientes do Fundo Amazônia. Entre outros pontos, o Estado apoia a descentralização da execução das ações, a fim de otimizar os resultados das iniciativas para a população.

O anúncio foi feito pelo secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira, durante a reunião de retomada do Comitê Orientador do Fundo Amazônia (Cofa). O encontro, que ocorreu na quarta-feira (15/02), na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro, foi o primeiro após quatro anos da desativação do Cofa, em 2019.

b4fb03b8 5861 48f1 aa2b 3b6f0741df23

Na oportunidade, o secretário de Estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira, enfatizou que a perspectiva do Governo do Amazonas, com a reabertura do Fundo, é que haja uma previsão mais ágil e menos burocrática para execução dos projetos, a fim de aumentar a execução dos recursos e tornar mais ágil a implementação das ações pelo Estado.

“Nada é tão bom que não possa melhorar. Historicamente, os entes federados são caracterizados pela baixa execução dos recursos e pela demora na implementação dos projetos. Por outro lado, entidades da sociedade civil, que são fundamentais na parceria com os Estados, detém um alto índice de execução, inclusive, com autorização para usar até 20% do recurso para contratação de equipe, algo vedado aos Estados”, pontuou.

Para ele, modelos híbridos e descentralizados de execução do Fundo Amazônia podem equilibrar a situação. Ele reforça que projetos liderados por Estados e executados por entidades privadas ou da sociedade civil podem solucionar os dois problemas em um único movimento.

“Desta forma, seria possível solucionar tanto a baixa execução dos projetos pelos Estados como dar a garantia da continuidade de projetos tocados por essas entidades não governamentais, que muitas vezes, quando feitos sem conexão com as políticas públicas de estado, tendem a desaparecer depois que o dinheiro do projeto acaba”, explicou.

Freio no desmatamento ilegal

Durante sua fala na reunião, Taveira também afirmou que o Fundo Amazônia é fundamental para controlar o avanço do desmatamento ilegal. Sua ausência contribuiu para o aumento dos índices, segundo conta o secretário. “Há diversos outros fatores, mas dados mostram que os anos sem o fundo foram também os de maior aumento, em especial no Amazonas, onde quase 80% dessas ilegalidades foram registradas em áreas federais”, pontuou.

Em nome do governador Wilson Lima, Taveira colocou o Estado à disposição na cooperação para retomada do Fundo Amazônia. “Creio que há caminhos e oportunidades que podem ajudar a construir novas soluções, para que os investimentos do Fundo cumpram ainda mais o seu papel de proteger a floresta e, ao mesmo tempo, ter impacto social e econômico positivo na vida das pessoas da Amazônia”, completou.

Ao final do encontro, Taveira, junto aos demais membros do Fórum de Secretários da Força-Tarefa de Governadores para o Clima e Florestas, entregaram à ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, uma carta que condensa as principais demandas dos Estados para a priorização do Fundo Amazônia.

Com informações de Assessoria*
Fotos: Divulgação

Amazônia BNDES Fundo

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

25/03
11:15

AFASTAMENTO DE SECRETÁRIO

O vereador Capitão Carpê utilizou a tribuna nesta segunda-feira (25) para solicitar ao prefeito David Almeida o afastamento do Secretário de Comunicação do município, Israel Conte. Carpê se baseia no fato de que o motorista do portal O Abutre confirmou à polícia o recebimento de dinheiro em espécie na prefeitura durante seu depoimento.

20/03
20:29

RAIFF NO UNIÃO

O vereador Raiff Matos (Democracia Cristã) deverá mudar de partido nos próximos dias. O parlamentar, que integra a base conservadora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), está prestes a se juntar às fileiras do União Brasil. A confirmação foi feita na manhã desta terça-feira (19) à reportagem do site O Poder.com pelo vereador Diego Afonso (UB), líder da bancada na Câmara Municipal.

20/03
11:45

FAUSTO JR. NA CMM

Na manhã desta terça-feira (19), o deputado federal licenciado e atual secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Fausto Júnior, esteve visitando a Câmara Municipal de Manaus, onde cumprimentou os vereadores. Após saudar os parlamentares, Fausto se reuniu a portas fechadas com o vereador Diego Afonso (UB). Questionado pela reportagem do site O Poder.com sobre a motivação da visita à câmara, o deputado afirmou que se tratava apenas de uma visita de “cortesia”.

13/03
11:21

BELÃO NO COMANDO

Cotado para concorrer à prefeitura de Fonte Boa nas Eleições de 2024, o ex-deputado estadual Belarmino Lins, mais conhecido como ‘Belão’, assumiu o comando do diretório do partido União Brasil naquele município. Belão, após 32 anos de vida pública e oito mandatos consecutivos na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), decidiu abandonar a política, mas agora almeja a prefeitura de Fonte Boa.

05/03
16:31

REPRESENTANDO A DIREITA

Depois que o prefeito David Almeida (Avante) afirmou que continuaria em seu partido e não ingressaria mais no Partido Liberal (PL), apesar das tentativas com os caciques regional e nacional da sigla, Alfredo Nascimento e Valdemar da Costa Neto, o pré-candidato do partido em Manaus, o deputado federal Capitão Alberto Neto, intensificou sua pré-campanha nas redes sociais. Um card com a imagem de Alberto Neto e do ex-presidente Jair Bolsonaro, acompanhado da mensagem “Estou preparado para Manaus”, passou a circular.

Ver mais >>

Programas