AO VIVO
Executivo - 21 de fevereiro de 2022
Foto:

Wilson Lima e David Almeida assinam protocolo de intenções inédito no segmento de gás natural

De acordo com Wilson Lima, a partir da parceria firmada nesta segunda-feira (21), a Maternidade Municipal Moura Tapajóz deve passar a ser abastecida com o gás natural

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM | Com informações da assessoria de imprensa

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), e o prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), assinaram, nesta segunda-feira (21), o primeiro Protocolo de Intenções para estabelecer parceria no segmento de gás natural (GN). A intenção do Estado e do município é expandir o mercado local de gás natural e ampliar o acesso aos benefícios do combustível, que é mais econômico, seguro e gera menos poluição. Pelo Governo do Amazonas, o protocolo foi firmado por meio da Companhia de Gás do Amazonas (Cigás).

Wilson Lima explicou como a parceria vai se dar na prática. “Destacaria três pontos importantes. Primeiro, fazer um entendimento entre as partes para que não haja conflito quando se realizam obras, a Prefeitura pavimentar uma rua e, na sequência, a Cigás chega e faz um buraco ali. Outro ponto que eu destaco é o apadrinhamento de alguns espaços que a Cigás assume para tomar conta. A gente ventilou aqui a possibilidade de começar pelo CSU do Parque Dez. O terceiro ponto é a possibilidade de abastecer gás para alguns equipamentos do município, a exemplo do que a gente já fez no Hospital Delphina Aziz”, disse.

Com o abastecimento de gás substituindo parte da energia elétrica, a unidade registrou uma economia de 35%. A Maternidade Municipal Moura Tapajóz deve passar a ser abastecida com o gás natural. Pelo termo firmado, pretende-se aprofundar a cooperação mútua entre os governos estadual e municipal para o desenvolvimento de programas e projetos no âmbito desse segmento e alcançar resultados significativos nas esferas social, econômica e ambiental. A vigência da cooperação é de um ano, a contar da data da assinatura do documento.

Em Manaus, o protocolo é inovador e termos semelhantes, como outras empresas, também serão assinados. Além de definir responsabilidades, será estabelecido que as empresas assumam a gestão de espaços públicos municipais. “Todas as empresas que prestam serviços em Manaus terão que se adequar a esse protocolo. Eles irão explorar a publicidade e também precisam devolver aquilo que arrecadam em forma de responsabilidade social”, disse o prefeito.

O protocolo de intenções prevê uma série de ações estratégicas. “A Cigás, atendendo as orientações do governador Wilson Lima, vem empreendendo esforços no sentido de ampliar o atendimento à população, em especial da população aqui da nossa capital, de um produto extremamente importante que é o gás natural, portanto. Quanto mais beneficiados tivermos melhor para a população e para o desenvolvimento econômico, social e ambiental do estado”, ressalta René Levy Aguiar, diretor-presidente da Cigás.

Entre as estratégias, a realização de estudos de viabilidade com o objetivo de utilização do GN fornecido pela Cigás, concessionária de gás natural do Governo do Amazonas, para abastecimento de embarcações regionais e da frota de veículos do poder público municipal. Além do ganho econômico para os usuários, de 40% a 50% em relação aos demais combustíveis líquidos, a utilização do gás natural veicular (GNV) contribui para a melhoria da qualidade do ar.

Regulação

Outra oportunidade de cooperação mapeada e contemplada no protocolo de intenções compreende a melhoria na regulação de instalações de gases combustíveis – gás natural e gás liquefeito de petróleo (fornecido em botijas) – em residências e empreendimentos comerciais. A finalidade é garantir maiores opções e segurança aos usuários.

Além disso, pretende-se atuar na otimização dos trâmites de processos de análise e aprovação de planos de investimento em infraestrutura e de anuências envolvendo a rede de distribuição de gás natural (RDGN) canalizado. Tal medida deve favorecer as obras de expansão da infraestrutura de rede de gasodutos na capital amazonense.

