AO VIVO
Executivo - 01 de abril de 2022
Foto:

Amazonas sedia primeira reunião de 2022 do Fórum de Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo

O presidente da Amazonastur, Sérgio Litaiff Filho, explicou que a articulação para que a primeira reunião de 2022 fosse realizada no Amazonas iniciou ainda no ano passado

Por: Redação
Compartilhe

Venha fazer parte do nosso grupo do Whatsapp e receba em primeira mão as notícias do momento!

Clique aqui

Manaus | AM |

O Amazonas sediou, nesta quinta-feira (31) a primeira reunião de 2022 do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur). O encontro, que reuniu 17 dirigentes de turismo estaduais, foi organizado em Manaus pela Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), em conjunto com a coordenação do Fórum.

O presidente da Amazonastur, Sérgio Litaiff Filho, explicou que a articulação para que a primeira reunião de 2022 fosse realizada no Amazonas iniciou ainda no ano passado e falou sobre o orgulho para o Estado em receber os dirigentes estaduais de turismo de todo o Brasil para que conheçam as belezas naturais da região.

“Nós aqui do estado do Amazonas nos sentimos extremamente orgulhosos de nascer, de viver e de sentir toda essa experiência que é a Amazônia, e poder também compartilhar com esses nobres colegas que aqui estão tudo aquilo que nós sentimos, vivenciamos e trabalhamos em prol do turismo”, acrescentou Litaiff.

Responsável por deliberar sobre os temas relevantes do turismo nacional, incorporando as demandas estaduais, regionais e nacionais, o Fornatur é um bloco de expressão técnica e política que tem assento no Conselho Nacional de Turismo. A entidade reúne-se a cada dois meses, em sedes itinerantes, e foi criada em novembro do ano 2000.

O presidente do Fornatur e também da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, destacou que estar no estado é muito emblemático para todos em razão do ponto de vista da sustentabilidade. “Trouxemos algumas pautas, como a questão da aviação, combustíveis, pandemia, além da questão de acidentes geológicos que nos preocupa bastante, e teremos outras pautas também. Nós esperamos que o ministério abrace uma, duas causas importantes para os estados nesse ano. Está todo mundo aqui feliz de compor esse contexto de necessidade de política pública”, disse Amaral.

Os assuntos abordados durante o encontro foram as ações para o ano de 2022, programa de regionalização, parcerias e também andamento das tratativas com o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e Ministério do Turismo sobre áreas de risco no Brasil.

Acre, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rondônia e Roraima são alguns dos estados participantes da reunião do Fornatur em Manaus, que ocorreu de forma presencial e também por meio de videoconferência.

Norte em pauta

O secretário de Turismo do Pará, André Dias, ressalta que é fundamental colocar em destaque a região Norte na discussão do turismo nacional e que toda a região está feliz com a realização da reunião em Manaus. “É muito importante o centro hoje do debate da política pública do turismo ser no Norte. Então, a gente está aqui reunido com todos os secretários de turismo do Brasil, alguns presencialmente, outros remotamente, mas foram discutidas pautas muito importantes para a condução do turismo em nosso país. E eu tenho certeza que a gente dá um passo importante nessa reunião para a concretização dessas políticas”, disse Dias.

Empresa Estadual de Turismo do Amazonas Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo sérgio litaiff

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notas do Poder

18/07
14:40

CUSTA PROCESSUAIS

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) fixou uma tese em um Incidente de Resolução de Demandas Repetitivas (IRDR) sobre o recolhimento de custas processuais para citação em processos judiciais. A tese estabelece que a falta de pagamento das custas necessárias à citação configura ausência de pressuposto para o desenvolvimento regular do processo, permitindo sua extinção caso não haja regularização dentro do prazo estabelecido, sem necessidade de prévia intimação pessoal do autor. A decisão visa uniformizar o entendimento e garantir a segurança jurídica no TJAM.

18/07
14:38

PROJETO DE DÉBORA

A deputada estadual Débora Menezes apresentou o Projeto de Lei 372/2024 para fixar o critério do sexo biológico em testes físicos ou práticos de concursos públicos no Amazonas, visando garantir o princípio da isonomia. Segundo a proposta, os candidatos competiriam apenas com pessoas do mesmo sexo biológico nessas etapas, mantendo a concorrência justa sem interferir nas provas teóricas. Débora argumenta que isso preservaria a integridade das competições e evitaria desigualdades decorrentes de diferenças fisiológicas entre homens e mulheres.

18/07
14:37

“ESCOLA DA FLORESTA”

Nesta terça-feira, o governador Wilson Lima inaugurou a primeira Escola da Floresta do Brasil na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Uatumã, no interior do estado. A escola adota um conceito de sustentabilidade integral e um currículo inovador focado em educação ambiental. Lima enfatizou a importância de cuidar das comunidades locais para proteger a Amazônia, destacando a iniciativa como um modelo inspirador de desenvolvimento sustentável e educação integrada à conservação ambiental.

18/07
14:36

AUXÍLIO DO GOVERNO

O governador do Amazonas, Wilson Lima, anunciou nesta terça-feira, o valor de R$ 30 mil como auxílio para reposição de moradias de cada uma das 18 famílias afetadas por um incêndio de grandes proporções no município de Nhamundá, no interior do estado. O sinistro, ocorrido na madrugada de segunda-feira, atingiu 14 residências e deixou 69 pessoas desabrigadas. O auxílio será pago por meio do programa Amazonas Meu Lar.

17/07
13:33

FOMENTO

O governador Wilson Lima assinou um protocolo de intenções com o Banco da Amazônia para impulsionar o setor primário e o empreendedorismo no Amazonas, com investimentos previstos de R$ 1,4 bilhão do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO). A iniciativa reforça o compromisso do governo com o desenvolvimento sustentável do estado, focando no apoio à agricultura familiar e outros setores produtivos.

Ver mais >>

Programas