AO VIVO
Poder Judiciário - 01 de fevereiro de 2022
Foto:

3ª Vara do Tribunal do Júri pauta 132 processos para serem julgados neste ano

Trabalhos em plenário têm início nesta terça-feira, com o júri popular de um réu acusado de tentativa de homicídio

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

Com o julgamento da Ação Penal de número n. 0242502-91.2014.8.04.0001, que tem como réu Feliphe Gonçalves Pereira, a 3ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus iniciou nesta terça-feira (1) os trabalhos em plenário da pauta definida para este ano, que inclui 132 processos – sendo 67 neste primeiro semestre –, a serem submetidos a júri popular, o último deles marcado para 7 de dezembro.

O réu Feliphe Gonçalves Pereira é acusado de tentativa de homicídio contra Raimundo Nonato Paz da Cruz, crime ocorrido em 4 de abril de 2014, por volta de 3h, na rua Doutor Oscar de Lima Rayol, na Comunidade Mundo Novo, bairro Flores, em Manaus.

Entre os processos mais complexos da pauta está a Ação Penal n. 0213387-88.2015.8.04.0001, que envolve 10 réus, acusados de envolvimento no homicídio de Berenice Silva do Carmo e de tentativa de homicídio contra Diego Barbosa Paiva. O júri está marcado para ter início em 20 de junho, com previsão de se estender até o dia 23.

Os réus são: Adriano Silva Monteiro, vulgo ‘Gordo’ ou ‘Gordinho’; Jonathas Brito Pena, vulgo ‘Careca’; Jefferson Renan Santos de Souza, vulgo ‘Playboy’; Emerson Willian Lima Saldanha, vulgo ‘X-salada’; Alexandre Ruan Pontes Garcia, vulgo ‘Grandão’; Leandro Albuquerque de Andurand; Natanael da Costa Ramires, vulgo ‘Jonathan’; Rafael Farias de Souza; Tom Santos da Paz e Augusto Bentes Vieira.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), no dia 31 de março de 2015, por volta das 13h, na Rua Araraboia, próximo a uma parada de ônibus da 1ª Etapa do Conjunto Viver Melhor, bairro Santa Etelvina, o acusado Alexandre Ruan Pontes Garcia desferiu os tiros contra Berenice Silva do Carmo, que morreu no local, na presença da própria filha. Na mesma ação, Diego Barbosa Paiva também foi baleado, mas sobreviveu.

O homicídio de Berenice Silva do Carmo, de acordo com o Ministério Público, teria sido motivado pelo fato de ela ter prestado informações importantes para as polícias Civil e Militar acerca das atividades ilícitas da organização criminosa chefiada por Adriano Silva Monteiro, dentre as quais a promessa de pagamento pela morte de um tenente da Polícia Militar e a existência de um depósito de drogas supostamente pertencente a um dos 10 réus.

Encerramento

O último processo a ser julgado pela 3ª Vara do Tribunal do Júri em 2022, em sessão marcada para o dia 7 de dezembro, será o de n. 0608568-04.2019.8.04.0001, que tem como réu Elias Santos do Nascimento. Ele é acusado de uma tentativa de homicídio contra David Gomes Coelho, crime praticado no dia 21 de dezembro de 2019, por volta de 17h50, na Rua 15 de Novembro, Praça da Matriz, Centro de Manaus. O crime, de acordo com a denúncia do Ministério Público, foi motivado por vingança, pois o acusado teria sofrido agressões por parte da vítima.

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

18/07
14:40

CUSTA PROCESSUAIS

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) fixou uma tese em um Incidente de Resolução de Demandas Repetitivas (IRDR) sobre o recolhimento de custas processuais para citação em processos judiciais. A tese estabelece que a falta de pagamento das custas necessárias à citação configura ausência de pressuposto para o desenvolvimento regular do processo, permitindo sua extinção caso não haja regularização dentro do prazo estabelecido, sem necessidade de prévia intimação pessoal do autor. A decisão visa uniformizar o entendimento e garantir a segurança jurídica no TJAM.

18/07
14:38

PROJETO DE DÉBORA

A deputada estadual Débora Menezes apresentou o Projeto de Lei 372/2024 para fixar o critério do sexo biológico em testes físicos ou práticos de concursos públicos no Amazonas, visando garantir o princípio da isonomia. Segundo a proposta, os candidatos competiriam apenas com pessoas do mesmo sexo biológico nessas etapas, mantendo a concorrência justa sem interferir nas provas teóricas. Débora argumenta que isso preservaria a integridade das competições e evitaria desigualdades decorrentes de diferenças fisiológicas entre homens e mulheres.

18/07
14:37

“ESCOLA DA FLORESTA”

Nesta terça-feira, o governador Wilson Lima inaugurou a primeira Escola da Floresta do Brasil na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã, no interior do estado. A escola adota um conceito de sustentabilidade integral e um currículo inovador focado em educação ambiental. Lima enfatizou a importância de cuidar das comunidades locais para proteger a Amazônia, destacando a iniciativa como um modelo inspirador de desenvolvimento sustentável e educação integrada à conservação ambiental.

18/07
14:36

AUXÍLIO DO GOVERNO

O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou nesta terça-feira, o valor de R$ 30 mil como auxílio para reposição de moradias de cada uma das 18 famílias afetadas por um incêndio de grandes proporções no município de Nhamundá, no interior do estado. O sinistro, ocorrido na madrugada de segunda-feira, atingiu 14 residências e deixou 69 pessoas desabrigadas. O auxílio será pago por meio do programa Amazonas Meu Lar.

17/07
13:33

FOMENTO

O governador Wilson Lima assinou um protocolo de intenções com o Banco da Amazônia para impulsionar o setor primário e o empreendedorismo no Amazonas, com investimentos previstos de R$ 1,4 bilhão do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO). A iniciativa reforça o compromisso do governo com o desenvolvimento sustentável do estado, focando no apoio à agricultura familiar e outros setores produtivos.

Ver mais >>

Programas