AO VIVO
Poder Judiciário - 19 de junho de 2024
Foto: Reprodução/Internet

CCJ do Senado aprova Mauro Campbell para corregedor nacional de Justiça

O ministro, que é amazonense, destacou durante a sabatina a necessidade de reordenamento do Poder Judiciário e a importância de um filtro de relevância para recursos especiais

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado Federal aprovou por unanimidade a indicação do ministro Mauro Campbell Marques, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), para o cargo de corregedor nacional de Justiça no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para o biênio 2024-2026. Agora a indicação segue para votação no Plenário do Senado. O amazonense destacou durante a sabatina a necessidade de reordenamento do Poder Judiciário e a importância de um filtro de relevância para recursos especiais.

“Um dos maiores desafios do sistema de justiça brasileiro é lidar com a avalanche de processos que chegam ao Judiciário todos os dias”, afirmou. Ele ressaltou a importância dos juízes conhecerem a realidade das comunidades onde atuam, defendendo que os magistrados residam nas comarcas para melhor compreensão e influência sobre a comunidade local. “O juiz tem que ir às escolas, hospitais, postos de saúde. Ele precisa conhecer a realidade da sua jurisdição”, declarou.

O ministro também criticou a aposentadoria compulsória como punição para magistrados, sugerindo que essa prática “precisa ficar no passado deste país”. O mesmo propôs que magistrados punidos sejam submetidos ao Regime Geral de Previdência Social, evitando enriquecimento ilícito do Estado.

Mauro Campbell enfatizou a necessidade de um “novo diálogo” com a magistratura, considerando as peculiaridades regionais e os desafios enfrentados pelos juízes em todo o país. Ele também destacou a importância do Exame Nacional da Magistratura para elevar a qualificação dos futuros juízes.

O sabatinado destacou o papel do CNJ no controle administrativo e disciplinar dos magistrados, sem comprometer a independência judicial, e sublinhou a necessidade de regulamentação do uso de redes sociais pelos juízes. Ele também se comprometeu a intensificar a atuação do CNJ no combate à violência contra a mulher, declarando que “processos sobre violência contra mulheres devem ser prioridade absoluta”.

Após a nomeação pelo presidente Lula, Mauro Campbell Marques substituirá no cargo o ministro Luis Felipe Salomão, eleito na mesma sessão de 23 de abril para ser o próximo vice-presidente do STJ.

Natural de Manaus, Mauro Campbell é graduado em Ciências Jurídicas pelo Centro Universitário Metodista Bennett, no Rio de Janeiro. Atualmente, é Diretor-Geral da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados, além de integrar a Corte Especial, a Primeira Seção e a Segunda Turma do STJ. Antes de ingressar na Corte, atuou por 21 anos no Ministério Público, tendo chefiado a instituição no Amazonas por três vezes.

Antes de se tornar ministro do STJ, onde já completou 16 anos, Campbell também foi procurador-geral de Justiça no Amazonas e secretário de Segurança Pública. No STJ, ele atuou como corregedor-geral da Justiça Federal e membro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

23/07
12:40

CONVENÇÃO EM ITACOATIARA

Na noite de sábado, 20 de julho, o Podemos realizou uma convenção em Itacoatiara para oficializar Arnoud Lucas como candidato a prefeito nas eleições de 2024. O evento reuniu milhares de pessoas e anunciou 31 candidatos a vereador pelo Podemos e PMB. O vereador destacou a necessidade de mudança e participação popular, reforçando o compromisso com o progresso da cidade.

23/07
12:39

VICE DE ALBERTO NETO

Em entrevista ao site O Poder, neste sábado (20), o deputado federal Alberto Neto (PL) revelou que seu pré-candidato a vice será da mesma ideologia política, da direita, e não há chances de ser vice do pré-candidato Roberto Cidade (União Brasil). Neto destacou a lealdade à direita e a Jair Bolsonaro, e anunciou que a convenção do Partido Liberal (PL) está prevista para 3 de agosto, onde serão oficializados a chapa majoritária e os candidatos a vereador.

23/07
12:37

CONVENÇÃO EM PAUINI

No sábado, 20, mais de 2 mil pessoas compareceram à convenção partidária do “Bloco de Evolução do Município” (Coligação do Bem) em Pauini. O prefeito Renato Afonso (PSD) teve seu nome confirmado como candidato à reeleição, compondo a chapa com o vice-prefeito Paulo da Gasolina (PL). A coligação tem o apoio do União Brasil e dos Progressistas. O prefeito destacou os avanços realizados e a necessidade de continuar o projeto de evolução do município.

23/07
12:36

CANDIDATURA HISTÓRICA

Neste domingo, 21 de julho, o União Brasil realizou uma convenção em Rio Preto da Eva, reunindo 10 mil pessoas. A professora Socorro Nogueira foi oficializada candidata à prefeitura e João Queiroz a vice. É a primeira vez que uma mulher se candidata à prefeitura no município. O evento contou com a presença de diversas autoridades políticas e mensagens de figuras nacionais.

23/07
12:33

CIDADE CRESCE

Um novo estudo eleitoral divulgado pelo Instituto Pontual Pesquisas nesta segunda-feira (22) revela o crescimento nas intenções de voto do deputado estadual Roberto Cidade (União Brasil) na corrida para a Prefeitura de Manaus nas eleições de 2024. Segundo a pesquisa realizada entre 14 e 18 de julho de 2024, Roberto Cidade, posicionado em terceiro, subiu de 9,0% para 12,8% em comparação com o levantamento anterior de abril deste ano. David Almeida (Avante) lidera com 29,8%, seguido por Amom Mandel (Cidadania) com 25,2%. Alberto Neto (PL) tem 8,5%, em quarto lugar.

Ver mais >>

Programas