AO VIVO
Executivo - 16 de fevereiro de 2022
Foto:

Após deixar obras inacabadas e ser alvo de investigações do MP-AM, Arthur Neto pode tentar concorrer ao Governo do Amazonas

O ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto, tentou ser o candidato do PSDB à presidência da República, mas foi rejeitado durante as prévias presidências recebendo pouco mais de 1% dos filiados do partido

Por: Brendo
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM

Depois de finalizar seu mandato, em 2020, com inúmeras obras inacabadas – como o complexo viário Professora Isabel Victória, na avenida Max Teixeira, em frente à entrada do conjunto Manoa, na Zona Norte – o ex-prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), vem manifestando a possibilidade de uma candidatura a Governador do Amazonas.

Segundo a assessoria de comunicação de Arthur, ele está em conversas com o partido para definir se deverá se candidatar para o Governo do Amazonas ou para o Senado Federal. O anúncio deve ocorrer nos próximos dias.

Desde o ano passado, o ex-prefeito de Manaus vem almejando uma candidatura. Para se ter ideia, Arthur Neto concorreu as prévias do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) para a presidência da República e recebeu, à época, 1,35% dos votos em todo o Brasil.

Ele ocupou o terceiro lugar da votação, perdendo para 44,66% de Eduardo Leite e para 53,99% de João Dória, atual governador de São Paulo. Na ocasião, Dória foi escolhido de forma democrática como candidato à presidência da República nas eleições de 2022 pela sigla.

Avaliação

Conforme Pesquisa Ibope divulgada em outubro de 2020, último ano a frente da Prefeitura de Manaus, Arthur Virgílio Neto teve sua gestão avaliada por 37% da população como ruim ou péssima, 40% avaliou como regular e 22% como boa ou ótima. Além disso, 1% dos entrevistados não souberam avaliar.

Na última semana, o Ministério Público do Amazonas (MP-AM) informou que instaurou, no dia 27 de janeiro deste ano, um Procedimento Preparatório (PP) tendo como alvo Arthur Neto. Ele será investigado por supostas irregularidades em um processo licitatório envolvendo a empresa de aluguel de veículos, Best Car.

De acordo com o Diário Oficial do MP-AM, publicado na última segunda-feira (7), o PP foi instaurado pela promotora de Justiça, Sheyla Dantas Frota de Carvalho, que responde pela 46ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público (PRODEPPP). O documento foi encaminhado “a fim de oportunizar a devida análise a definir a linha de investigação para apuração da veracidade do fato trazido à baila”.

Na terça-feira (8), Arthur Neto se pronunciou, por meio de um artigo intitulado ‘É preciso o MPE-AM se preservar’, sobre o assunto. “Fiquei surpreso com o Ministério Público Estadual anunciar ‘investigação’ sobre supostas irregularidades na contratação da empresa Best Car, que mantém, isto sim, íntimas relações com o sr. Omar Aziz. O proprietário e Aziz, que certa vez me pediu para pagar ao seu ‘amigo’, uma quantia substancial que lhe seria devida, são parceiros de jogatina”, disse ele.

Ainda conforme Arthur, ele revirou “mundos e fundos” e encontrou “um saldo insignificante” que logo mandou ser quitado, e que expliquei ao senador que os papelotes que foram apresentados não passavam de uma tentativa de fraudar o tesouro municipal. “Soube, aliás, que essa ‘empresa’, que não consegue distinguir brita de asfalto, faria parte desse ‘consórcio-farsa’ que estão encenando na AM-010. Isso é muito danoso à reputação do Ministério Público Estadual. A fonte não possui credibilidade nenhuma e a verdade é que praticamente expulsei da prefeitura esse grupo acostumado a lucrar sem trabalhar”.

Investigações

Essa não é primeira do investigação do MP-AM que tem como alvo Arthur Neto. Em julho de 2021, o Ministério Público do Amazonas instaurou Inquérito Civil (IC) para apurar irregularidades no funcionamento de duas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que funcionam na zona rural de Manaus.

As irregularidades foram identificadas pelo MP-AM. em 2019, ou seja, na gestão do ex-prefeito de Manaus. Com a medida, a promotora Luissandra Chíxaro de Menezes, da 58ª Promotoria de Justiça da Saúde (PJDHSP), quer identificar e verificar a efetividade das providências adotadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Em outubro de 2021, também Ministério Público do Amazonas, por meio da 63ª Promotoria de Justiça da Ordem Urbanística, instaurou IC para apurar denúncia de risco de desabamento no entorno de uma obra deixada inacabada pela gestão do ex-prefeito de Manaus, na Rua Mangabeira, Comunidade Grande Vitória, bairro Gilberto Mestrinho, Zona Leste de Manaus.

De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), o problema do processo erosivo em grande escala (voçoroca), foi identificado pela antiga gestão, que iniciou um trabalho e acabou abandonando o problema. O MP-AM recebeu denúncia apontando que a Prefeitura de Manaus, ao abandonar o canteiro, passou a gerar risco para casas próximas, uma vez que se trata de um terreno acidentado.

 

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

12/07
12:39

WILSON ANTECIPA 13º

O governador do Amazonas, Wilson Lima (União Brasil), anunciou na manhã desta sexta-feira (12) a antecipação da primeira parcela do 13º salário dos servidores públicos do estado para os dias 23 e 24 de julho. Segundo Lima, a medida, somada ao pagamento da folha mensal, resultará na injeção de aproximadamente R$ 1 bilhão na economia do estado no final deste mês.

12/07
12:37

CÁRMEN LÚCIA EM MANAUS

A presidente do TSE, Cármen Lúcia, visitará Manaus em 29 de julho para se reunir com o TRE e visitar o Parque das Tribos, a maior comunidade indígena urbana do Amazonas. O presidente do TRE, João Simões, confirmou a visita e expressou preocupação com a possível seca severa durante as eleições deste ano. As Forças Armadas auxiliarão na segurança, especialmente em áreas críticas.

12/07
12:36

PESQUISA CONTROVERSA

O Instituto Veritá divulgou uma nova pesquisa eleitoral para a Prefeitura de Manaus, onde o deputado federal Capitão Alberto Neto (PL-AM), apoiado por Jair Bolsonaro (PL), lidera com 20,7% das intenções de voto, empatado tecnicamente com Amom Mandel (Cidadania). No entanto, outras pesquisas recentes mostram Alberto Neto em queda, sendo ultrapassado por Roberto Cidade (União) e ocupando o quarto lugar nas intenções de voto.

12/07
12:34

DEPUTADO CONTRA MACONHA

O deputado estadual Eder Lourinho (PSD) apresentou um Projeto de Lei na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR) para proibir o consumo de maconha em ambientes públicos e privados de uso coletivo, com multas de até R$ 2 mil para infratores. A proposta, motivada pela decisão do STF que descriminalizou o porte da droga para uso pessoal, ainda precisa ser analisada por comissões e deve tramitar mais rapidamente após o recesso legislativo em 6 de agosto. Lourinho ressaltou os riscos de saúde associados ao consumo da maconha.

12/07
12:32

LICITAÇÃO SUSPEITA

O ministro Aroldo Cedraz, do Tribunal de Contas da União (TCU), suspendeu uma licitação de quase R$ 200 milhões da Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República devido a indícios de fraude. A licitação, sob o comando do ministro Paulo Pimenta, visava contratar empresas para comunicação digital do governo. A suspensão foi motivada por uma publicação do site O Antagonista que antecipou as empresas vencedoras. A Secom tem 15 dias para explicar o caso e afirmou não ter sido notificada oficialmente ainda.

Ver mais >>

Programas