AO VIVO
Executivo - 18 de fevereiro de 2022
Foto:

‘De olho’ nas Eleições 2022, Henrique Oliveira afirma que foi perseguido por Eduardo Braga

Segundo o ex-vice-governador do Amazonas, Henrique Oliveira, ele não pretende voltar à Câmara dos Deputados e tem outros planos para sua vida política

Por: Brendo
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM

Após os novos dirigentes do Partido Republicano da Ordem Social no Amazonas (Pros-AM) terem assumido o diretório estadual da legenda, nesta quarta-feira (16), e ter sido anunciada a independência do Governo do Estado, o ex-vice governador do Amazonas, Henrique Oliveira, afirmou que o afastamento do governador, Wilson Lima (PSC), e do prefeito de Manaus, David Almeida (Avante), está em segundo plano.

“Em relação a aproximação ou distanciamento do governo ou da prefeitura, isso é uma coisa que está totalmente em segundo plano. Existe um convívio harmonioso tanto com o Governo do Estado quanto com a prefeitura. Exitem dois vereadores eleitos pelo Pros, que, hoje, fazem parte da base aliada do prefeito de Manaus. O David Almeida teve apoio do Pros nas duas últimas eleições, tanto para governador quanto para prefeito”, declarou.

Henrique revelou que informou ao presidente nacional do Pros, Eurípedes Macedo Júnior, que quer ser pré-candidato ao Governo do Amazonas, descartando uma pré-candidatura e retorno à Câmara dos Deputados. “Como já dei minha contribuição como deputado federal, comuniquei ao Pros, ao Eurípedes Júnior, que não tenho interesse em me candidatar à deputado federal, que a minha pretensão é ser pré-candidato ao Governo do Amazonas. Acredito que vai auxiliar muito pela presença em debates, pela possibilidade de ter um espaço para contar a verdadeira história da queda da minha posição de vice-governador”, disse.

Cassação

Em 4 de maio de 2017, José Melo e Henrique Oliveira tiveram os mandatos de governador e vice-governador, respectivamente, cassados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), acusados de compra de votos. Para Oliveira, houve “perseguição” de um grupo ‘comandado’ pelo senador pelo Amazonas, Eduardo Braga (MDB).

“O Amazonas nos últimos 5 anos, teve quatro governadores, e tudo por perseguição de um grupo que não se conteve, e não se habituou com a democracia. Fui eleito democraticamente pelo povo, depois perseguido por um grupo que queria de qualquer forma tomar o poder. E esse grupo tem nome, né, grupo comandado por Eduardo Braga”.

Ainda de acordo com Henrique, o Pros-Amazonas precisa sobreviver no Estado. “Na Assembleia Legislativa nós não temos deputados estaduais, por enquanto, mas a tendência também é que tenhamos os deputados estaduais. E são oito vagas de deputados federais que o Amazonas tem, oito mais um, seriam nove candidatos, sendo 30% deles do sexo feminino. O Pros dá uma agitada no cenário apenas com essa preocupação, realmente, de sobrevivência do partido”.

Novo diretório

Um cientista político foi enviado ao Amazonas e passa a ser o novo presidente estadual do Pros-AM, por indicação do presidente nacional do partido, Eurípedes Júnior. O mesmo também se chama Henrique.

Henrique Cardoso Oliveira é formado pela Universidade de Brasília (UnB), possui MBA em Relações Institucionais, desde 2013, atua no Pros na área de relacionamento institucional e monitoramento de proposições do aspecto político-eleitoral no que tange às legislações partidárias e eleitorais.

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

22/07
12:28

INVESTIMENTO MORADIAS

O governador Wilson Lima pagou cinco milhões e quinhentos mil reais para cento e setenta e oito famílias das comunidades Sharp e Manaus 2000, no Programa Amazonas Meu Lar, na última quinta-feira (18). O pagamento inclui bônus de sessenta mil reais, auxílio de seis mil e seiscentos reais e bolsa moradia de três mil e trezentos reais. A ação faz parte do Prosamin+, que já reassentou mais de mil e trezentas famílias e investiu cento e vinte e dois milhões de reais desde 2022. A próxima fase do programa, iniciada em 15 de julho de 2024, oferece subsídios para entrada em imóveis financiados com FGTS.

22/07
12:22

PROPOSTA DE CIDADE

Projeto de Lei nº 014/2024, do deputado Roberto Cidade (União Brasil), propõe criar as Comunidades Turísticas Sustentáveis (CTS) e o Selo Amazonense de Turismo Sustentável na Assembleia Legislativa do Amazonas. O objetivo é promover o turismo sustentável e apoiar as comunidades locais, oferecendo benefícios como linhas de crédito e capacitação técnica. O selo terá validade determinada pelo Executivo e precisará ser renovado periodicamente.

22/07
12:22

GASTO NO CAREIRO

A Prefeitura de Careiro da Várzea destinou quase R$ 250 mil para a reforma da Unidade Básica de Saúde Lucilene Batista do Vale, contratando a empresa P.R. Serviços de Reformas Prediais Ltda. O contrato foi assinado pelo prefeito Pedro Duarte Guedes em 8 de julho de 2024. A empresa tem capital social de R$ 10,5 mil e está localizada em Manaus, atuando na reforma predial. O contrato inclui a emissão da nota de empenho pela Secretaria Municipal de Finanças e a publicação dos documentos necessários no Diário Oficial e no Portal Nacional de Contratações Públicas (PNCP).

22/07
12:20

MULHERES NO PARLAMENTO

Beruri, no Amazonas, é uma das 45 cidades brasileiras com maioria feminina no parlamento municipal em 2020, sendo a única do estado com essa característica. Das 5,5 mil cidades do país, menos de 1% têm maioria feminina nas câmaras municipais. A Câmara de Beruri conta com 9 parlamentares, dos quais 5 são mulheres. Apesar das mulheres serem maioria no eleitorado e em cargos de mesários, a representatividade feminina na política é limitada.

22/07
12:19

APAGÃO VIRTUAL

Nesta sexta-feira (19), um apagão cibernético global, causado por um problema com a empresa de segurança cibernética CrowdStrike, afetou empresas e serviços em vários países, incluindo o Brasil. No país, os problemas começaram a ser reportados às 8h, impactando serviços da Microsoft e sistemas de bancos como Bradesco, Banco do Brasil, Neon, Next e Banco Pan. A Azul Linhas Aéreas também informou possíveis atrasos em voos devido a falhas no sistema de reservas.

Ver mais >>

Programas