AO VIVO
Legislativo - 21 de março de 2022
Foto:

Vanda Ortega participa, em Brasília, de debate sobre a participação das mulheres indígenas na política

A pré-candidata a deputada federal Vanda Ortega é uma das convidadas da deputada federal Joenia Wapichana para debater a presença de indígenas no Congresso Nacional

Por: Brendo
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM

Nesta terça-feira (22), a pré-candidata a deputada federal e líder indígena do povo Witoto, Vanda Ortega (Rede), será uma das participantes da audiência pública que traz o tema: ‘Mulheres Indígenas na Política: Avanços e Conquistas’, na Câmara dos Deputados, em Brasília. O debate foi proposto pela deputada Joenia Wapichana (Rede), primeira mulher indígena a ser eleita para a Câmara.

De acordo com Vanda, durante a audiência pública serão discutidos assuntos como o papel da mulher indígena na política e a necessidade de se incluir todos os povos ancestrais dentro das discussões.

“Fui convidada juntamente com outras mulheres indígenas para apontar os avanços durante os últimos pleitos. Só em 2018 que uma mulher indígena foi eleita deputada na história desse País. Tivemos um avanço pequeno, mas precisamos de mais, até por que este ano se completou 90 anos do voto feminino”, destacou ela.

Além de Vanda, foram convidadas para discutir o assunto a coordenadora da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), Sonia Guajajara; as líderes indígenas do Pará Ô-é Kayapó e Juma Xipaia; a vice-prefeita do município de Normandia (RR), Veralice Lima de Oliveria; e a representante do Núcleo de Inclusão e Diversidade da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Samara Pataxó.

“Hoje, mais do que nunca, precisamos estar dentro de um congresso para que as politicas já existente sejam concretizadas na ponta. Amanhã, nosso diálogo trará algumas dessas reflexões e ainda sobre a violência contra as mulheres dentro do cenário político”, destacou.

O debate está marcado para as 10h, em local a ser definido, e poderá ser acompanhado ao vivo por meio do portal e-Democracia.

A deputada Joenia Wapichana afirma que as mulheres indígenas são as principais responsáveis pela proteção e continuidade das culturas e identidades de seus povos, e são, historicamente, os principais alvos das violências empreendidas contra os povos indígenas.

Ela afirma, ainda, que, aos poucos, enfrentando preconceitos culturais e machistas, elas estão cada vez mais ocupando espaços e alçando as vozes nas comunidades, cidades e espaços públicos, unindo-se em prol da superação das desigualdades e da defesa dos direitos dos seus povos e das florestas.

Nos últimos anos, as mulheres indígenas têm ampliado significativamente sua participação em processos eleitorais. De acordo com dados da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), com base nas estatísticas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nas eleições de 2020 foram eleitos 234 representantes de 71 povos originários, sendo 10 prefeitos, 11 vice-prefeitos e 213 vereadores. Nesse universo, 31 mulheres indígenas foram eleitas, ou seja, 13% do total. Em 2016, foram apenas 15 indígenas eleitas (8%).

Deputada Federal povos indígenas Vanda Ortega #Brasília

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

16/07
09:33

FORA LULA!

Neste domingo (14), ocorreram manifestações em São Paulo e Belo Horizonte contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o STF. Em São Paulo, na Avenida Paulista, organizada pelo Movimento Liberdade, políticos como Eduardo Girão e Carla Zambelli participaram, pedindo o impeachment de Alexandre de Moraes. Em Belo Horizonte, na Praça da Liberdade, manifestantes também expressaram críticas a Lula e ao senador Rodrigo Pacheco. Nas manifestações, os participantes entoaram slogans como “Lula, ladrão, seu lugar é na prisão”.

 

16/07
09:31

SOB SUSPEITA

A Âmbar Energia, do grupo J&F, dirigida por Joesley e Wesley Batista, apresentou à ANEEL um plano para assumir a distribuidora Amazonas Energia. A aquisição foi viabilizada por uma medida provisória do presidente Lula, que transferiu a dívida da empresa para os consumidores. Após encontros não agendados entre os empresários e o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, a medida favoreceu diretamente a Amazonas Energia. Lucas Furtado, sub-procurador geral do Ministério Público junto ao TCU, pediu a anulação do acordo por conflito de interesse público. A compra será realizada pelos fundos Futura Venture e Fundo Milão, da J&F.

16/07
09:30

SELEÇÃO PARA SUBSÍDIO

O governador Wilson Lima anunciou a convocação dos primeiros 500 pré-cadastrados no programa Amazonas Meu Lar, para a linha de atendimento Subsídio Entrada do Meu Lar. A partir desta segunda-feira, os selecionados deverão apresentar documentação e confirmar os dados informados na fase de pré-cadastro. O subsídio, entre R$ 30 mil e R$ 35 mil, será utilizado para a entrada no financiamento de apartamentos pela Caixa Econômica Federal. O programa visa oferecer 24 mil soluções de moradia e regularizar 33 mil imóveis, com um investimento de R$ 4,7 bilhões. Mais informações estão disponíveis no site amazonasmeular.am.gov.br.

12/07
12:39

WILSON ANTECIPA 13º

O governador do Amazonas, Wilson Lima (União Brasil), anunciou na manhã desta sexta-feira (12) a antecipação da primeira parcela do 13º salário dos servidores públicos do estado para os dias 23 e 24 de julho. Segundo Lima, a medida, somada ao pagamento da folha mensal, resultará na injeção de aproximadamente R$ 1 bilhão na economia do estado no final deste mês.

12/07
12:37

CÁRMEN LÚCIA EM MANAUS

A presidente do TSE, Cármen Lúcia, visitará Manaus em 29 de julho para se reunir com o TRE e visitar o Parque das Tribos, a maior comunidade indígena urbana do Amazonas. O presidente do TRE, João Simões, confirmou a visita e expressou preocupação com a possível seca severa durante as eleições deste ano. As Forças Armadas auxiliarão na segurança, especialmente em áreas críticas.

Ver mais >>

Programas