AO VIVO
Executivo - 19 de junho de 2024
Foto: Reprodução/Internet

Governo Wilson é pelo 4º ano consecutivo o que mais investe na formação de mestres e doutores

O estado manteve o 1º lugar na formação de recursos humanos altamente qualificados

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

O Amazonas, mais uma vez, lidera o ranking entre os estados brasileiros que mais investe na formação de recursos humanos altamente qualificados de mestres e doutores, conforme dados do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), divulgados durante o 64º Fórum Nacional do Confap, que ocorre na cidade de Espírito Santo, em Vitória.

O levantamento realizado pelo presidente do Confap, Odir Antônio Dellagostin, teve como referência o ano de 2023. O Amazonas destaca-se na primeira posição na pesquisa que levou em consideração as bolsas concedidas pela Fapeam, Conselho de Aperfeiçoamento de Pessoal em Nível Superior (Capes) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), sendo o maior percentual oriundo do investimento do Governo do Amazonas, via Fapeam, por meio do Programa de Apoio à Pós-Graduação Stricto Sensu (Posgrad) e Programa de Apoio à Pós-Graduandos Fora do Estado do Amazonas (Posgfe).

Para a diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales Mendes Silva, os resultados obtidos pelo estado devem ser creditados ao trabalho e diretrizes lançadas pelo governador do Amazonas, Wilson Lima, que possibilitam que o setor de pesquisa e inovação tenha cada vez mais profissionais qualificados nas diversas áreas do conhecimento.

“Estamos muito felizes, porque é uma conquista que se repete, 2020, 2021, 2022 e 2023. Isso é possível porque o governo do Amazonas prioriza a ciência e investe fortemente nessa área, que gera serviços prestados e produção do conhecimento”, destacou.

Outro ponto que Márcia Perales ressaltou foi sobre a interiorização da ciência, tecnologia e inovação, que tem sido uma das prioridades do Governo do Amazonas, por meio da Fapeam. Entre os programas exclusivos para pesquisadores do interior, estão: o Programa de Apoio à Interiorização em Pesquisa e Inovação Tecnológica no Amazonas (Painter, Painter + e Painter Infra CT&I) e Programa de Fixação de Recursos Humanos para o Interior do Estado: Mestres e Doutores por Calha de Rio (Profix-RH).

“Os programas permitem que tenhamos mestres e doutores no interior e que eles possam fazer articulações com outros profissionais, alguns no mesmo patamar, com a mesma titulação, e outros não. Estamos sempre olhando para o interior e lançando editais para ampliar essas oportunidades e evitar a migração para Manaus ou para outros estados”, disse Márcia Perales.

O presidente do Confap, Odir Antônio Dellagostin destaca que é preciso continuar investindo em grupos de pesquisa, especialmente em áreas onde já há um número mínimo de pesquisadores qualificados, para que possa evoluir para um programa de pós-graduação naquela área. Ele ressalta, ainda, que é essencial o apoio financeiro a programas de pós-graduação emergentes e em consolidação, para que avancem no conceito Capes e, assim, consigam ter também o nível de doutorado.

Dellagostin confirma que nos últimos anos houve avanço nos critérios de distribuição de bolsas da Capes, o que resulta num melhor nível de cobertura com bolsas em áreas estratégicas e em locais menos desenvolvidos. “A desconcentração da formação de doutores, que até nos anos 2000 ocorria quase só em São Paulo e Rio de Janeiro, está ocorrendo de forma contínua e é muito positiva. Porém, temos estados formando menos de 2 doutores por 100 mil habitantes por ano, enquanto outros estados titulam mais de 20 doutores por 100 mil habitantes por ano. Precisamos fortalecer programas existentes e criar novos programas preferencialmente nos estados com baixo índice de titulação”, completa o presidente do Confap.

Investimentos

Somente em 2023, o Governo do Amazonas investiu mais de R$ 39 milhões no âmbito do Posgrad e do Posgfe. Os programas apoiam com bolsas de Mestrado (MS) e Doutorado (DR) e auxílio financeiro, as instituições localizadas no estado do Amazonas, que desenvolvem programas de Pós-Graduação Stricto Sensu credenciados pela Capes, e para residentes no estado cursar pós-graduação em outros estados do país, em áreas estratégicas, respectivamente.

