AO VIVO
Executivo - 17 de março de 2022
Foto:

Wilson Lima provoca dono da Amazon e convida o mundo a conhecer e investir na Amazônia

Manaus – AM Durante a abertura da Reunião Anual do GCF Task Force, em Manaus, nesta quinta-feira (17), o governador do Amazonas, Wilson Lima, provocou o empresário e dono da empresa Amazon, Jeff Bezos, a se juntar às iniciativas de preservação da floresta Amazônica investindo na região. O pedido faz parte da campanha do Governo […]

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus – AM

Durante a abertura da Reunião Anual do GCF Task Force, em Manaus, nesta quinta-feira (17), o governador do Amazonas, Wilson Lima, provocou o empresário e dono da empresa Amazon, Jeff Bezos, a se juntar às iniciativas de preservação da floresta Amazônica investindo na região. O pedido faz parte da campanha do Governo do Amazonas, Real Amazon, que pretende fazer com que o mundo conheça a Amazônia, indo além da rica biodiversidade.

Em um vídeo exibido antes da fala do governador, Jeff Bezos é lembrado que a sua empresa, que em julho de 2021 anunciou faturamento de US$ 113,08 bilhões, utiliza o nome da floresta, sem que, até o momento, tenha destinado investimentos concretos para o desenvolvimento sustentável da região. O vídeo convida a todos os grandes empresários e investidores mundiais a se aprofundarem e conhecerem a realidade complexa e única de quem vive nos estados da Amazônia brasileira.

Durante discurso, o governador Wilson Lima destacou que a Amazônia não é composta apenas de fauna e flora, mas formada por homens e mulheres que vivem das riquezas das florestas e são os mais preocupados em manter a floresta preservada, mas que também necessitam de um olhar diferenciado do mundo para que possam continuar tirando da floresta o seu sustento.

“Na semana passada soubemos que Jeff Bezos, uma das pessoas mais ricas do mundo, visitou a Colômbia, sobrevoou a floresta e anunciou que pretende fazer parte da luta por sua preservação. A iniciativa do dono da Amazon, que usa o nome da Amazônia em sua empresa, parece atrasada, mas é muito bem-vinda. Todo e qualquer esforço de apoio a essa causa deve ser comemorado. Mas Jeff Bezos e tantos outros que falam da Amazônia, sem conhecê-la, cometem um grande equívoco ao olhar para a floresta e só vê as arvores”.

De acordo com o governador, é necessário que todos aqueles que cobram a preservação da floresta façam mais pela causa e passem a investir na região de forma concreta, auxiliando na geração de emprego e renda e, assim, ofertando oportunidade que os habitantes da região tenham acesso à educação, saúde e desenvolvimento. Segundo Lima, o mundo precisa, verdadeiramente, a Amazônia.

“O mundo olha para a floresta hoje e não vê que, em meio às arvores, existem pessoas reais vivendo aqui. É como se, apenas aqui no Brasil, 38 milhões de cidadãos simplesmente não existissem. Aos olhos do mundo, hoje, somos 38 milhões de pessoas invisíveis”.

O governador lembrou, ainda, que o Estado tem tomado uma série de iniciativas para continuar mantendo os altos índices de preservação da floresta. De acordo com dados do instituto MapBiomas, o Amazonas é o estado com maior cobertura natural do Brasil, 98,19%.

Estamos lançando hoje um programa de pagamento por serviços ambientais, o Guardiões da Floresta. Catorze mil famílias que vivem nas 28 Unidades de Conservação administradas pelo Governo do Amazonas receberão pagamentos mensais para ajudar a preservar a floresta. Com isso, estamos combatendo a pobreza ao mesmo tempo em que estamos ajudando a manter a floresta em pé”.

Wilson Lima destacou, ainda, que a sustentabilidade, o equilíbrio entre desenvolvimento econômico e preservação ambiental, só serão alcançados quando o mundo desenvolvido entender, que não é possível preservar a floresta sem se preocupar com as pessoas que nela vivem.

“Nós que vivemos na Amazônia não aceitamos mais ser vilanizados pela destruição da Floresta. Pessoas que não vivem aqui, que nunca pisaram aqui, acham que podem, pelas redes sociais, nos dar lições sobre como cuidar de um patrimônio que tem dono: o povo que vive na Amazônia”, finalizou.

Assista vídeo aqui:

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

12/07
12:39

WILSON ANTECIPA 13º

O governador do Amazonas, Wilson Lima (União Brasil), anunciou na manhã desta sexta-feira (12) a antecipação da primeira parcela do 13º salário dos servidores públicos do estado para os dias 23 e 24 de julho. Segundo Lima, a medida, somada ao pagamento da folha mensal, resultará na injeção de aproximadamente R$ 1 bilhão na economia do estado no final deste mês.

12/07
12:37

CÁRMEN LÚCIA EM MANAUS

A presidente do TSE, Cármen Lúcia, visitará Manaus em 29 de julho para se reunir com o TRE e visitar o Parque das Tribos, a maior comunidade indígena urbana do Amazonas. O presidente do TRE, João Simões, confirmou a visita e expressou preocupação com a possível seca severa durante as eleições deste ano. As Forças Armadas auxiliarão na segurança, especialmente em áreas críticas.

12/07
12:36

PESQUISA CONTROVERSA

O Instituto Veritá divulgou uma nova pesquisa eleitoral para a Prefeitura de Manaus, onde o deputado federal Capitão Alberto Neto (PL-AM), apoiado por Jair Bolsonaro (PL), lidera com 20,7% das intenções de voto, empatado tecnicamente com Amom Mandel (Cidadania). No entanto, outras pesquisas recentes mostram Alberto Neto em queda, sendo ultrapassado por Roberto Cidade (União) e ocupando o quarto lugar nas intenções de voto.

12/07
12:34

DEPUTADO CONTRA MACONHA

O deputado estadual Eder Lourinho (PSD) apresentou um Projeto de Lei na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) para proibir o consumo de maconha em ambientes públicos e privados de uso coletivo, com multas de até R$ 2 mil para infratores. A proposta, motivada pela decisão do STF que descriminalizou o porte da droga para uso pessoal, ainda precisa ser analisada por comissões e deve tramitar mais rapidamente após o recesso legislativo em 6 de agosto. Lourinho ressaltou os riscos de saúde associados ao consumo da maconha.

12/07
12:32

LICITAÇÃO SUSPEITA

O ministro Aroldo Cedraz, do Tribunal de Contas da União (TCU), suspendeu uma licitação de quase R$ 200 milhões da Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República devido a indícios de fraude. A licitação, sob o comando do ministro Paulo Pimenta, visava contratar empresas para comunicação digital do governo. A suspensão foi motivada por uma publicação do site O Antagonista que antecipou as empresas vencedoras. A Secom tem 15 dias para explicar o caso e afirmou não ter sido notificada oficialmente ainda.

Ver mais >>

Programas