AO VIVO
Poder Judiciário - 16 de fevereiro de 2022
Foto:

STF derruba exigência de quórum mais alto para alteração da Constituição de Rondônia

Para o STF, a exigência viola o princípio da simetria, que impõe a reprodução obrigatória, nas cartas estaduais, dos princípios sensíveis e estruturantes do modelo de federalismo de estado e de separação de Poderes

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM | Agência STF

Por unanimidade de votos, o Supremo Tribunal Federal (STF) julgou inconstitucional dispositivo da Constituição do Estado de Rondônia que instituiu quórum de 2/3 dos membros da Assembleia Legislativa para aprovação de projeto de emenda ao texto constitucional, ao passo em que a Constituição Federal exige, para sua alteração, 3/5 dos votos. A decisão foi tomada na sessão virtual do Plenário encerrada na última sexta-feira (11).

Para o STF, a exigência viola o princípio da simetria, que impõe a reprodução obrigatória, nas cartas estaduais, dos princípios sensíveis e estruturantes do modelo de federalismo de estado e de separação de Poderes. O parágrafo 2º do artigo 38 da Constituição estadual foi questionado no STF pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) n. 6453.

Ele argumentava que as constituições estaduais devem seguir os princípios da Constituição Federal sobre a matéria. No caso de Rondônia, em termos percentuais, exige-se quórum de aproximadamente 66%, enquanto a Carta federal prevê percentual mais baixo (60%).

Em seu voto pela procedência da ADI, a relatora, ministra Rosa Weber, afirmou que a adoção do quórum mais qualificado implica maiores dificuldades para a modificação constitucional, e essa estrutura não é acolhida no modelo legislativo federal.

Segundo ela, os estados não podem se afastar das regras constitucionais do processo legislativo federal, quando detalhadas no desenho procedimental traçado pela Constituição Federal, como é o caso do processo de reforma constitucional. Esse entendimento foi reafirmado pelo STF nas ADIs n. 486 e n. 1722.

Como o dispositivo questionado está em vigor há mais de 30 anos, o STF, por segurança jurídica, modulou os efeitos de sua decisão, para que seus efeitos sejam aplicados a partir da publicação da ata de julgamento, sem a alteração de dispositivos resultantes de emendas aprovadas pelo quórum mais exigente.

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

23/07
12:40

CONVENÇÃO EM ITACOATIARA

Na noite de sábado, 20 de julho, o Podemos realizou uma convenção em Itacoatiara para oficializar Arnoud Lucas como candidato a prefeito nas eleições de 2024. O evento reuniu milhares de pessoas e anunciou 31 candidatos a vereador pelo Podemos e PMB. O vereador destacou a necessidade de mudança e participação popular, reforçando o compromisso com o progresso da cidade.

23/07
12:39

VICE DE ALBERTO NETO

Em entrevista ao site O Poder, neste sábado (20), o deputado federal Alberto Neto (PL) revelou que seu pré-candidato a vice será da mesma ideologia política, da direita, e não há chances de ser vice do pré-candidato Roberto Cidade (União Brasil). Neto destacou a lealdade à direita e a Jair Bolsonaro, e anunciou que a convenção do Partido Liberal (PL) está prevista para 3 de agosto, onde serão oficializados a chapa majoritária e os candidatos a vereador.

23/07
12:37

CONVENÇÃO EM PAUINI

No sábado, 20, mais de 2 mil pessoas compareceram à convenção partidária do “Bloco de Evolução do Município” (Coligação do Bem) em Pauini. O prefeito Renato Afonso (PSD) teve seu nome confirmado como candidato à reeleição, compondo a chapa com o vice-prefeito Paulo da Gasolina (PL). A coligação tem o apoio do União Brasil e dos Progressistas. O prefeito destacou os avanços realizados e a necessidade de continuar o projeto de evolução do município.

23/07
12:36

CANDIDATURA HISTÓRICA

Neste domingo, 21 de julho, o União Brasil realizou uma convenção em Rio Preto da Eva, reunindo 10 mil pessoas. A professora Socorro Nogueira foi oficializada candidata à prefeitura e João Queiroz a vice. É a primeira vez que uma mulher se candidata à prefeitura no município. O evento contou com a presença de diversas autoridades políticas e mensagens de figuras nacionais.

23/07
12:33

CIDADE CRESCE

Um novo estudo eleitoral divulgado pelo Instituto Pontual Pesquisas nesta segunda-feira (22) revela o crescimento nas intenções de voto do deputado estadual Roberto Cidade (União Brasil) na corrida para a Prefeitura de Manaus nas eleições de 2024. Segundo a pesquisa realizada entre 14 e 18 de julho de 2024, Roberto Cidade, posicionado em terceiro, subiu de 9,0% para 12,8% em comparação com o levantamento anterior de abril deste ano. David Almeida (Avante) lidera com 29,8%, seguido por Amom Mandel (Cidadania) com 25,2%. Alberto Neto (PL) tem 8,5%, em quarto lugar.

Ver mais >>

Programas