No total, foram 1.049 cotas de bolsas concedidas pela Fapeam, além de auxílio-financeiro, para cinco instituições de ensino e pesquisa do Amazonas, por meio do Posgrad. Desse número, 739 em nível de mestrado e 310 para doutorado. Já o Posgfe apoiou 20 projetos distribuídos em DR e MS.

Os dados destacam o compromisso da Fapeam no apoio à formação de mestres, doutores e pós-doutores com o crescimento da pós-graduação e da pesquisa científica e tecnológica, tanto em nível regional, quanto nacional, com destaque para o Posgrad, na formação de alto nível da educação superior.

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

16/07
09:35

MÊS DO ADVOGADO

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas (OAB-AM) realizará nos dias 14 e 15 de agosto a III Conferência Estadual de Advocacia do Amazonas, com o tema “Empreendedorismo e Tecnologia”. O evento acontecerá das 09h às 21h no Centro de Convenções Manaus Plaza Shopping, como parte das comemorações do Mês do Advogado. Reunirá estudantes, profissionais de Direito, Administração e Contabilidade para discutir inovações e oportunidades no setor jurídico, com a participação de 70 especialistas renomados nacionalmente e localmente.

 

16/07
09:34

PEDIDO NEGADO

O TRE-AM negou o pedido do prefeito de Manaus, David Almeida, para veicular a campanha publicitária “Respeito para Todos”. Proposta pelo município de Manaus, a campanha visava conscientizar sobre autismo, bullying e trabalho infantil nas escolas. A decisão baseou-se na falta de urgência pública que justificasse a veiculação durante os três meses que antecedem as eleições municipais, conforme prevê a Lei das Eleições. David Almeida argumentou a importância dos temas, mas a Justiça Eleitoral destacou que a divulgação poderia configurar ilícito durante o período eleitoral, salientando a necessidade de autorização judicial para publicidade institucional nesse contexto.

16/07
09:33

FORA LULA!

Neste domingo (14), ocorreram manifestações em São Paulo e Belo Horizonte contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o STF. Em São Paulo, na Avenida Paulista, organizada pelo Movimento Liberdade, políticos como Eduardo Girão e Carla Zambelli participaram, pedindo o impeachment de Alexandre de Moraes. Em Belo Horizonte, na Praça da Liberdade, manifestantes também expressaram críticas a Lula e ao senador Rodrigo Pacheco. Nas manifestações, os participantes entoaram slogans como “Lula, ladrão, seu lugar é na prisão”.

 

16/07
09:31

SOB SUSPEITA

A Âmbar Energia, do grupo J&F, dirigida por Joesley e Wesley Batista, apresentou à ANEEL um plano para assumir a distribuidora Amazonas Energia. A aquisição foi viabilizada por uma medida provisória do presidente Lula, que transferiu a dívida da empresa para os consumidores. Após encontros não agendados entre os empresários e o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, a medida favoreceu diretamente a Amazonas Energia. Lucas Furtado, sub-procurador geral do Ministério Público junto ao TCU, pediu a anulação do acordo por conflito de interesse público. A compra será realizada pelos fundos Futura Venture e Fundo Milão, da J&F.

16/07
09:30

SELEÇÃO PARA SUBSÍDIO

O governador Wilson Lima anunciou a convocação dos primeiros 500 pré-cadastrados no programa Amazonas Meu Lar, para a linha de atendimento Subsídio Entrada do Meu Lar. A partir desta segunda-feira, os selecionados deverão apresentar documentação e confirmar os dados informados na fase de pré-cadastro. O subsídio, entre R$ 30 mil e R$ 35 mil, será utilizado para a entrada no financiamento de apartamentos pela Caixa Econômica Federal. O programa visa oferecer 24 mil soluções de moradia e regularizar 33 mil imóveis, com um investimento de R$ 4,7 bilhões. Mais informações estão disponíveis no site amazonasmeular.am.gov.br.

Ver mais >>

Programas