Neste ano, a Cigás investirá mais de R$ 34 milhões na construção de novos trechos da RDGN, que já atinge quase 180 quilômetros de extensão. Desde o início de sua operação comercial, há 11 anos, a Companhia de Gás do Amazonas já investiu mais de R$ 620 milhões (em valores corrigidos), conforme dados de dezembro, na expansão da rede de gás natural.

Responsabilidade social

A assinatura do Protocolo de Intenções também propiciará à Cigás ampliar as suas ações no âmbito da responsabilidade social em conformidade com o trabalho conjunto que vem sendo desenvolvido pelo Governo do Estado e a Prefeitura em outras frentes. Para tanto, a Companhia abraçou a proposta do prefeito David Almeida de integrar o projeto de construção, reforma e manutenção de espaços urbanos públicos, tais como praças e parques.

Com o intuito de modernizar ainda mais a gestão pública, o documento abrange ainda ações de cooperação em governança e gestão para o compartilhamento de experiências envolvendo instrumentos para a garantia da integridade e conformidade inerentes a boas práticas corporativas. Ainda está previsto intercâmbio em tecnologia da informação (TI), cooperação para realização de treinamentos e integração de base de dados.

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

12/07
12:39

WILSON ANTECIPA 13º

O governador do Amazonas, Wilson Lima (União Brasil), anunciou na manhã desta sexta-feira (12) a antecipação da primeira parcela do 13º salário dos servidores públicos do estado para os dias 23 e 24 de julho. Segundo Lima, a medida, somada ao pagamento da folha mensal, resultará na injeção de aproximadamente R$ 1 bilhão na economia do estado no final deste mês.

12/07
12:37

CÁRMEN LÚCIA EM MANAUS

A presidente do TSE, Cármen Lúcia, visitará Manaus em 29 de julho para se reunir com o TRE e visitar o Parque das Tribos, a maior comunidade indígena urbana do Amazonas. O presidente do TRE, João Simões, confirmou a visita e expressou preocupação com a possível seca severa durante as eleições deste ano. As Forças Armadas auxiliarão na segurança, especialmente em áreas críticas.

12/07
12:36

PESQUISA CONTROVERSA

O Instituto Veritá divulgou uma nova pesquisa eleitoral para a Prefeitura de Manaus, onde o deputado federal Capitão Alberto Neto (PL-AM), apoiado por Jair Bolsonaro (PL), lidera com 20,7% das intenções de voto, empatado tecnicamente com Amom Mandel (Cidadania). No entanto, outras pesquisas recentes mostram Alberto Neto em queda, sendo ultrapassado por Roberto Cidade (União) e ocupando o quarto lugar nas intenções de voto.

12/07
12:34

DEPUTADO CONTRA MACONHA

O deputado estadual Eder Lourinho (PSD) apresentou um Projeto de Lei na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) para proibir o consumo de maconha em ambientes públicos e privados de uso coletivo, com multas de até R$ 2 mil para infratores. A proposta, motivada pela decisão do STF que descriminalizou o porte da droga para uso pessoal, ainda precisa ser analisada por comissões e deve tramitar mais rapidamente após o recesso legislativo em 6 de agosto. Lourinho ressaltou os riscos de saúde associados ao consumo da maconha.

12/07
12:32

LICITAÇÃO SUSPEITA

O ministro Aroldo Cedraz, do Tribunal de Contas da União (TCU), suspendeu uma licitação de quase R$ 200 milhões da Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República devido a indícios de fraude. A licitação, sob o comando do ministro Paulo Pimenta, visava contratar empresas para comunicação digital do governo. A suspensão foi motivada por uma publicação do site O Antagonista que antecipou as empresas vencedoras. A Secom tem 15 dias para explicar o caso e afirmou não ter sido notificada oficialmente ainda.

Ver mais >>

Programas