AO VIVO
Legislativo - 30 de novembro de 2021
Foto:

Deputado Jalser Renier usa tribuna da ALE-RR para atacar colegas por suposta prática de ‘gafanhotagem’

De acordo com o deputado Jalser Renier, 80% de deputados da ALE-RRE receberem dinheiro dos salários dos servidores dos gabinetes, pratica traduzida por ele como “gafanhotagem”

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM

O deputado estadual Jalser Renier (Solidariedade), preso em outubro deste ano acusado de ser o mandante do sequestro e tortura do jornalista Romano dos Anjos, utilizou a tribuna da Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR), nesta terça-feira (30), para indagar a Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final (CCJ) da Casa, sobre o andamento de seu processo de cassação. Ele também aproveitou a oportunidade para acusar os deputados de Roraima de receberem dinheiro dos salários dos servidores dos gabinetes, pratica traduzida por ele como “gafanhotagem”.

De acordo com Jalser, “80%  dos deputados recebem dinheiro do cidadão”, e ele estaria sendo prejudicado, uma vez que, segundo o parlamentar, a CCJ teria se negado a convocar testemunhas apresentadas por sua defesa. A primeira audiência do processo de cassação, estava prevista para ocorrer nesta terça-feira, mas o desembargador Mozarildo Cavalcanti acatou a um pedido de Jalser e mandou suspender a audiência. A Subcomissão de Ética, que analisa o processo, foi definida no último dia 11.

“Como se trata de algo realmente sério, não tenho para quem recorrer. Vou recorrer para quem? Vou recorrer à raposa que está dentro do galinheiro que é meu relator (deputado Jorge Everton)? Vou recorrer à deputada Catarina (Guerra) que tem um áudio dizendo que quer me cassar?”, indagou ele, afirmando que a CCJ estava realizando um trabalho político e não técnico. 

A CCJ alegou que o processo é conduzido pela Subcomissão de Ética da ALE-RR, e que é de interesse da defesa do acusado notificar, conduzir ou apresentar as defesas necessárias. O regimento da Casa Legislativa limita apenas cinco testemunhas, já a CCJ permitiu que a defesa de Jalser apresentasse 32 testemunhas.

Ataques

Após retomar a palavra, Jalser disparou: “O partido do senhor Nicoletti, que é um inconsequente, imbecil, homem que não tem o menor pudor e tampouco caráter, moveu uma ação contra minha pessoa. Essa ação movida pelo desprezível e incompatível Nicoletti, que não teve nenhuma consistência sob o aspecto original ou regimental, entrou aqui na Comissão de Ética para tirar meu mandato. E o processo tá aí, circulando para tirarem meu mandato”, declarou.

O deputado federal Nicoletti (PSL) foi quem entrou com pedido de cassação contra o Jalser Renier na ALE-RR. “Quantas orações eu recebi aqui nessa Casa. E nunca na minha vida faria o que vocês estão fazendo. Jamais na minha vida eu daria para vocês a faca para bater no peito de vocês. Isso aí eu não faria”, seguiu.

O parlamentar revelou que chegou a ligar para alguns colegas de parlamento que achava que eram seus parceiros para pedir ajuda, mas os deputados alegaram que se caso tentassem impedir a cassação, os mesmos iriam perder privilégios e acordos dentro da ALE-RR. “Acordo esses que eu conheço muito bem”, disse.

“Tive informações que, nesta Casa, 80% de deputados recebem dinheiro do cidadão e colocam no bolso. Estou criando um site agora no meu Instagram, e você que tiver me assistindo, servidor desta Casa, que recebe seu dinheiro e divide com deputados, isso é crime, isso é cadeia, isso é ‘gafanhotagem'”.

Ele ressaltou que está sendo vítima de algo que não fez, pois não é “homem de mandar fazer nada contra ninguém”. “Eu mesmo faço! Isso sim é carta marcada, porque querem me tirar daqui até o final do ano. Tenho procurado os deputados e eles viram as costas, não me atendem”, finalizou. 

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

25/03
11:15

AFASTAMENTO DE SECRETÁRIO

O vereador Capitão Carpê utilizou a tribuna nesta segunda-feira (25) para solicitar ao prefeito David Almeida o afastamento do Secretário de Comunicação do município, Israel Conte. Carpê se baseia no fato de que o motorista do portal O Abutre confirmou à polícia o recebimento de dinheiro em espécie na prefeitura durante seu depoimento.

20/03
20:29

RAIFF NO UNIÃO

O vereador Raiff Matos (Democracia Cristã) deverá mudar de partido nos próximos dias. O parlamentar, que integra a base conservadora da Câmara Municipal de Manaus (CMM), está prestes a se juntar às fileiras do União Brasil. A confirmação foi feita na manhã desta terça-feira (19) à reportagem do site O Poder.com pelo vereador Diego Afonso (UB), líder da bancada na Câmara Municipal.

20/03
11:45

FAUSTO JR. NA CMM

Na manhã desta terça-feira (19), o deputado federal licenciado e atual secretário estadual de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Fausto Júnior, esteve visitando a Câmara Municipal de Manaus, onde cumprimentou os vereadores. Após saudar os parlamentares, Fausto se reuniu a portas fechadas com o vereador Diego Afonso (UB). Questionado pela reportagem do site O Poder.com sobre a motivação da visita à câmara, o deputado afirmou que se tratava apenas de uma visita de “cortesia”.

13/03
11:21

BELÃO NO COMANDO

Cotado para concorrer à prefeitura de Fonte Boa nas Eleições de 2024, o ex-deputado estadual Belarmino Lins, mais conhecido como ‘Belão’, assumiu o comando do diretório do partido União Brasil naquele município. Belão, após 32 anos de vida pública e oito mandatos consecutivos na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM), decidiu abandonar a política, mas agora almeja a prefeitura de Fonte Boa.

05/03
16:31

REPRESENTANDO A DIREITA

Depois que o prefeito David Almeida (Avante) afirmou que continuaria em seu partido e não ingressaria mais no Partido Liberal (PL), apesar das tentativas com os caciques regional e nacional da sigla, Alfredo Nascimento e Valdemar da Costa Neto, o pré-candidato do partido em Manaus, o deputado federal Capitão Alberto Neto, intensificou sua pré-campanha nas redes sociais. Um card com a imagem de Alberto Neto e do ex-presidente Jair Bolsonaro, acompanhado da mensagem “Estou preparado para Manaus”, passou a circular.

Ver mais >>

Programas