AO VIVO
Executivo - 06 de julho de 2024
Foto: Reprodução

Ativista conservadora denuncia autogolpe da esquerda na Bolívia a fim de eliminar Forças Armadas

Segundo Anelin Suárez, esse movimento visava consolidar o poder político e controlar a instituição militar de forma a suprimir oposições e perpetuar o governo atual

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Na Conferência de Ação Política Conservadora (CPAC) Brasil 2024, realizada em Balneário Camboriú neste final de semana, Anelin Suárez, ativista política da Bolívia e representante da Associação Ana Bárbara, expôs duras críticas ao governo de esquerda boliviano. Ela acusou o governo de esquerda na Bolívia de ter realizado um autogolpe com o objetivo de eliminar as Forças Armadas do país.

Segundo Suárez, esse movimento visava consolidar o poder político e controlar a instituição militar de forma a suprimir oposições e perpetuar o governo atual.

“A situação na Bolívia é alarmante. O que ocorreu foi um verdadeiro autogolpe da esquerda, que está tentando acabar com as estruturas democráticas do país, incluindo as Forças Armadas, para manter-se no poder”, afirmou Suárez durante sua intervenção na CPAC Brasil. Ela destacou que essa ação tem gerado uma onda de repressão política, resultando na prisão arbitrária de mais de 200 indivíduos considerados presos políticos, entre eles governadores eleitos democraticamente.

Além disso, a ativista criticou a visita anunciada do presidente Lula (PT) à Bolívia em 9 de julho, descrevendo-a como uma tentativa de simular reconciliação e normalidade democrática. “Lula está indo à Bolívia para uma encenação de paz entre o atual governo e a oposição, mas isso não passa de um teatro para encobrir a realidade de um regime autoritário que reprime seus próprios cidadãos”, declarou Anelin Suárez.

Suárez também enfatizou os problemas sociais enfrentados pela Bolívia sob a administração de Luis Arce Catacora, citando a escassez de gás, combustível, diplomacia, segurança, educação e saúde como indicativos de uma crise profunda no país.

“A população boliviana está sofrendo profundamente com a falta de recursos básicos e serviços essenciais. A baixa popularidade do presidente Luis Arce reflete o descontentamento generalizado com as políticas e a gestão atual”, acrescentou Suárez.

A Associação Ana Bárbara, cujo trabalho se concentra na defesa dos direitos das mulheres bolivianas no Brasil e na promoção da liberdade política na Bolívia, tem sido uma voz ativa contra as violações dos direitos humanos e das liberdades civis no país vizinho. “Estamos aqui para denunciar essas violações e para pedir apoio internacional na luta pela restauração da democracia na Bolívia”, enfatizou a ativista da direita boliviana.

A presença de Suárez na CPAC Brasil 2024 destaca a importância de ampliar a conscientização internacional sobre a crise política na Bolívia e reforçar o apoio às iniciativas que promovam a democracia e os direitos humanos no país andino.

Veja o vídeo:

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

18/07
14:40

CUSTA PROCESSUAIS

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) fixou uma tese em um Incidente de Resolução de Demandas Repetitivas (IRDR) sobre o recolhimento de custas processuais para citação em processos judiciais. A tese estabelece que a falta de pagamento das custas necessárias à citação configura ausência de pressuposto para o desenvolvimento regular do processo, permitindo sua extinção caso não haja regularização dentro do prazo estabelecido, sem necessidade de prévia intimação pessoal do autor. A decisão visa uniformizar o entendimento e garantir a segurança jurídica no TJAM.

18/07
14:38

PROJETO DE DÉBORA

A deputada estadual Débora Menezes apresentou o Projeto de Lei 372/2024 para fixar o critério do sexo biológico em testes físicos ou práticos de concursos públicos no Amazonas, visando garantir o princípio da isonomia. Segundo a proposta, os candidatos competiriam apenas com pessoas do mesmo sexo biológico nessas etapas, mantendo a concorrência justa sem interferir nas provas teóricas. Débora argumenta que isso preservaria a integridade das competições e evitaria desigualdades decorrentes de diferenças fisiológicas entre homens e mulheres.

18/07
14:37

“ESCOLA DA FLORESTA”

Nesta terça-feira, o governador Wilson Lima inaugurou a primeira Escola da Floresta do Brasil na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã, no interior do estado. A escola adota um conceito de sustentabilidade integral e um currículo inovador focado em educação ambiental. Lima enfatizou a importância de cuidar das comunidades locais para proteger a Amazônia, destacando a iniciativa como um modelo inspirador de desenvolvimento sustentável e educação integrada à conservação ambiental.

18/07
14:36

AUXÍLIO DO GOVERNO

O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou nesta terça-feira, o valor de R$ 30 mil como auxílio para reposição de moradias de cada uma das 18 famílias afetadas por um incêndio de grandes proporções no município de Nhamundá, no interior do estado. O sinistro, ocorrido na madrugada de segunda-feira, atingiu 14 residências e deixou 69 pessoas desabrigadas. O auxílio será pago por meio do programa Amazonas Meu Lar.

17/07
13:33

FOMENTO

O governador Wilson Lima assinou um protocolo de intenções com o Banco da Amazônia para impulsionar o setor primário e o empreendedorismo no Amazonas, com investimentos previstos de R$ 1,4 bilhão do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO). A iniciativa reforça o compromisso do governo com o desenvolvimento sustentável do estado, focando no apoio à agricultura familiar e outros setores produtivos.

Ver mais >>

Programas